Aos 72 anos e após vencer um câncer, idosa é aprovada em 2º lugar no vestibular de federal

Aos 72 anos e após vencer um câncer, a dona Edicleia de Arruda Zanini foi aprovada em 2º lugar no vestibular da faculdade de Letras da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quem compartilhou toda orgulhosa a conquista da aposentada foi a neta Alice Siqueira. E é para ter orgulho mesmo conhecendo a trajetória da dona Edicleia, que, como todo “bixo” faz, pintou os braços e o rosto para celebrar sua aprovação!

Dona Edicleia precisou abandonar os estudos muito cedo. Começou a trabalhar ainda na adolescência para ajudar no sustento de casa. Também casou nova, aos 20 anos. Mãe de 3, se dedicou à criação dos filhos e só em 2013 retomou os estudos, no EJA (Educação para Jovens e Adultos).

idosa sorrindo braços cara pintada aprovação vestibular
Foto: Reprodução/Twitter @alicesiqueira

Vaquinha para Matheus, criança de 5 anos flagrada recolhendo livros do lixo. Faça sua doação!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Câncer adiou sonho do vestibular

Um ano depois de pegar o diploma do ensino médio, pensou em fazer vestibular. Porém, teve que adiar o sonho, mais uma vez. Após descobrir um linfoma, a aposentada foi forçada a parar de estudar para tratar o câncer. O tratamento terminou em 2018.

“Sempre tive vontade, mas faltou oportunidade. Precisei terminar o ensino médio em 2014, depois enfrentei um câncer, o que me fez adiar um pouquinho mais o sonho. Do ano passado para cá, melhorei e fiz o vestibular sem pretensão nenhuma. Tinha vontade, mas não esperava a aprovação”, contou.

Esse tempo que ficou sem pegar nos livros desanimou um pouco dona Edicleia. Ela só não desistiu de fazer a prova porque contou com a ajuda dos filhos e netos.

idosa sorrindo emocionada após aprovação vestibular segundo lugar
Foto: Reprodução/Twitter @alicesiqueira

Dona Edicleia é apaixonada por literatura clássica. Já leu muito Machado de Assis e José de Alencar. Isso ajudou idosa a fazer uma boa redação. “Eu tenho gosto pela literatura e acredito que agora irei adorar estudar letras. Amo os clássicos.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ainda assim, dona Edicleia não tinha muita esperança e por isso mesmo ficou surpresa quando viu o seu nome na lista dos aprovados. Nem conferir o e-mail para saber se tinha sido aprovada ela conferiu. Ficou sabendo através de uma de suas filhas, que pegou o resultado e chamou dona Edicleia para um almoço especialmente preparado para revelar a aprovação.

Dona Edicleia não vê a hora de começar a faculdade, já comprou inclusive um computador para acompanhar as aulas a distância.

Vaquinha para Matheus, criança de 5 anos flagrada recolhendo livros do lixo. Faça sua doação!

Inspiração

Alice publicou na sua conta do Twitter a foto da avó feliz da vida com a aprovação no vestibular. A fotógrafa conta que não imaginava que teria essa repercussão toda. Mas acabou que muita gente mandou mensagem dizendo que a história da dona Edicleia é realmente inspiradora.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“A publicação não foi algo pensada, mas espontânea. Era para compartilhar somente com os meus amigos, não imaginava a repercussão. Estamos em um momento com tanta negatividade e pensei que eles iriam gostar. Muitas pessoas depois vieram até mim e contaram que ela serviu de inspiração para as mães ou avós que estavam fazendo o EJA”, conta a jovem.

Até o momento, o post soma mais de 120 mil curtidas, quase 15 mil compartilhamentos e mais de 1 mil comentários.

Ah, gente não poderia ser diferente. Dona Edicleia prova que nunca é tarde para estudar!

Aproveite, então, para relembrar a história de um idoso que realizou o sonho antigo de fazer faculdade aos 90 anos!

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Estudante de moda cria agência focada no protagonismo negro

Editoriais de moda feitos inteiramente por pessoas negras e/ou da periferia, desde a fotografia, direção, styling, até os modelos. Essa é proposta da Black...

Após ser humilhado em semáforo, artista de rua recebe apoio de desconhecidos com vaquinha

É bem provável que vocês viram o vídeo de um artista de rua fazendo sua apresentação em um semáforo, quando, inesperadamente, um carro vai...

Dia Mundial das Doenças Raras incentiva conhecimento sobre o tema que afeta mais de 13 milhões de brasileiros

Para mostrar a importância de falar sobre doenças tão raras e tão pouco conhecidas, criou-se o Dia Mundial das Doenças Raras.

Bombeiro auxilia equipe médica a atender paciente surda em Libras: ‘Inclusão é essencial’

O bombeiro Walker Isaac de Sousa, 25, auxiliou uma equipe médica ao se comunicar em libras com uma paciente que tem deficiência auditiva na...

Toda mulher merece um elogio!

É fato que os homens raramente notam quando as mulheres mudam o visual. Afinal, quantas mulheres depois de ter passado horas escolhendo um vestido...

Instagram

Aos 72 anos e após vencer um câncer, idosa é aprovada em 2º lugar no vestibular de federal 2