Homem compra brinquedos e leva diversão a crianças carentes no ES

Clique e ouça:

Toda criança tem o direito de se desenvolver brincando, mas nem todas têm brinquedos para brincar ou onde brincar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O técnico de contabilidade Sandro Dolabella, 48 anos, sentia o coração cortar quando via crianças de comunidades carentes privadas desse direito. Foi então que ele decidiu criar o projeto ‘Criança Feliz Brinquedo Sim’, em 2001, na cidade de Cachoeiro do Itapemirim, Espírito Santo.

“No começo, o projeto chamava Natal Feliz Brinquedo Sim. Mas, a partir de 2011, começamos a fazer ações o ano todo, então o projeto passou a chamar Criança Feliz Brinquedo Sim. Precisamos ajudar crianças de famílias carentes, que não têm condições de comprar brinquedos e de brincar nos brinquedos”, contou Sandro em conversa com o Razões para Acreditar.

Só no Natal de 2017, o projeto atendeu 4 mil crianças de 27 comunidades carentes. O projeto distribuiu bolas para a meninada: 2 mil compradas com o dinheiro de uma rifa e 2 mil doadas por empresários.

homem compra brinquedos crianças carentes

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os pequenos também se divertiram muito no pula-pula inflável, cama elástica, piscina de bolinha, tobogã inflável e no futebol de sabão. Sandro e sua esposa, Elizabeth Dolabella, 42 anos, compraram os brinquedos com seu próprio dinheiro.

Todo final de ano, Sandro, ou “Irmão”, como é conhecido nas comunidades, pega seu 13º salário e compra brinquedos para o Criança Feliz Brinquedo Sim.

homem compra brinquedos crianças carentes

“Minha esposa é uma bênção. Tudo o que proponho, ela abraça imediatamente. Neste ano, por exemplo, ela comprou uma máquina de algodão doce para o projeto sem eu ter pedido. Nós temos o mesmo pensamento de ajudar o próximo”, lembra Sandro.

homem compra brinquedos crianças carentes

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele contou que não existe felicidade maior do que ver as crianças se divertindo nos brinquedos e que agradece à Deus pela ajuda que recebe de voluntários, empresários e de lideranças comunitárias, responsáveis por preparar o lanche (cachorro-quente, pipoca e algodão doce) das crianças.

homem compra brinquedos crianças carentes

“Minha felicidade é imensa e Deus tem enviado pessoas especiais para atendermos mais crianças”, destaca Sandro, com a humildade de quem reconhece que não faria sozinho tudo o que já fez, e continua fazendo, pelos pequenos, em 17 anos de história do projeto. “Agradeço de coração todos os voluntários e parceiros que acreditam no projeto”, completa.

homem compra brinquedos crianças carentes

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Recentemente, Sandro começou os trâmites para formalizar o projeto social como uma ONG. Além da festa de Natal, o Criança Feliz Brinquedo Sim realiza outras ações durante o ano, em escolas e creches, que vale a pena conhecer, clicando aqui, ou pelo telefone (28) 998859802.

banner

crédito das fotos: Reprodução/Facebook Criança Feliz Brinquedo Sim

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,051,030FãsCurtir
2,191,217SeguidoresSeguir
17,283SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Homem com deficiência humilhado por atraso de salgados se surpreende com apoio: “o telefone não para”

Coisa mais linda essa corrente de solidariedade, o Rafael tá sem acreditar! Rafael foi humilhado por um cliente que não aceitou o atraso da sua...

Cãozinho é reprovado em treinamentos da polícia por ser ‘dócil demais’

E essa carinha de: "Alguém brinca comigo, por favor!"?

Homem cria “restaurante” 24 horas para alimentar cachorros de rua

João Araújo mora em Palmas, no Tocantins e é gerente de uma loja de peças para motos. Ele sempre se preocupou com os cachorros de rua da...

“Eu quito!”, diz Tatá Werneck para seguidora que desabafou sobre dívidas na pandemia

A Tatá Weneck se ofereceu para pagar as dívidas de uma seguidora depois que ela postou um meme no seu Instagram. O meme é uma...

Jovem ‘zombada’ por vender sacos de lixo para ajudar a mãe não abaixa a cabeça

A estudante de enfermagem Clara Soares, 18 anos, vende sacos de lixo e panos de chão em Ceilândia (DF) para ajudar a mãe. Enquanto batia...

Instagram

Homem compra brinquedos e leva diversão a crianças carentes no ES 13