Internautas se comovem com homem cego vendendo vassouras na rua e vaquinha criada bate meta!

André é deficiente visual e vende vassouras nas ruas do Rio de Janeiro para sobreviver. Dribla as ruas esburacadas com sua bengala, ao menos tenta, mas há outros perigos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Até mordida de cachorro André, 45 anos, já levou.

Esse vendedor ambulante faz parte do grupo de risco do coronavírus, criamos uma vaquinha na VOAA para ele ficar mais em casa e para reformar sua casinha. Clique aqui e contribua.

Ele perdeu a visão aos 18 anos por conta do trabalho duro na lavoura no interior do Espírito Santo.

Mudou-se para o Rio de Janeiro há 25 anos buscando tratamento para o problema, mas sem sucesso.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por VOAA – a vaquinha do Razōes (@voaa_vaquinhadorazoes) em

Há 5 anos ele trabalha vendendo vassouras na rua

A rotina de André é extremamente puxada: acorda cedo para vender as vassouras e tenta complementa o salário mínimo que recebe do Governo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Desde muito pequeno eu trabalhei na lavoura e por conta dos problemas químicos, acabou danificando meus olhos”, contou.

Vaquinha para André descansar e reformar a casinha que ralou para conseguir. Clique aqui e contribua.

Capixaba chegou no RJ para tentar tratamento

Nenhum médico deu a André a esperança de que ele poderia voltar a enxergar. Mas a vida precisava continuar.

“Então decidi ficar no Rio e fazer minha vida aqui. Sempre trabalhei e me virei.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

deficiente visual segurando vassouras
André vende vassouras para sobreviver. Foto: Arquivo pessoal

Seu sonho é reformar casinha que comprou com muito suor

Conversando com o André, descobrimos que seu maior sonho é reformar a casinha que está pagando com o dinheiro da venda das vassouras.

Consegue imaginar a quantidade de vassouras que esse guerreiro precisa vender? Não sei exatamente, mas com certeza muitas!

Gente, a casa é bem velhinha: falta banheiro com as adaptações necessárias para o André, e muitas outras manutenções, para finalmente André morar nela.

Por enquanto, ele mora de aluguel em outro imóvel.

casa velha
A casa é bem velhinha, precisa de um banheiro adaptado e outras manutenções. Foto: Arquivo pessoal

Quer dizer, André paga o aluguel dessa casa e as mensalidades da casa própria. A luta é dura!

janela casa velha
Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo pessoal

“Quero ir logo para a minha casinha, meu maior sonho”, diz.

Vamos ajudá-lo a reformar a casinha que lutou para conseguir? Clique aqui e contribua.

selo conteúdo original

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,429,587SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Que tal viajar o mundo ajudando pessoas e animais?

Querendo dar outro rumo para vida? Que tal viajar o mundo ajudando outras pessoas ou animais? Essa é a proposta do projeto Para Onde?, criado pela portuguesa Inês Ferrão, um...

Alunos plantam e colhem abóbora gigante de 50 kg e 1 metro em escola no DF

O que falar de uma abóbora gigante que foi plantada em novembro do ano passado e que foi colhida na semana passada pesando nada...

Gêmeas albinas paulistanas fazem sucesso na moda com sua beleza singular

Faltam adjetivos para descrever a beleza das gêmeas paulistanas Lara e Mara Bawar.

Cachorros de abrigo são adotados juntos porque não paravam de se abraçar

Chewbacca e CC adoram fazer TUDO juntos! Felizmente, eles foram adotados juntos e laço de amizade se manteve!

Senhor aprende a aplicar maquiagem para ajudar esposa

O gesto inspirou o maquiador de Kim Kardashian, que convidou o casal para participar de uma aula sua em Londres.

Instagram