Homem Ambulância leva pacientes para hospital distante por conta própria

Entre Nepal, Butão e Bangladesh está a pequena cidade de Jalpaiguri, na Índia, onde a plantação de chá é o principal recurso da região.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

É assim que sobrevive Karimul Haqueque deixou de ser apenas um agricultor para se tornar um verdadeiro herói local.

Conhecido como “Homem Ambulância”, ele leva pacientes para o hospital distante por conta própria e auxilia nos primeiros socorros da comunidade.

O homem, de 50 anos de idade, começou as atividades após perder a mãe por falta de atendimento médico na vila Dhalabari, onde mora.

Depois da triste experiência de ir de porta em porta buscando ajuda, sem sucesso, ele decidiu que a partir de então não deixaria mais ninguém passar por tal situação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO



A bordo da moto financiada, transporta os desamparados há 14 anos até unidades de saúde.

A primeira vez que socorreu alguém foi durante o trabalho, quando um colega entrou em colapso nos campos de chá.

Karimul então o amarrou em suas costas e correu para o hospital com o intuito de salvar o funcionário.

Depois de 45 km percorridos, deu tudo certo!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A partir daí, nunca mais parou sua atividade e já chegou a socorrer pessoas em até 20 vilas da região de Bengala Ocidental, que carecem de recursos básicos, eletricidade, sinal de celular e até mesmo vias asfaltadas.

Com tanta experiência, o homem aprendeu a realizar procedimentos básicos e primeiros socorros ao ter contato com médicos locais, e também se dispõe a ir até áreas mais afastadas para montar pequenos postos de saúde sem cobrar nada por isso.



Ganhando cerca de R$ 240,00 por mês, Karimul sonha em ter uma ambulância equipada para atender a população e realizar ainda melhor essa nobre tarefa.

Por enquanto, conseguiu um bocado de ajuda financeira dos moradores que doaram dinheiro para terminar de pagar o financiamento da moto.

Os atos de compaixão e humanidade praticados por ele renderam o prêmio The Padma Awards, que antes era apenas direcionado a personalidades indianas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Super-heróis existem e são muito mais legais do que os das histórias em quadrinhos.

Fotos: Reprodução Site 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,646,763SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mulher queniana transforma resíduos de plástico em tijolos mais fortes que concreto

Em tempos de aquecimento global, há pessoas encontrando soluções cada vez mais criativas para o cimento, responsável por cerca de 8% das emissões globais...

Senhora de 93 anos se emociona ao rever carro que foi de seu marido

Adoramos contar histórias de amor que resistem ao tempo e ao espaço e essa, com certeza, é uma delas! Ela mostra uma senhora de...

Projeto conserta brinquedos de estudantes e doa para crianças carentes

O projeto atende crianças de projetos sociais, em Itararé, no interior de São Paulo.

Com uma simples caneta, artista de Gana retrata personagens negros históricos em traços perfeitos

Desenhar amplia os horizontes das crianças e, acredite, pode torná-las verdadeiras artistas. Com uma simples caneta azul, um artista de Gana retrata personagens negros...

Uma cidade sem calçadas ou semáforos, e funciona!

Já imaginou uma cidade sem calçadas ou semáforos? A primeira coisa que vem à mente é “caos”, mas foi o que a cidade de...

Instagram