Homofobia e transfobia agora são passíveis de prisão na Suíça

A Assembleia Federal da Suíça, parlamento bicameral constituído pelo Conselho Nacional, com 200 membros, e o Conselho dos Estados, com 46 membros, deu um passo adiante na demanda por direitos e proteções de pessoas da comunidade LGBTQ.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Um projeto de lei foi aprovado no Conselho Nacional, a câmara baixa do parlamento, e impõe pena de prisão a indivíduos homofóbicos ou transfóbicos. Na prática, a lei equipara a discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero ao crime de racismo na nação europeia.

Aqueles que forem considerados culpados por discriminar ou agredir qualquer cidadão por conta de sua orientação sexual ou identidade de gênero poderão ser condenados a até três anos de prisão em regime fechado.

Leia tambémSenado Federal abre consulta pública sobre a criminalização da homofobia no Brasil

O Conselho aprovou a mudança do Código Penal Suíço por 118 votos a favor a 68 votos contra. Um amplo arco de apoios foi construído entre progressistas, social-democratas e centristas contra a direita conservadora, garantindo a vitória.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A lei segue agora para o Conselho dos Estados, onde será ratificada. Especialistas afirmam que não deve haver oposição considerável contra a medida, facilitando sua confirmação.

“Vitória!”, disse Mathias Reynard, ativista e deputado suíço que lutou por uma década pela aprovação do projeto. “Um grande sucesso pelos Direitos Humanos!”, escreveu em seu perfil no Twitter.

“A homofobia não é uma opinião, é um crime. A vitória manda uma mensagem forte”, disse Mathias, que é membro do Partido Social Democrata.

O objetivo final dos social-democratas em prol da comunidade LGBTQ é aprovar em lei o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo na Suíça.

Leia tambémBrasileiros estão se oferecendo para trabalhar de graça em casamentos LGBTs

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Até o momento, a única jurisprudência aprovada foi a união civil entre pessoas do mesmo sexo, sem o entendimento de equiparamento de direitos do casamento heterossexual.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Revista Lado A

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,994,891SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Amigos há 7 anos descobrem que são irmãos separados há mais de 30 anos em Natal (RN)

Faz apenas alguns dias que Marcela Barbosa e Marco Medeiros descobriram que muito além de amigos de longa data, eles são irmãos biológicos que...

Whindersson Nunes pede a namorada em casamento durante gravação de vídeo para Youtube

Quem nos conhece aqui do Razões sabe que AMAMOS mostrar pedidos de casamento, é só dar uma pesquisada rápida que vocês vão achar vários,...

Homem ajuda amigo cego a ‘enxergar’ partida de futebol; vídeo

Um lindo vídeo que circula nas redes sociais mostra um homem ajudando seu amigo, que é cego, a 'enxergar' cada jogada de uma partida...

Estudante cria máquina que distribui água e ração para cães de rua em SP

Já mostramos aqui, aqui e aqui alguns lugares que adotaram a "geladeira comunitária" para evitar o desperdício e alimentar moradores de rua. Faltava uma...

5 histórias que vão fazer você acreditar que grandes mudanças são possíveis

Tem uma página no facebook chamada "Grandes Mudanças", e vendo o conteúdo voltado a inspirações, vi muita sinergia entre o RPA, pois  sempre falamos...

Instagram