Homem que perdeu os pais e foi morar em abrigo hoje ensina crianças no Guarujá (SP)

Juramir tinha apenas 2 anos quando, de maneira súbita, perdeu o pai. Com a tragédia, ele deixou São Paulo para ir morar no Guarujá (SP) com a mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Infelizmente, pouco tempo depois, a progenitora faleceu também, deixando o menino sem família. O Estado então assumiu a tutela do garoto, que foi morar em um abrigo da cidade paulista.

Hoje aos 29 anos, Juramir Valentim da Costa – o Jura, como é chamado, – tinha tudo para escolher os caminhos mais adversos na vida. No entanto, ele sempre optou pelo caminho do equilíbrio.

Homem que perdeu os pais e foi morar em abrigo hoje ensina crianças no Guarujá (SP)

Infância no abrigo

Em entrevista ao portal Costa Norte, Juramir contou que sua vida começou a mudar para melhor aos 7 anos, quando ele ingressou no Centro de Atividades Educacionais e Comunitárias (Caec) Isabel Ortega de Souza, no Santa Rosa, para fazer aulas de natação, de onde nunca mais saiu.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Muitas pessoas me diziam que eu não seria nada na vida, mas estou aqui. Quando você vem de abrigo as pessoas te olham diferente, mas graças a Deus tenho orgulho de mim, da pessoa que me tornei”, comentou o paulistano, que hoje mora no bairro Jardim Helena Maria, é casado e pai de 3 filhos.

Mais de duas décadas após ingressar na Natação, Jura não atua mais na condição de aluno, mas de professor voluntário no Caec, onde também ministra aulas de tênis de mesa.

Docência e importância do Centro

Hoje, o Centro mantém 60 alunos ativos. Juramir estima ter dado aulas para ao menos 80 crianças e jovens desde que se tornou professor.

Seu principal objetivo, ele conta, é ensinar o esporte às crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social. “Por isso, digo aos meus alunos: se querem algo, acredite, pois um dia vocês vão alcançar”.

O professor também fez questão de reconhecer a importância do Caec em sua vida. “Se não fosse o Caec, certamente eu teria passado por muitos mais perrengues nessa vida. Aqui estou em casa onde vivo desde criança”, destacou, acrescentando que os centros comunitários fazem um trabalho de excelência no acolhimento da comunidade.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Sempre batalhei”

Desde meados da adolescência, Juramir já vendeu chup chup, confeccionou pipas, tomou conta de carros na rua… Atualmente, trabalha como motorista de aplicativo.

“Nunca fiz coisa errada, sempre batalhei”, afirma. Como jogador de tênis de mesa, o paulistano participou de diversos campeonatos, entre eles, os Jogos Abertos (2008 – 2º lugar); 2010 (3º lugar); 2011 (2º lugar) e também já teve a oportunidade de jogar como mesa-tenista profissional, Hugo Hoyama.

A cidade do Guarujá, no litoral paulista, mantém 7 Caecs na rede municipal de ensino, somando 10.300 alunos. São ofertados 10 monitores de curso e outros 2 monitores de esporte por Unidade.

O Caec Isabel Ortega, “lar” de Juramir, possui hoje cerca de 3.804 alunos matriculados, em 28 modalidades, entre atividades esportivas, culturais, educacionais e de geração de renda.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Costa Norte
Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,805,539SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

O homem que alimentou 1 bilhão de pessoas, mas nunca quis que ninguém soubesse

Há pessoas tão extraordinárias no mundo, algumas são famosas outras, pelas mais diversas razões, deixam os seus feitos icônicos como presente para a humanidade,...

Por que suas melhores ideias acontecem nos lugares mais improváveis

No mês passado, o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, compartilhou alguns conselhos questionáveis ​​sobre como se tornar um sucesso no trabalho: não vá...

Entregador que bateu em carro procura dono para pedir desculpas em BH

Após um longo e cansativo dia de entregas de refeições prontas por aplicativo, o entregador Warley de Oliveira Franco, 25 anos, estava voltando para...

“Pulseira” para pessoas com epilepsia avisa familiares caso o usuário convulsione

SIMMMM!!! Tecnologias novas para ajudar a salvar vidas, quão bom é isso? Na onda dos wearables, dispositivos “vestíveis”, como o Google Glass por exemplo,...

Instagram

Homem que perdeu os pais e foi morar em abrigo hoje ensina crianças no Guarujá (SP) 4