Hospital realiza último desejo de paciente terminal de conhecer o mar e emociona

Separem o lencinho para conhecer essa linda história. 😢 Marcos Antônio, 29 anos, paciente do hospital público Carlos Macieira, de São Luís (MA), teve o seu último desejo realizado: conhecer de pertinho o mar. ❤

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Natural de Santa Inês, também no Maranhão, Marcos nunca havia ido à praia e aproveitou a troca de plantão para perguntar a uma das enfermeiras se o hospital poderia realizar o sonho de conhecer o mar.

Foi quando, na tarde da última quinta-feira (09), no mesmo dia que ele manifestou o seu sonho, a equipe do hospital se mobilizou para realizar o seu último desejo. Com direito ainda à água de coco e sorvete!

paciente terminal ao lado da equipe médica vendo o mar de São Luís
Foto: Reprodução/Instagram @saudegovma

Com diagnóstico de sepse (infecção) e neoplasia no intestino em estado avançado, infelizmente, na manhã desta última segunda-feira (13), Marcos faleceu.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também: Dona de café assume negócio de concorrente após saber que ele tem câncer terminal

“Era o mínimo que eu poderia fazer por ele. Como profissional, é um sentimento de poder dar um “tratamento”, já que naquele momento ele não sentia mais nada em relação à sua doença… estava simplesmente aproveitando cada segundo que tinha diante do mar”, relatou o diretor clínico do hospital, Luis Fernando Amorim Ramos Filho, ao Razões.

Força-tarefa para realizar o sonho do paciente

Marcos Antônio deu entrada no hospital no dia 3 de janeiro, com o seu quadro já avançado. Para que ele realizasse o sonho com segurança e qualidade, foi montada uma força-tarefa com equipe multiprofissional composta por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e psicóloga. Além disso, foi preciso uma autorização do hospital e a presença de um familiar.

Leia também: Idoso com câncer terminal realiza último desejo: beber cerveja com a família 🍻

“Logo cedo, na última quinta-feira, ele havia falado com à enfermeira Regina do seu sonho, então, passando nossa visita multidisciplinar em todos os leitos, ao passarmos pelo seu leito, ele voltou à expressar sua vontade e seu sonho. Foi quando prometi água de coco bem gelada e sorvete, com direito a sininho do sorveteiro. Então foi seu primeiro sorriso desde sua internação”, relembrou o doutor Luis Fernando.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Confira esse momento emocionante:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Sec. de Saúde do Maranhão (@saudegovma) em

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Agora sim posso dizer que realizei o meu sonho”

Em entrevista ao site Maranhão de Todos Nós, Marcos Antônio relatou emocionado que estava muito feliz.

“Eu já tinha vindo a São Luís outras duas vezes, mas não tive a oportunidade de conhecer o mar. É uma oportunidade única essa que estou tendo. Agora sim posso dizer que realizei o meu sonho.”

paciente em estado terminal relatando o desejo de conhecer o mar de São Luís
Foto: Reprodução/Instagram @saudegovma

Parabéns ao hospital por esse gesto tão bonito. Temos certeza que o Marcos se sentiu realizado! ❤ Desejamos de coração à família muita força nesse momento tão difícil.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fotos de capa: Márcio Sampaio/Maranhão de Todos Nós

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,289,873SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Como passar uma mensagem positiva às pessoas sem parecer piegas?

E se não precisássemos ser violentos? Mas como assim “precisar ser violento”? Em um mundo tão violento, alguém ainda precisa agir dessa maneira?! Talvez todos nós...

Samsung cria app que ajudará daltônicos a recalibrarem as cores de suas TVs

O app SeeColors é capaz de identificar o tipo e o nível de daltonismo do usuário e recalibrar as configurações de imagem de acordo com as informações fornecidas.

Ser drag queen é não temer o olhar dos outros

Rafael Mello pode se considerar corajoso por ter feito o que muita gente passa a vida inteira sem fazer: mergulhar em seu mundo interno.

Ator homenageia idosa que ele ‘adotou’ após sua morte por leucemia

Três anos atrás, o ator norte-americano Chris Salvatore, 34 anos, adotou uma senhora de 89 anos, Norma, que tinha leucemia e vivia sozinha. A idosa...

Aplicativo convida pais a criarem histórias com os filhos

O aplicativo gratuito Inventeca convida os pais a criarem histórias com os filhos.

Instagram

Hospital realiza último desejo de paciente terminal de conhecer o mar e emociona 2