Há 50 anos juntos, casal compartilha amor, geléias e uma história de amor incríveis

Clique e ouça:

“Olá, boa noite, tenho uma história linda pra contar, uma razão pra acreditar! Ó que história incrível: um casal que vive há mais de 50 anos juntos e vendendo geléias – a Tia Nata e o Sr Renato – a Tia Nata tá com alzheimer há 3 anos, desde então Sr. Renato cuida dela com todo amor e carinho (é lindo de ver), faz as geléias, recepciona as pessoas/turistas com alegria e ainda cultiva o seu jardim cheio de flores e pássaros. o lugar é maravilhoso! Uma história linda sobre pessoas que levaram e levam a vida com todo amor e vontade!”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Foi com essa mensagem, enviada para nós por inbox, que descobrimos a história abaixo:

Quem visita Monte Verde pode desfrutar de um dos lugares mais adoráveis, saborosos e cheios de amor no Brasil, a casa do seu Renato Lucas (Renats, na certidão de nascimento) e Donátila, carinhosamente conhecida como Nata.

Na rua de nome Bem-te-vi, o aroma de amora, framboesa, morango, damasco e kiwi dominam deliciosamente o ambiente ao se tornarem geleias.

Todo dia pela manhã, o casal leva 15 quilos de frutas ao fogo, depois deixam a mistura apurando por horas, para que fiquem perfeitas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aposentado, Renato deixou São Paulo e faz de Monte Verde seu lar há 15 anos. Hoje, com 75 anos, o chalé erguido por ele parece saido direto de um conto de fadas.

A felicidade do casal é receber visitas, tanto de quem quer adquirir suas geleias, como de quem quer visitar a fauna rica do local, repleto de passarinhos, maritacas, papagaios e esquilos. “Os animais são os filhos que não tivemos”, considera Renato.

Toda a renda obtida com as vendas é revertida para comprar alimentos para os bichinhos. “Imagine, o jacu come um mamão sozinho”, surpreende-se Renato.

O sucesso de seus produtos foi uma surpresa, pois eles faziam as geleias inicialmente apenas para amigos e familiares, mas logo outras pessoas fizeram encomendas e dessa forma, no boca a boca, a marca Tia Nata virou uma das mais famosas e cobiçadas da região.

As receitas são tradição da família de Nata, que veio da Letônia para o Brasil. “Todo processo é muito artesanal e por isso demorado”, diz Renato.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Tudo foi plantado por eles, desde quando as geleias da Tia Nata eram apenas um sonho para o futuro.

Margareth Itou escreveu em seu blog sobre o Sr. Renato: “Gosta de falar, de contar suas histórias. Contou-nos sobre a árvore que plantou e o raio quase derrubou. Mostrou-nos fotos deles e de Monte Verde em 1960.  Vi também fotos dele e da tia Nata em cima dos móveis. Ela era tão linda. Robusta. Um casal muito lindo. Ele falou que estão juntos há mais de 50 anos.”

“Ir para Monte Verde e não visitar tia Nata e Sr. Renato é como ir em um aniversário e não comer bolo. Fica a dica!”, finaliza a blogueira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

dsc03264a dsc03269a sam_0844a sam_0846a sam_0848a

Fonte: Globo Rural, Pequenas Doses

 

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,077,383FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,602SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Confeiteira é humilhada por cobrar taxa de entrega de R$2 e recebe apoio de internautas

A confeiteira Ângela Oliveira foi humilhada por uma cliente que se recusou a pagar a taxa de entrega do seu bolo de pote. Na troca...

Sogro anda de mãos dadas com genro para ajudá-lo a superar medo de sair na rua com o namorado

Fran guarda algumas memórias ruins de um passado recente, quando ele sofreu preconceito por ser homossexual. O jovem foi agredido fisicamente, além de ter passado...

Policial compra bolo de aniversário para jovem que chorava por terem esquecido a data

O que você faria se todo mundo que você conhecesse esquecesse de seu aniversário? Esta situação, hipotética para muitos, aconteceu com um garoto tailandês....

Após 8 anos presos em gaiolas, leões de circo são resgatados e pisam na grama pela primeira vez

Não é de hoje que percebemos uma mudança radical nos cuidados aos animais de circo. O público tem cobrado mais responsabilidade com espaço, alimentação...

Depois da formatura, ela foi até o trabalho de seu pai, que é pedreiro, para agradecê-lo

Se tem uma coisa que a paraguaia Yudit Romero reconhece é o sacrifício que o pai fez para lhe dar a melhor educação possível. Don...

Instagram

Há 50 anos juntos, casal compartilha amor, geléias e uma história de amor incríveis 14