História mostra o poder transformador do professor na vida dos estudantes

Olá RPAs! Recebemos um e-mail da Thalita Gelenske Cunha, e resolvemos reproduzi-lo na íntegra, leiam:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • O livro Seu Sonho tem Futuro veio para que você viva seu sonho e crie renda extra, sem gastar dinheiro próprio!
“Olá,
Queria muito compartilhar uma história com vocês, pois ela retrata exatamente o ser humano incrível que meu pai é.
Sabe aquela pessoa fofa, em todo o sentido da palavra? Pois é. Meu pai é assim, uma pessoa verdadeiramente fofa. Além de ter uma história de vida muito bonita (com base no amor e diversos momentos de superação, como ter casado com minha mãe aos 18 anos e estar junto até hoje), ele sempre teve atitudes fora da caixa e de extrema sensibilidade.
(…)
Esses dias, ele compartilhou com a gente uma mensagem fofa que ele recebeu de uma aluna, comentando sobre uma história que eles viveram no passado. Diante de uma determinada situação, ele reagiu com extremo respeito, gentileza… e de forma muito humana.”
A história é a seguinte:
Certo dia, muito desgastante, uma mensagem carinhosa que uma ex-aluna me enviou,  renovou minhas forças para segui-lo até o final. Tratava-se da foto de um bilhete que coloquei numa folha de prova em branco, devido a uma situação de ʺcolaʺ em uma avaliação.
 
Foi mais ou menos assim: quando identifiquei a situação, discretamente recolhi a ʺcolaʺ e orientei a aluna a continuar a realizar a sua prova. Devido ao nervosismo a mesma entregou a prova em branco.  Pedi que ela não deixasse de vir na próxima aula. 
 
Apesar do constrangimento, ela compareceu. Conduzi minha aula normalmente. Comentei todas as questões da prova, esclarecendo dúvidas e revisando a correção de algumas questões, aproveitando para rever conteúdo e trabalhar os itens com maior percentual de erros.
 
Na entrega das provas, sempre tive o hábito de colocar breves mensagens de estímulo aos alunos. Na prova desta aluna, coloquei uma mensagem provocando uma  reflexão sobre seu potencial e a necessidade de utilizar aquele tipo de recurso, destacando que acreditava que ela seria capaz de reverter aquele quadro. Resultado: sua postura em minhas aulas mudou radicalmente. 
 
Posteriormente, o coordenador me comentou que ela estava se dedicando da mesma  forma a outras disciplinas do curso. Em sua formatura, para minha surpresa, ela me procurou e me apresentou a alguns familiares (mãe, irmão e namorado) relembrando aquela situação e me agradecendo pela forma como conduzi o caso. Ainda complementou, informando que estava atuando naquela área específica. 
 
Conclusão: O que poderia representar algo negativo se transformou numa recordação  de algo especial! Hoje, num dia ʺpesadoʺ ela me enviou a foto daquela mensagem comentando que havia localizado junto às coisas da época da faculdade que guardava com carinho.
Valeu a pena! 
Creio que este seja um belo exemplo do nosso poder de Educar para Transformar.

E se você também tem um sonho, este livro te ajudará a dar o próximo passo.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,261,441SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Voluntários fazem ninhos de crochê e ajudam centros de reabilitação de animais selvagens do mundo todo

A canadense Katie Deline-Ray fundou a organização Wildlife Rescue Nests para ajudar centros de reabilitação de animais selvagens de Ontário. Mas, com a ajuda de...

Em 24 horas, vaquinha para ator que interpretou ‘Beiçola’ arrecada R$ 32 mil e bate meta

Como sempre, nossos transformadores foram incríveis e estão ajudando a mudar mais uma vida. Em 24 horas, a vaquinha da VOAA para o ator...

Desconhecida resgata crianças presas em enchente no Rio e cuida delas por uma noite

“Crianças que ela nunca viu, filhos de pessoas que ela não sabe quem são."

Esta mochila solar é capaz de armazenar luz para crianças da África estudarem a noite

Em comunidades de baixa renda na África do Sul, muitas crianças nem sequer têm o luxo de fontes confiáveis de luz. Além de ter...

Instagram