Harvard desenvolve vacina contra câncer agressivo com 100% de eficácia

Pesquisadores do Harvardd’s Wyss Institute desenvolveram uma vacina personalizada contra o câncer agressivo, testada e com 100% de eficácia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A “vacina implantável” tem o tamanho de uma aspirina e é colocada próxima ao tumor. Após sua aplicação, a vacina reprograma o sistema imunológico para atacar as células cancerosas no corpo do paciente.

Resultados promissores

Em laboratório, 100% dos camundongos com câncer de mama triplo-negativo que receberam a vacina sobreviveram, enquanto todos os outros camundongos não tratados morreram.

“O câncer de mama triplo-negativo não estimula respostas fortes do sistema imunológico e as imunoterapias existentes não conseguiram tratá-lo. No nosso sistema, a imunoterapia atrai várias células imunológicas para o tumor, enquanto a quimioterapia produz um grande número de fragmentos de células cancerosas mortas que as células imunológicas podem pegar e usar para gerar uma resposta específica do tumor eficaz “, explicou o co-primeiro autor Hua Wang.

Harvard desenvolve vacina contra câncer agressivo com 100% de eficácia 1
A “vacina implantável” é do tamanho de uma aspirina. Foto: Reprodução/Harvard

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Resposta personalizada

A vacina é baseada em biomaterial e une a efetividade da quimioterapia e a eficácia a longo prazo da imunoterapia.

A quimioterapia com o novo tratamento produz grandes quantidades de fragmentos de células cancerosas mortas que o sistema imunológico do paciente pode usar para gerar uma reposta personalizada.

Para melhor sua eficácia, os pesquisadores adicionaram à vacina fitas de DNA sintético que potencializam a resposta imunológica, impedindo que células cancerosas se escondam do tratamento. 

“Um dos fatores limitantes críticos no desenvolvimento de vacinas contra o câncer é a seleção de antígenos associados ao tumor, porque atualmente temos apenas uma biblioteca muito pequena de antígenos conhecidos para algumas linhas de células tumorais específicas”, afirma outro pesquisador envolvido no estudo, Alex Najibi.

Ajude Instituto Pequenos Anjos ter sua van para levar crianças com câncer aos hospitais. Faça sua doação!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Próximos passos

Ainda serão exploradas novas combinações de quimioterapia com vacinas contra o câncer para melhorar sua eficácia antitumoral para outros tumores de difícil tratamento. Os pesquisadores estão esperançosos e esperam o surgimento de novos estudos para compreender e otimizar o sistema, para então ser testado em pacientes humanos.

Veja o vídeo:

Fonte: OLHAR DIGITAL

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,842,344SeguidoresSeguir
24,832SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Projeto de brasileiras já doou milhares de chinelos para crianças pobres do mundo inteiro

As irmãs Betty e Brenda são apaixonadas pelas sandálias Havaianas. Ao invés de colecionar tampinhas de garrafas, canecas ou canetas, a dupla coleciona chinelos. Tudo...

Alunos de Mato Grosso são incentivados pelos professores a exercerem a gratidão

“Acorde pela manhã e encha o coração de gratidão, otimismo e respeito ao outro. Sorria perante os desafios e tenha um bom dia”. As...

Doadores de sangue da Suécia recebem SMS quando salvam uma vida

Quem já fez esse gesto, uma ou mais vezes, já sente a gratificação de ajudar. Porém, a Suécia deu um passo a mais tanto...

Dinamarca será o primeiro país do mundo 100% orgânico até 2020

A Dinamarca caminha a passos largos para se tornar o primeiro país do mundo 100% orgânico. O país nórdico está trabalhando forte para substituir os...

Esse menino e seu cão uivando juntos é o que você precisa para se sentir melhor hoje

Com tantas notícias sobre o coronavírus, um vídeo super fofo de um menino de 2 anos e seu husky siberiano uivando juntos talvez seja...

Instagram

Harvard desenvolve vacina contra câncer agressivo com 100% de eficácia 3