“Quero muito aprender”, diz idosa que voltou a estudar aos 71 e inspirou filho a fazer o mesmo

No início deste ano, a aposentada piauiense Calorinda Rosa de Mesquita Silva, a Dona Calu, 71, pôde realizar um antigo sonho da época de menina: estudar para aprender a ler e escrever.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quando ela era criança, quase não havia escolas em Alto Longá, no norte do Piauí, e na região, o que dificultava seu acesso ao ensino. Aos 8 anos, Calorinda começou a ajudar os pais a cuidar dos irmãos mais novos, o que a afastou de vez da possibilidade de entrar na escola.

Desde então, seu sonho de ser alfabetizada ficou adormecido, mas nunca esquecido – tanto que após décadas, a idosa enxergou a oportunidade de enfim poder estudar.

"Quero muito aprender", diz idosa que voltou a estudar aos 71 e inspirou filho a fazer o mesmo

Uma vida de trabalho e dedicação à família

Em entrevista ao portal G1, Dona Calu contou que começou a trabalhar aos 13 anos, como costureira. Aos 25, casou-se, indo morar em Teresina. Ela e o marido, Etevaldo da Silva, estão juntos há quase meio século.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Aos poucos, construíram uma linda família, com 4 filhos, netos e bisnetos.

Nos últimos anos, sua vontade de aprender a ler e escrever só cresceu. “Eu tinha vontade, mas sempre deixei para as meninas que vinham morar aqui para que elas estudassem e eu ficava sem estudar. Passou algumas meninas por aqui, e algumas até se formaram. Teve a Valdirene, uma moça que veio aqui, e também meu sobrinho Celso, que veio pra cá com 13 anos para estudar”, explicou ela.

Incentivo dos filhos e netos

Ao iniciar os estudos a aposentada contou com o apoio unânime da família, especialmente do marido e de um dos filhos, que, inspirado pela decisão da mãe, também resolveu se matricular.

“Todo mundo da minha família me apoiou e me apoia a estudar. Ninguém foi contra. Todo mundo ficou sorrindo, e até o meu menino se matriculou também, só que ele não ouve bem e não concluiu os estudos”, disse Dona Calu.

Para uma das filhas, a Maria de Deus, é impossível não ficar orgulhosa de sua mãe.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Maria atua como coordenadora do projeto de alfabetização de adultos, que a idosa faz parte, e ao vê-la voltando a estudar, se disse muito feliz e inspirada.

“Para mim assim, é uma coisa gratificante, porque minha mãe sempre foi muito esforçada. Ela sempre foi um espelho para gente. Ela formou dois filhos sempre com muito esforço, então pra gente é uma coisa muito importante. Ela tá vivendo em prol de cuidar do meu irmão que deu derrame, e assim mesmo arranja tempo para estudar e ela tá muito interessada. Já disse que vai se formar”, disse.

"Quero muito aprender", diz idosa que voltou a estudar aos 71 e inspirou filho a fazer o mesmo

Primeiras experiências

Dona Calu estuda na Unidade Escolar Tomaz de Area Leão Filho, em Teresina (PI), que faz parte do Programa de Alfabetização de Jovens, Adultos e Idosos (Proaja).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Suas primeiras experiências na escola não poderiam ter sido melhores!

Ali, ela conta com o acompanhamento de uma neta, a professora Jéssica Marcelle, que faz o acompanhamento da turma de 18 alunos. São 3 aulas noturnas por semana.

“Eu vou para escola porque quero aprender. Quando o povo da rua me pergunta: ‘tá indo pra onde, Calu?’ eu respondo: ‘eu vou para escola’. É aqui pertinho da minha casa, é só atravessar a avenida ali. Vou sozinha”, contou Dona Calu, orgulhosa.

Com o passo dado rumo ao seu sonho, a idosa convidou diversas pessoas da região que não sabem ler e escrever a fazerem o mesmo.

“Chamei muita gente que não sabe ler para ir para escola. Algumas foram, tenho alguns amigos na sala de aula. Todo mundo se conhece”, completou.

Fonte: Costa Norte
Fotos: Layza Mourão/g1 PI

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM









Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,917,765SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jornalista provoca candidata no Peru com pergunta em francês e recebe resposta em quechua

Quem fala o que quer, ouve o que não quer! Durante  entrevista à emissora Fuente Latina, o jornalista e advogado Aldo Mariátegui, conhecido por sua posição de...

Cachorro ‘carente’ passa o dia na varanda de casa esperando a volta do seu tutor [VIDEO]

Em casa, nossos cães de estimação são como verdadeiras crianças: precisam de carinho, atenção e cuidados especiais. Por vezes, eles também podem desenvolver certos...

Este povoado no Acre tem a economia baseada em troca – e dá muito certo

O Acre existe sim! O antropólogo Roberto Rezende foi matar a curiosidade e decidiu conhecer um pouco mais dos habitantes da reserva extrativista de Alto...

Mais de 200 cães são salvos de eutanásia no maior transporte aéreo já registrado

O maior transporte aéreo de animais em uma mesma viagem.

Mulher dirige 10 horas para resgatar gata grávida que vivia nas ruas. Filhotes são uma fofura!

Uma gata chamada Harmony morava nas ruas do centro de Haliburton, em Ontário, Canadá. Quando perceberam que ela estava grávida, os moradores iniciaram uma...

Instagram

"Quero muito aprender", diz idosa que voltou a estudar aos 71 e inspirou filho a fazer o mesmo 3