Homens na Holanda estão andando de mãos dadas em solidariedade à casal gay que foi atacado

Clique e ouça:

Os homens holandeses decidiram mostrar solidariedade a um casal gay que foi brutalmente agredido na cidade de Arnhem e começaram a andar de mãos dadas em defesa dos direitos dos homossexuais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jasper Vernes-Sewratan relatou em seu Facebook que enquanto andava de mãos dadas com seu parceiro, Ronnie Sewratan-Vernes durante a noite, um grupo de adolescentes entre 14 e 18 anos os atacou, deixando o casal ferido. “Eles começaram a gritar: nojentos, bichas, essas coisas. Gritamos algo de volta e continuamos andando, mas eles vieram atrás da gente”, disse Jasper ao site holandês RTL.

Os agressores quebraram costelas de Jasper, assim como quatro dentes de Ronnie. Três adolescentes e um homem adulto foram presos no mesmo dia por suspeita de participação no ataque.

Na mesma semana, vários políticos e autoridades holandesas condenaram o ataque e responderam com um simples gesto de repúdio à homofobia: caminhar de mãos dadas, as imagens estão sendo feitas com o uso da hashtag #allemannenhandinhand.

casal gay
Alexander Pechtold, líder do partido D66, e seu companheiro de legenda Wouter Koolmees chegaram de mãos dadas a uma reunião em Haia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O político Alexander Pechtold, líder do partido D66, e seu companheiro de legenda Wouter Koolmees chegaram de mãos dadas a uma reunião em Haia para a formação de um novo governo na Holanda (foto acima). Depois disso, o primeiro-ministro do país, Mark Rutte, o presidente do Eurogrupo, Jeroen Dijsselbloem, o líder do partido GroenLinks, Jesse Klaver, e o ex-jogador de futebol Pierre van Hooijdonk, foram algumas das figuras públicas a aderir ao protesto e postar fotos de mãos dadas com outros homens em seus perfis nas redes sociais.

Policiais, bombeiros, atletas e até os membros da representação holandesa na sede da ONU, em Nova York, manifestaram seu apoio ao casal agredido e seu repúdio à homofobia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo site Opera Mundi, o premiê Rutte disse que o combate à violência contra pessoas LGBT deve sempre ser uma prioridade do governo, independentemente do momento político do país. “É terrível o que aconteceu”, afirmou. Klaver, do GroenLinks, disse ser “insano” que “ainda existam pessoas que acham que devem atacar outras pessoas” por sua orientação sexual. “Isso é bizarro, não é normal e não cabe na Holanda”, disse o político. Veja algumas das imagens publicadas:

 

Com informações de Opera Mundi / TVi24

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,072,127FãsCurtir
2,422,376SeguidoresSeguir
20,187SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Desconhecidos dão vida nova a idoso que recebeu arroz com ração de cachorro para comer

A história de seu José Adan começou triste, mas terminou muito feliz. Ele é um senhor idoso que vive em situação de rua e...

Yaci e Yara, filhas de quilombolas, são capa da Marie Claire

Dona Maria Santana deve estar orgulhosa, afinal, suas duas filhas gêmeas, Yaci e Yara, estão conquistando o mundo da moda com sua beleza estonteante...

Em apenas 24h, vaquinha para menino que cuida sozinho da mãe doente arrecada mais de R$277 mil

Genteeee, que alegria! Em menos de 24h, batemos a meta da vaquinha para comprar uma casa para o menino José, 15 anos, a mãe...

Internautas impedem falência de camisaria de idoso e vaquinha arrecada mais de R$50 mil em menos de 24h

Genteee, conseguimos! Batemos a meta da vaquinha pro Seu Pedroso não perder sua pequena camisaria, que ele tem há 75 anos. A história do vovô...

Após vídeo viralizar, idoso recebe apoio de desconhecidos para salvar sua camisaria em SP

Apenas seis! Essa é a quantidade de camisas que o seu Odiney Pedroso, um senhorzinho prestes a completar 90 anos, vendeu desde o início...

Instagram

Homens na Holanda estão andando de mãos dadas em solidariedade à casal gay que foi atacado 13