Hospital filantrópico realiza mais de 500 mil atendimentos (humanizados!) por mês

Há mais de 70 anos, o Hospital da Baleia presta atendimento humanizado e de qualidade para a população de Minas Gerais. O lugar conta com 1200 colaboradores e quase 300 médicos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Contra toda sorte de dificuldades financeiras, a instituição filantrópica faz uma média de 500 mil atendimentos por mês, por meio de 25 especialidades médicas e seis centros de referência.

Cirurgia-Geral-5

“Cada sorriso que sai de um lábio leporino me dá razão para acreditar, assim como a gratidão de uma paciente com câncer em fase terminal ao trazermos maquiadoras profissionais para realçarem sua beleza”, diz Lorena Godoi, supervisora de comunicação do Hospital.

A instituição consegue manter suas atividades por meio de doações de pessoas físicas e empresas, na forma de boletos bancários, passando por doação online até o chamado “imposto solidário”. O Hospital da Baleia também conta com um time de voluntários.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Conheça mais o trabalho do Hospital:

Fotos: Divulgação

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,835,148SeguidoresSeguir
24,700SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ônibus-chuveiro leva banho de autoestima para moradores de rua na Alemanha

O ônibus-chuveiro nasceu a partir da ideia de um jovem alemão que já foi morador de rua.

Para realizar sonho de abrir empresa, jovem de 16 anos vende doce na rua

Wendell da Paçoca poderia ser mais um jogador da Seleção Brasileira, mas ele deu um chute certeiro no campo do empreendedorismo e já veste a camisa de craque em educação financeira.

Fotógrafo registra o cotidiano encantador de Ribeirinhos no interior da Floresta Amazônica

Em Julho de 2017 deixei tudo aqui em São Paulo pra ir morar por 30 dias com os Ribeirinhos no interior da Floresta Amazônica. Contando...

Mercur lança borracha feita com matérias renováveis e ideal para pessoas com baixa visão

A borracha LADO B é feita com cinzas de cascas de arroz, que foram queimadas para produzir combustível.

Qualificação profissional para refugiados da Venezuela: conheça o projeto da Tembici

O projeto “Novos Caminhos”, realizado pela Tembici em parceria com a ACNUR e o Instituto Aromeiazero, oferece curso sobre mecânica e negócios de bicicleta para refugiados venezuelanos.

Instagram

Hospital filantrópico realiza mais de 500 mil atendimentos (humanizados!) por mês 4