Idosa de 89 anos tricotou 450 cobertores para cães de abrigo

É compreensível que um cachorro não consiga adaptar-se facilmente a um abrigo. Mesmo que o local possua pessoas carinhosas e cuidadosas, engajadas com o bem-estar desses animais, os cãezinhos ainda podem se sentir deslocados e ansiosos. O barulho dos outros cachorros, o excesso de ir e vir dos voluntários, a estrutura e até a comida são novidades para os novatos, que podem ficar nervosos em seus canis.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A Dog’s Trust (Cachorro Confia, em tradução livre), um abrigo para cães da Inglaterra, encontrou um excelente jeito de ajudar e dar mais conforto e aconchego para eles, pedindo aos seus voluntários para tricotar suéteres e cobertores sob medida especialmente para os filhotes.

Os cobertores artesanais combatem a irritabilidade e ansiedade dos cães por dar-lhes mais conforto e segurança, principalmente nas frias noites de inverno e outono que atingem a Grã-Bretanha.

Leia tambémQuase 200 pessoas vão a abrigos confortar cães durante fogos de artifício

A Dog’s Trust recebeu toneladas de doações desde que fez a chamada para doação de suéteres e cobertores artesanais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma idosa de nome Maisie Green, 89 anos, foi uma das doadoras engajadas do movimento. No entanto, ela foi além: doou mais de 450 casacos, suéteres e cobertores para o abrigo, muitos deles feitos à mão!

“Adoro tricotar e adoro cachorros, então isso combina maravilhosamente”, disse Maisie.

De fato, a Sra. Maisie tradicionalmente doa cobertores e suéteres três vezes ao ano para um centro de reabilitação de viciados em Basildon, uma cidade do interior da Inglaterra.

Ela conta que levava três dias para tricotar um cobertor e um dia para tricotar um casaco de cachorro, em média.

Leia tambémPais adotam o cão favorito da filha do abrigo onde ela é voluntária

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A família de Maisie a levou até a Dog’s Trust, onde entregaram à doação aos filhotes necessitados. Ela conta que é uma grande alegria fazer a doação e notar a felicidade dos cachorros do abrigo.

A gerente do abrigo, Lisa Cooper, contou que fica muito contente com o empenho de Maisie e agradecida pela doação.

“Maisie regularmente traz suas doações de malha e estamos muitos gratos por seu apoio. Com o frio dos meses de inverno realmente começando a nos atingir, eu sei que nossos cães estão muito satisfeitos em colocar os itens em bom uso – eles adoram se sentir mais confortáveis!”, escreveu a gerente no site do abrigo.

Confira abaixo algumas fotos dos filhotes do abrigo com suas roupas e cobertores novinhos em folha!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

#1

Idosa de 89 anos tricotou 450 cobertores para cães de abrigo

#2

Idosa de 89 anos tricotou 450 cobertores para cães de abrigo

#3

Idosa de 89 anos tricotou 450 cobertores para cães de abrigo

#4

Idosa de 89 anos tricotou 450 cobertores para cães de abrigo

#5

Idosa de 89 anos tricotou 450 cobertores para cães de abrigo

#6

Idosa de 89 anos tricotou 450 cobertores para cães de abrigo

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: Amo Meu Pet
Fotos: Reprodução / AMP

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,513,547SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

“Anjo de Manchester” salva crianças após atentado durante o show de Ariana Grande em Manchester

Na noite desta segunda-feira (22), um atentado ocorreu no final do show da artista norte-americana Ariana Grande, no pavilhão Manchester Arena, em Manchester, cidade da Inglaterra. Segundo...

Flanelinha de 52 anos é aprovado no vestibular da Unb

O flanelinha José Mário Silva dos Santos, 52 anos, foi aprovado no vestibular de uma das universidades mais importantes do país, a Unb (Universidade...

Vendedor de cachorro-quente é tão ajudado que pede para as pessoas pararem de doar

Joaquim Antônio é vendedor de cachorro-quente e quase sempre trabalhou na porta do Colégio Salesiano Sagrado Coração, em Recife (PE). Por causa da quarentena, teve...

A Finlândia irá se tornar o primeiro país a abolir a divisão do conteúdo escolar em matérias no mundo

Imagine uma cena como essa: A campainha toca, mas, em vez da aula de História, começa a aula de “Primeira Guerra Mundial”, planejada em conjunto...

Idosos se casam no ritmo de Festa Junina em casa de repouso em Pelotas

Os idosos se casaram no ritmo de 'festa junina', na casa de repouso onde vivem, em Pelotas (RS).

Instagram