Idosa de 62 anos lê pela primeira vez e se emociona; veja vídeo

Uma idosa de 62 anos teve uma reação emocionante ao conseguir soletrar, juntar as sílabas e ler a primeira palavra de sua vida.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dona Maria Nazaré da Conceição vive em Parnamirim (RN). Ela tenta aprender a ler e escrever há vários anos, mas sem ajuda de ninguém, não conseguia. Tudo isso mudou ao conhecer a psicopedagoga Izabel Silva, que trabalha na Escola Municipal Maria Cristina.

A psicopedagoga gravou um vídeo mostrando a Dona Maria lendo as letras ‘m’ e ‘o’, para em seguida formar o fonema ‘mo’. Depois, Dona Maria une as letras ‘l’ e ‘a’, emocionando-se ao descobrir que havia montado a palavra ‘mola’.

As duas ficam tão contentes naquele momento que caem na gargalhada!

Idosa lê pela primeira vez vídeo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Rejane Barbosa dos Anjos, filha de Dona Maria, conta que a mãe não teve a oportunidade de estudar quando era mais nova. “Teve muitas dificuldades na infância, teve que trabalhar muito cedo, como acontece com boa parte da população. Ela está tentando aprender a ler há muitos anos”, contou.

“Ela já passou por muitas escolas, mas nunca conseguiu aprender. E esse ano a escola conseguiu uma psicopedagoga que está ajudando. E depois de mais de vinte anos ela está conseguindo aprender as primeiras palavras”, comemorou.

Leia também: Idosa de 80 anos realiza o sonho de ler e escrever em Goiás

Maria Nazaré é viúva e trabalhou por muitos anos como empregada doméstica e faxineira. Ao longo da vida, incentivou os filhos a estudar. Rejane levou a sério os conselhos da mãe: atualmente é formada em Relações Internacionais e oferece aulas de reforço escolar em Parnamirim.

Dona Maria quer ‘voar mais alto’, agora que está se acostumando com as palavras da língua portuguesa. “O sonho dela é escrever uma carta para cada um dos filhos e quando terminar os estudos quer fazer faculdade”, concluiu a filha.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Assista ao vídeo da 1ª palavra lida pela idosa:

Educação, esporte e arte são fundamentais para a inclusão social de grupos vulneráveis, concorda? Conheça então três projetos que defendem essas causas, escolha a sua favorita, apoie e concorra a um super prêmio de R$ 1 milhão da promoção “Ganhou, Causou”, da Nestlé. Clique aqui e saiba como participar!

Fonte: SNB/Fotos: Reprodução/YouTube

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,277,197SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Coral Gay de Curitiba se apresenta em Igrejas para arrecadar mantimentos aos que precisam

Através da música, o Coral Gay de Curitiba abraça pessoas em busca de aceitação e amor. O coral surgiu há dois anos, ideia do músico...

Vovó de 89 anos lança site para vender bolsas e faz sucesso pelo mundo

A indiana Latika Chakraborty, 89 anos, exporta bolsas feitas a mão para o mundo todo.

Motorista de ônibus encontra passageira pelo Facebook e devolve troco

Em um post do Facebook, o motorista de ônibus Eder de Oliveira procura uma passageira que esqueceu de pegar o troco da passagem. Nilza...

Relembre as vaquinhas do Razões que marcaram 2019 e se emocione de novo!

Aiiii, e vamos nos despedindo aqui de um ano cheio de histórias lindas que tivemos o privilégio de fazer parte. São as nossas queridas...

Costa Rica é a primeira nação tropical a parar e reverter desmatamento

Após décadas de desmatamento, a Costa Rica continua a ganhar cobertura florestal e lucra com o uso inteligente dos recursos das florestas.

Instagram

Idosa de 62 anos lê pela primeira vez e se emociona; veja vídeo 3