[VÍDEO] Idoso passeia com porquinhas em coleira e vira sensação em Santa Catarina

0
1133
Seu Zé e neto Davi passeiam com porquinhas em rua de terra
Com vocês, Pintadinha e Ruivinha! Foto: NDMais

José Lemes, 69 anos, mais conhecido como ‘seu Zé’, passou a fazer o maior sucesso pelas ruas de Chapecó (SC) desde que adotou suas duas porquinhas, Pintadinha e Ruivinha, passeando com a duplinha pela vizinhança.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Elas foram adotadas quando tinham 45 dias de vida e já não se alimentavam mais no peito da mãe. Hoje, as duas estão grandes, pesando quase 30 kg cada, mas ainda são tratadas como bebês. É fofura demais!

Ao lado da casa do seu Zé, tem um riacho onde as porquinhas passam a maior parte do dia. Ao anoitecer, elas se ajeitam em seu chiqueirinho e descansam para o dia seguinte. O Davi, netinho do seu Zé, adora visitar as porquinhas de vez em quando. 🥰

porquinhas prontas para tomar banho antes passeio
As porquinhas Pintadinha e Ruivinha prontas para tomar um banho antes do passeio. Foto: NDmais

“Cuido das porquinhas e depois vendo, mas apenas para quem não for comer elas (sic), porque tenho dó, pois cuido com tanto carinho. Essas duas pretendo vender logo, porque elas já estão muito fortes para eu passear”, conta seu Zé.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Até vídeo deles passeando com a Pintadinha e a Ruivinha fizeram. Olha só!

Afinal, é possível ou não adestrar esse tipo de animal?

Segundo o adestrador e zootecnista Vagner Ribeiro, é possível SIM! Aliás, é o mesmo método usado para pets como cachorros e gatos. Se o animal realiza uma ação, ele é recompensado com petiscos.

Fonte: NDMais


Quer conhecer uma história inspiradora? Dá um play!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.