Há 50 anos juntos, casal compartilha amor, geléias e uma história de amor incríveis

“Olá, boa noite, tenho uma história linda pra contar, uma razão pra acreditar! Ó que história incrível: um casal que vive há mais de 50 anos juntos e vendendo geléias – a Tia Nata e o Sr Renato – a Tia Nata tá com alzheimer há 3 anos, desde então Sr. Renato cuida dela com todo amor e carinho (é lindo de ver), faz as geléias, recepciona as pessoas/turistas com alegria e ainda cultiva o seu jardim cheio de flores e pássaros. o lugar é maravilhoso! Uma história linda sobre pessoas que levaram e levam a vida com todo amor e vontade!”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi com essa mensagem, enviada para nós por inbox, que descobrimos a história abaixo:

Quem visita Monte Verde pode desfrutar de um dos lugares mais adoráveis, saborosos e cheios de amor no Brasil, a casa do seu Renato Lucas (Renats, na certidão de nascimento) e Donátila, carinhosamente conhecida como Nata.

Na rua de nome Bem-te-vi, o aroma de amora, framboesa, morango, damasco e kiwi dominam deliciosamente o ambiente ao se tornarem geleias.

Todo dia pela manhã, o casal leva 15 quilos de frutas ao fogo, depois deixam a mistura apurando por horas, para que fiquem perfeitas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aposentado, Renato deixou São Paulo e faz de Monte Verde seu lar há 15 anos. Hoje, com 75 anos, o chalé erguido por ele parece saido direto de um conto de fadas.

A felicidade do casal é receber visitas, tanto de quem quer adquirir suas geleias, como de quem quer visitar a fauna rica do local, repleto de passarinhos, maritacas, papagaios e esquilos. “Os animais são os filhos que não tivemos”, considera Renato.

Toda a renda obtida com as vendas é revertida para comprar alimentos para os bichinhos. “Imagine, o jacu come um mamão sozinho”, surpreende-se Renato.

O sucesso de seus produtos foi uma surpresa, pois eles faziam as geleias inicialmente apenas para amigos e familiares, mas logo outras pessoas fizeram encomendas e dessa forma, no boca a boca, a marca Tia Nata virou uma das mais famosas e cobiçadas da região.

As receitas são tradição da família de Nata, que veio da Letônia para o Brasil. “Todo processo é muito artesanal e por isso demorado”, diz Renato.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo foi plantado por eles, desde quando as geleias da Tia Nata eram apenas um sonho para o futuro.

Margareth Itou escreveu em seu blog sobre o Sr. Renato: “Gosta de falar, de contar suas histórias. Contou-nos sobre a árvore que plantou e o raio quase derrubou. Mostrou-nos fotos deles e de Monte Verde em 1960.  Vi também fotos dele e da tia Nata em cima dos móveis. Ela era tão linda. Robusta. Um casal muito lindo. Ele falou que estão juntos há mais de 50 anos.”

“Ir para Monte Verde e não visitar tia Nata e Sr. Renato é como ir em um aniversário e não comer bolo. Fica a dica!”, finaliza a blogueira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

dsc03264a dsc03269a sam_0844a sam_0846a sam_0848a

Fonte: Globo Rural, Pequenas Doses

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,434,652SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Novo tratamento contra nódulos de tireoide é feito sem deixar cicatriz

Pacientes do Sistema Único de Saúde terão acesso a um novo tipo de tratamento por radiofrequência para tratar nódulos de tireoide. A técnica é...

Projeto auxilia famílias resgatando a auto estima e promovendo inclusão social

Vários médicos, enfermeiros e membros da sociedade civil perceberam que um grande número de crianças atendidas no Hospital da Lagoa, no Rio de Janeiro,...

Marta faz história e se torna a maior artilheira em Copas do Mundo

Seis vezes eleita a melhor jogadora de futebol do mundo (cinco vezes consecutivas), maior goleadora da história da Seleção Brasileira, com 118 gols e...

Senhora de 65 anos frequenta escola primária no Paraná para aprender a ler e escrever

Seus colegas de classe tem de 6 a 8 anos, e "ai" de Dona Nena se faltar às aulas: "As crianças vão lá em casa me buscar!”.

Deficientes auditivos são capacitados para tirar CNH com aulas em Libras gratuitas

O conteúdo do curso é totalmente gratuito e as videoaulas possuem tradução para Libras.

Instagram