Idoso leva lanche para pessoas que buscam auxílio emergencial: “Sofro com elas”

A cena de pessoas passando horas na fila para conseguir o auxílio emergencial do Governo na Caixa Econômica Federal na Praia Grande (SP) sensibilizou o aposentado Gernivaldo Siqueira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ele resolveu agir! 👏

Todos os dias, Gernivaldo, 65 anos, pega sua bicicleta e pedala até as unidades do Boqueirão e Aviação para distribuir gratuitamente chá, água, leite com chocolate, bolachas e pão com manteiga.

“Essas pessoas sofrem muito. Não conseguem a informação correta. Parece que eu sofro junto com elas, principalmente pessoas idosas, que têm dificuldade de mexer com mídia. Foi por isso que eu tomei a iniciativa de fazer um pouquinho. Farei quantas vezes for preciso”, conta Gernivaldo.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Razões Para Acreditar (@razoesparaacreditar) em

Baianas que vendem acarajé passam por grandes necessidades e precisam da sua ajuda. Clique aqui e doe.

“Tem pessoa que vive num mundo de tristeza e um gesto faz ela sorrir”

Ele começa a preparar o lanche bem cedo. Abastece a caixa térmica que fica sobre sua bicicleta, coloca a máscara de proteção e segue para o seu destino.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Quando a gente faz um ato, não importa o tamanho, você consegue levar vida pra pessoa. Um pedaço de pão, um copo de achocolatado, faz a pessoa sorrir. Tem pessoa que vive num mundo de tristeza e um gesto faz ela sorrir. E eu consigo sorrir junto com ela.” 😭

idoso levando lanche pessoas auxílio emergencial caixa econômica federal
Gernivaldo leva lanche para pessoas que buscam auxílio emergencial do Governo na Caixa Econômica Federal na Praia Grande, litoral de São Paulo. Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau

No início, Gernivaldo pagava do próprio bolso os itens do lanche. Mas com a repercussão da boa ação nas redes sociais, começou a receber doações.

“Alguns amigos começaram a fazer doação e não faltou até hoje. Quanto tá acabando o leite, vem um e faz a doação. Quando zera tudo, eu vou lá e compro, sabe? Mas eu não tenho gastado muito do meu recurso, mesmo porque ele é pouco”, explica.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Baianas que vendem acarajé passam por grandes necessidades e precisam da sua ajuda. Clique aqui e doe.

“Quando a pessoa consegue doar, ela se liberta!”

E sabe o que Gernivaldo mais quer? Inspirar mais gente a estender a mão para quem mais precisa.

Seja distribuindo lanche para pessoas que buscam auxílio emergencial ou com o Bazar Solidário que ele realiza.

“Esses dias eu levei o meu Bazar Solidário pra rua. Conseguimos arrecadar roupas e fazer as doações. Muita gente levou camiseta, calça, bermuda. Foi muito bom! Se você tem roupa em casa que não usa, passa pra frente. Vai vir outra nova. Quando a pessoa consegue doar, ela se liberta!

idoso levando lanche pessoas auxílio emergencial caixa econômica federal
Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau

O Razões tem seu próprio podcast para espalhar boas notícias, ouça os episódios na sua plataforma favorita clicando aqui.

Sonho

“Eu tenho o sonho de montar um abrigo para pessoas em situação de rua. Onde eu possa estar mais próximo dessas pessoas e libertá-las de vícios. É um trabalho que eu já faço. É difícil, mas nada que o amor não consiga.”

Que pessoa incrível, gente!

Quem puder ajudar o Gernivaldo pode falar com ele pelo Instagram ou por WhatsApp: (13) 99648-2807.

selo conteúdo original

 

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,850,069SeguidoresSeguir
24,964SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Mini-documentário conta alegrias e tristezas de idosos de asilo

Os acadêmicos Richard Alecsander Reichert, Aline Axt Vieira, Letícia Iglesias e Gabriel Cardoso do curso de Psicologia da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI),...

Médico negro atende mulher negra e reafirma a importância da representatividade

"Obrigado por me dar a honra de presenciar esse momento da sua vida, Dona Eunice."

Cãozinho salva dono após usar smartphone e ligar para a emergência

Um cãozinho foi alçado à herói após salvar seu dono, um ex-fuzileiro naval dos Estados Unidos, ligando várias vezes para o serviço de emergência...

Avô cria a casa na árvore mais incrível que já se viu para os 2 netos

Após dedicar sua vida sendo empreiteiro, nada mais justo que o avô Jay Hewitt usasse seus talentos para criar o que deve ser a...

Brasileira de 16 anos vai para a Academia de Voo da NASA

A brasileira Lara Campos, 16 anos, ganhou uma bolsa de estudos para participar de um programa na Academia Nacional de Voo Americana. A estudante do...

Instagram

Idoso leva lanche para pessoas que buscam auxílio emergencial: "Sofro com elas" 2