Homens na Holanda estão andando de mãos dadas em solidariedade à casal gay que foi atacado

Os homens holandeses decidiram mostrar solidariedade a um casal gay que foi brutalmente agredido na cidade de Arnhem e começaram a andar de mãos dadas em defesa dos direitos dos homossexuais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jasper Vernes-Sewratan relatou em seu Facebook que enquanto andava de mãos dadas com seu parceiro, Ronnie Sewratan-Vernes durante a noite, um grupo de adolescentes entre 14 e 18 anos os atacou, deixando o casal ferido. “Eles começaram a gritar: nojentos, bichas, essas coisas. Gritamos algo de volta e continuamos andando, mas eles vieram atrás da gente”, disse Jasper ao site holandês RTL.

Os agressores quebraram costelas de Jasper, assim como quatro dentes de Ronnie. Três adolescentes e um homem adulto foram presos no mesmo dia por suspeita de participação no ataque.

Na mesma semana, vários políticos e autoridades holandesas condenaram o ataque e responderam com um simples gesto de repúdio à homofobia: caminhar de mãos dadas, as imagens estão sendo feitas com o uso da hashtag #allemannenhandinhand.

casal gay
Alexander Pechtold, líder do partido D66, e seu companheiro de legenda Wouter Koolmees chegaram de mãos dadas a uma reunião em Haia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O político Alexander Pechtold, líder do partido D66, e seu companheiro de legenda Wouter Koolmees chegaram de mãos dadas a uma reunião em Haia para a formação de um novo governo na Holanda (foto acima). Depois disso, o primeiro-ministro do país, Mark Rutte, o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, o líder do partido GroenLinks, Jesse Klaver, e o ex-jogador de futebol Pierre van Hooijdonk, foram algumas das figuras públicas a aderir ao protesto e postar fotos de mãos dadas com outros homens em seus perfis nas redes sociais.

Policiais, bombeiros, atletas e até os membros da representação holandesa na sede da ONU, em Nova York, manifestaram seu apoio ao casal agredido e seu repúdio à homofobia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo site Opera Mundi, o premiê Rutte disse que o combate à violência contra pessoas LGBT deve sempre ser uma prioridade do governo, independentemente do momento político do país. “É terrível o que aconteceu”, afirmou. Klaver, do GroenLinks, disse ser “insano” que “ainda existam pessoas que acham que devem atacar outras pessoas” por sua orientação sexual. “Isso é bizarro, não é normal e não cabe na Holanda”, disse o político. Veja algumas das imagens publicadas:

 

Com informações de Opera Mundi / TVi24

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Dona Lupita, a vovó que aprendeu a ler e escrever aos 96 anos no México

A aposentada Lupita Palacios, matriarca da comunidade indígena Vicente Guerrero, no estado de Chiapas, no sul do México, aprendeu a ler e escrever aos...

Pesquisadores transformam leite materno em pó que pode ser distribuído pelo SUS

Uma inovadora pesquisa da Universidade Estadual de Maringá (UEM) demonstrou que o leite materno na sua versão em pó não perde nutrientes, podendo ser...

Menina dança hip hop em cima de cadeira de rodas e dá um show! [VÍDEO]

Lauren tem uma doença nos ossos e, por isso, precisa usar uma cadeira de rodas. Mas isso não a impede de dançar, e como dança! Veja o vídeo dela dançando hip hop: um show!

Estudantes constroem exoesqueleto para crianças com paralisia cerebral

Para a maioria dos adolescentes, férias de verão é quase sinônimo de produtividade. No entanto, os membros do clube de robótica da Granada Hills...

Presente de ano novo: médico perdoa a dívida de 200 pacientes com câncer

Cerca de 200 pacientes de oncologia da Arkansas Cancer Clinic começaram 2021 com um super presente: todos os seus débitos com tratamentos para câncer...

Instagram

Homens na Holanda estão andando de mãos dadas em solidariedade à casal gay que foi atacado 3