Idoso fez mais de 700 doações de sangue em 49 anos e é homenageado em Salvador

Doação de sangue: Tudo o que você precisa saber para doar durante a pandemiaO Sr. Arnaldo com certeza é uma figura conhecida nos corredores da Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) e por um motivo muito lindo!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Durante 49 anos ele foi doador de sangue a acumulou mais de 700 registros na instituição! O reconhecimento da ajuda dada pelo aposentado veio a primeira vez através de um convite para ser garoto propaganda do Hemoba. Dessa vez, ele recebeu uma homenagem pela sua última contribuição para o banco de sangue do estado.

arnaldo doador de sangue
Seu Arnaldo doou sangue por 49 anos em Salvador — Foto: Reprodução/ TV Bahia

Sr. Arnaldo completa 70 anos, no próximo dia 22 e, por lei, não poderá mais doar sangue. E um dos maiores orgulhos dele é a carteirinha do antigo Instituto de Coleta de Sangue da Bahia (Colsan). No documento está o registro da data da primeira doação de sangue: 29 de janeiro de 1971.

“Foi um chamado de um colega meu porque o pai dele iria fazer uma cirurgia, e estava precisando de doadores. Fui fazer essa doação e, quando eu cheguei no antigo Hemoba, que se chamava Colsan, eu comecei a fazer perguntas ao médico que estava de plantão e ele me mostrou a importância da doação. Então, eu continuei”, disse o Sr. Arnaldo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A primeira doação do idoso foi em janeiro de 1971 — Foto: Reprodução/TV Bahia

Após a primeira doação, os registros continuaram. Nesses 49 anos, Arnaldo fez 294 doações de sangue e 444 de plaquetas. Pela estimativa do próprio Hemoba, Arnaldo deve ter ajudado cerca de 4 mil pessoas.

“É uma grande satisfação em saber que contribuí para salvador vidas”, comentou Arnaldo.

Leia também: Fotógrafo faz miniensaio gratuito para doadores de sangue em Belém (PA)

Última doação

Em sua última doação de plaquetas, no dia 15 desse mês, a equipe do Hemoba preparou uma surpresa! Ele recebeu uma placa de agradecimento que foi entregue pela médica que ele mesmo escolheu para o momento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Simplesmente emocionante. Eu agradeço muito ao Hemoba, a todos os presentes, a toda essa família Hemoba, agradeço de coração“, disse Arnaldo após receber a placa.

Ele ainda poderá fazer doações, mas não de forma voluntária. Agora é somente em casos especiais, onde ele receberá autorização do médico.

É uma despedida de uma vida de doação, não são muitas pessoas que doam. Nosso percentual em relação as pessoas que doam, é pequeno. Seu Arnaldo é um exemplo“, disse a Dra. Isabela Lago, médica do Hemoba.

Arnaldo mostra homenagem. | Reprodução: Google

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Outro médico da instituição, Dr. Fernando Araújo, disse que “Seu Arnaldo é um marco, não só pela regularidade, como o tempo de doação, a ponto de ele se sentir meio triste por chegar no momento em que só com a autorização médica que ele vai poder fazer doação“.

O Hemoba está precisando de novos doadores. De acordo com médicos da instituição, desde o início da pandemia, as doações caíram 28%. Você é um candidato elegível e mora em Salvador? Ajude nessa causa!

Veja também:

 

FONTE: G1 – Bahia

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,822,141SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Idoso hospitalizado recebe visita especial de sua calopsita em Votuporanga (SP)

No reencontro, o amor e a felicidade. A calopsita saiu da gaiola e foi diretamente para os braços do aposentado. Foram beijos, carinhos e muita alegria.

Madri terá o primeiro abrigo para idosos LGBT do mundo

A cidade de Madri terá o primeiro abrigo público para idosos LGBT do mundo.

Aplicativo francês visa expandir ajuda para os moradores de rua

Muitas vezes, as pessoas querem se envolver em causas e ajudar ao próximo, mas não sabem por onde começar. Com a tecnologia agindo a...

Mãe cria cenários interativos com giz de cera para entreter filhas na quarentena

Uma mamãe norte-americana apostou no giz de cera para entreter suas duas filhas em idade escolar em meio à quarentena provocada pelo Covid-19. Stacy Lazzara,...

Instagram