Isolado em casa, idoso de 76 anos realiza sonho de infância e aprende a tocar piano

Desde que tinha 14 anos, o seu Carlos sonhava em aprender a tocar piano. Hoje, aos 76 anos, isolado em sua casa, o idoso aposentado realizou seu sonho de longa data e surpreendeu o filho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O piano, conta Carlos Luiz, virou seu melhor amigo nos dois meses em que está em quarentena na sua casa, em Campo Grande (MS).

Desde o início de março, a rotina do idoso mudou pouco: ele acorda, se alimenta, toma um banho e se prepara para o que chama de “encontro diário”, no qual toca canções em videochamada para seus filhos, netos e amigos.

idoso isolado em casa realiza sonho infância aprende tocar piano
Foto: Reprodução / G1

Ajude asilo que foi alagado se reerguer para abrigar os mais de 30 idosos. Clique aqui e saiba como ajudar!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Antes da pandemia meu pai passava 15 dias comigo e os outros 15 com a minha irmã, em São Paulo. Ele mora lá e, desde que começou tudo, passou a ficar isolado no apartamento, principalmente, porque a minha irmã tem filhos pequenos. Meu pai é do grupo de risco e ainda está em tratamento contra um câncer, é a única coisa que o faz sair de casa, então, vê-lo tocando piano, foi algo que me surpreendeu e me deixou muito orgulhoso dele”, afirmou o delegado e professor universitário André Matsushita Gonçalves ao portal G1.

Quando o isolamento começou, os filhos do seu Carlos ficaram muito preocupados com o pai, uma vez que ele não teria qualquer ocupação.

Participe do nosso canal no Telegram e receba todas as matérias e novidades do Razões, clique aqui.

“Nós passamos o final do ano juntos, estivemos na praia e depois o diagnóstico do câncer no pulmão o deixou muito triste. Aliado a tudo isto, ainda tinha o fato dele estar no epicentro da doença no Brasil e ainda tinha parado de fazer esportes, algo que ele gostava bastante. Só que aí veio o piano e ele me surpreendeu tocando Asa Branca e até Beatles”, comentou.

O primeiro professor do idoso foi um dos netos, que o fez reavivar seu sonho de longa data.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Antes do isolamento, fui ver um conserto do meu neto, que estava aprendendo bateria e, na ocasião, relembrei do meu sonho, que era de aprender a tocar piano. Isso com 14, 15 anos. Falei para professora dele e ela me surpreendeu com a resposta: ‘Podemos começar amanhã?’. Foi aí que eu peguei o contato dela e disse que ia pensar com calma”, relembrou o vovô.

Há dois meses, seu Carlos finalmente se matriculou em uma escola de música.

“Eu tinha aula uma vez por semana e, em seguida, foi decretada a pandemia. A escola então fechou e a dona me ofereceu de levar o teclado para casa. Pouco tempo antes, o diagnóstico do câncer tinha me deixado mal, péssimo. Só que daí eu percebi que não adiantaria ficar em depressão e decidi dar uma virada na minha vida. A doença foi controlada e eu ocupo o meu tempo tocando e até escrevendo contos”, ressaltou.

idoso isolado em casa realiza sonho infância aprende tocar piano
Foto: Reprodução / G1

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

O pianista conta que os vizinhos não se incomodam com seus treinos diários, pelo contrário. Além disso, eles fazem compras para que Carlos não precise se expor fora de casa.

“Eu faço a aula online uma vez por semana e depois treino todos os dias, é algo que me ajuda muito. Estou isolado, então, é algo que faz bem pra alma e estou tendo esse prazer de estar evoluindo cada vez mais. A própria escola me pediu vídeos, então, aproveitei pra mandar para os meus filhos e fico aqui superando cada desafio que eles me propõem”, comentou.

Questionado sobre o período de isolamento social, ele manifesta a preocupação dos idosos serem os mais atingidos, inclusive aqueles que não cuidam da saúde mental.

Precisamos ocupar a cabeça, é claro que essa pandemia nos leva pra baixo, nos leva a pensar no pior. Eu sinto muita falta do contato com meus filhos, netos, amigos, do abraço destas pessoas, então vejo que esta é uma maneira de ocupar parte das 24 horas que temos e recebemos de presente todos os dias”, finalizou.

Canal Coronavírus: veja boas notícias, vagas home-office e como ajudar pequenos negócios clicando aqui.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: G1

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,824,688SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mapa interativo mostra onde encontrar feiras orgânicas em todo o Brasil

Se você tivesse opções mais acessíveis, tanto de valor quanto de local, para consumir produtos orgânicos, você não o faria com mais frequência? É exatamente...

Mulher vence medo e doa rim para salvar a vida da prima (DF): “Ela se tornou uma irmã”

Talita Cunha teve medo por conta de todos os riscos que envolvem uma cirurgia, mas o medo de perder a prima, Raffaela Santana, era...

Após namorar por cartas, casal constrói casamento de quase meio século em MT

O casal namorou por cartas durante um ano e o primeiro beijo foi embaixo de uma árvore.

Primeira roupa 100% biodegradável pode ser usada como adubo

Já existem diversos tipos de tecidos feitos de fibras naturais, como o algodão. Pporém, as peças possuem aspectos como  corantes, botões e etiquetas que os...

Voluntários levam carinho e afeto para bebês ‘viciados em drogas’

Quanto mais carinho os bebês recebem, menos medicamentos eles precisam tomar para controlar os sintomas da abstinência,

Instagram