Médico fica depois do plantão para atender paciente idosa que aguardou horas em fila

Na manhã do dia 10 de setembro, Ana Paula Dsn, moradora do Rio de Janeiro (RJ), deu entrada com sua mãe de 64 anos no Hospital Albert Schweitzer, no Realengo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após todo o trâmite burocrático para receber o atendimento, ela e a mãe precisaram aguardar por três horas em meio a uma sala de emergência lotada de pacientes.

Eventualmente, o médico Marcel Netto Matheus chamou ambas para seu consultório. Ele pediu um exame de sangue, que ficou pronto após outras três horas de espera. “Hospital público do Rio de Janeiro é isso mesmo”, brinca Ana Paula.

Médico conquista paciente mãe aguardaram horas fila hospital
O jovem médico Marcel Netto Matheus. Foto: Reprodução/Facebook Ana Paula Dsn

Hospital lotado

O plantão de Marcel acabou às 19h. No entanto, provavelmente constrangido com tamanha fila de espera do hospital, permaneceu na instituição atendendo os pacientes. “Sempre atendendo de forma atenciosa e humanitária a absolutamente todos que aguardavam o atendimento”, diz a carioca.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Leia também:

Às oito da noite, Ana Paula e sua mãe conseguiram voltar ao consultório e mostrar o exame de sangue que ficara pronto quatro horas antes. “[Marcel] conversou comigo sobre o quadro da minha mãe e me tranquilizou da melhor forma possível. Ele poderia ir embora pois não era obrigado a atender mais ninguém, mas pelo contrário, fez seu trabalho da melhor maneira que poderia fazer”, relata.

Médico fica depois do plantão para atender paciente idosa que aguardou horas em fila 1
Hospital Albert Schweitzer. Foto: Reprodução/Google Street View

O atendimento empático e atencioso do médico conquistou Ana Paula e sua mãe. Agora, elas querem que essa mensagem chegue a ele. “Te agradeci e continuo agradecendo pela atenção e carinho que teve conosco, mesmo extrapolando seu plantão.”

“Agradeço também à sua família, por educarem um rapaz que escolheu cuidar da vida do próximo e com todo o carinho e atenção que ele tem empenhado. Mesmo com as dificuldades do nosso estado e governo”, complementou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Confira o relato na íntegra abaixo:

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,293,090SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem vê cãozinho se afogando e pula no mar para salvá-lo

Raden Soemawinata, de 20 anos, perdeu a avó há pouco tempo e estava cumprindo o último desejo dela: espalhar as suas cinzas na praia Brightbour,...

Ex-catador de latinhas é aprovado em processo seletivo da Prefeitura de Brusque (SC)

O catador de latinhas Mário Jorge Carneiro dos Santos, 58 anos, vestiu-se com a melhor roupa que tinha - um terno bege, camisa e...

Hospital cultiva alimentos frescos e os oferta a pacientes de baixa renda

A despensa comunitária também oferece gratuitamente outros alimentos industrializados, com o intuito de oferecer os nutrientes necessários às necessidades de cada paciente.

Resgate de cachorrinha cega que vivia numa pilha de lixo vai aquecer seu coração

Mal sabia Fiona que sua vida de lixo, abandono e falta de amor estava prestes a acabar. Em mais um dia escondida em uma pilha...

Imagens revelam regressão de câncer em paciente terminal com método 100% brasileiro

Os médicos e pesquisadores do Centro de Terapia Celular do Hemocentro, ligado ao Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, dizem que Vamberto está "virtualmente" livre da doença.

Instagram

Médico fica depois do plantão para atender paciente idosa que aguardou horas em fila 2