História de menino do lixão que virou bolsista integral em Harvard vira filme

No ano passado, contamos aqui a história do Justus Uwayesu, um menino que perdeu o pai e a mãe em um genocídio em 1994 contra os tutsis em Ruanda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aos 8 anos, ele já tinha vagado mais de 100 quilômetros, terminando no lixão de Kigali, a capital de Ruanda. Um dia, sua vida cruzou com a de Clare Effiong, uma visitante benfeitora dos Estados Unidos. Então, a sorte de Justus finalmente começou a mudar.

Clare financiou seus estudos e, quando se formou no colegial, ele já falava cinco idiomas. Após 14 anos, ele é bolsista integral na Harvad, onde estudou matemática, economia e direitos humanos.

Ele ainda faz trabalhos comunitários e alguns projetos sociais.

Não à toa, sua história virou um filme, que você pode ver na íntegra aqui:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,847,081SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

App ajuda pessoas com deficiência visual a lerem textos impressos

Pessoas com deficiência visual ou baixa visão ganharam uma ferramenta gratuita e prática para a leitura de textos impressos.

Clínica de fisioterapia móvel em ônibus já atendeu mais de 70 mil pacientes de baixa renda

Aos 55 anos, Maria de Las Gracias transformou um ônibus, que por fora você não dá muita coisa, em uma clínica de fisioterapia móvel para...

Refugiados sírios, palestinos e egípcios são acolhidos por sem-tetos em SP

Cerca de 20 famílias de refugiados vivem em uma ocupação no bairro da Liberdade, em São Paulo. “Temos dois sírios, três egípcios, mas a...

Repórter ‘dá bronca’ em torcedor ao vivo por ter usado termo homofóbico

Durante uma entrada ao vivo no programa 'Bate-Bola', a repórter Gabriela Moreira entrevistou um torcedor do Palmeiras. Ao palpitar sobre o resultado do jogo,...

Mulher adota cadelinha sorridente que encontrou correndo no meio de rodovia em Uberlândia (MG)

Em um relato postado no Facebook, a Karine Souza, de Uberlândia (MG), contou como se convenceu a adotar mais uma cadelinha em situação de...

Instagram