Início ETC Animais Homem compra tartarugas em mercado de carnes para devolvê-las ao mar

Homem compra tartarugas em mercado de carnes para devolvê-las ao mar

Ao ver duas tartarugas retiradas do mar, em Papua-Nova Guiné, na Oceania, sendo vendidas em um mercado de carnes, Arron Culling e seu colega Mark compraram os dois animais por 50 dólares para soltá-los de volta no oceano, impedindo que eles fossem mortos e virassem refeição.

[O Esdras é um protetor de animais e fez uma vaquinha para comprar um terreno para construir o abrigo e poder salvar ainda mais animais, vamos ajudá-lo? Acesse aqui.]

“Encontrei elas no mercado local”, escreveu Arron no Facebook. “As comprei por 50 dólares, dirigi por cinco quilômetros e deixei elas irem”. O post já tem mais de 78 mil compartilhamentos.

Veja as fotos:

homem-compra-tartaruga-01

homem-compra-tartaruga-02-450x600

homem-compra-tartaruga-03-450x600

homem-compra-tartaruga-04-450x600

via [Catraca Livre]

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

982,308FãsCurtir
1,677,508SeguidoresSeguir
8,217SeguidoresSeguir
10,900InscritosInscrever

+ Lidas

Designer da UFMG cria embalagem sustentável de pasta de dente que pensa fora da caixa – literalmente!

Um projeto acadêmico liderado por Allan Gomes, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), repensa a maneira como as embalagens são dispostas aos consumidores...

Mãe pede pizza só para ver o filho entregar no primeiro dia de trabalho

Lindo gesto de amor da mãe para incentivar o filho no novo trabalho!

Vizinhos cuidam da lavoura de família que busca tratamento para filhas

Essa é uma daquelas histórias para encher o nosso coração de esperança nesse início de ano. Mais de 100 pessoas fizeram um mutirão para...

Fotógrafo capta momento em que esquilo cheira flor amarela e imagem viraliza

As fotos foram publicadas no Instagram e Facebook há quase dois meses, mas só agora viralizaram na internet.

Pesquisadores do Paraná criam membrana capaz de desenvolver pele e ossos

O futuro da medicina está cada vez mais próximo do presente. No Paraná, pesquisadores da Universidade Estadual de Londrina criaram uma membrana que é...

Instagram