Igreja usa o dízimo para quitar dívidas de 48 famílias de sua congregação

A IgrejaWorship Center Christian Church”, que fica no estado do Alabama – EUA, usou seus recursos financeiros para quitar dívidas de 48 famílias de sua congregação. Cerca de 41 mil dólares foram usados de forma generosa para que estas famílias possam ter um novo começo, longe das dívidas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O dinheiro doado foi o mesmo dinheiro que a instituição recebeu de doações de seus fiéis e a ideia foi do pastor presidente, Vanable H. Moddy, que afirmou que através deste ato pretende ser as “mãos e os pés de Jesus”, para aqueles que enfrentam adversidades: “Nós sentimos o chamado para erradicar essas dívidas, porque queremos dar às pessoas um novo começo e ajudá-las a sair deste buraco”.

A Igreja já trabalha há algum tempo ajudando os mais necessitados, realizando trabalhos para pessoas desabrigadas, visitando prisões na região e distribuindo alimentos. O pastor, que costuma dar alguns sermões relacionados à gestão financeira, explica o porquê considera sua atitude importante: “Tivemos uma série de mensagens que ensina sobre as finanças, e uma das mensagens direcionadas foi sobre a importância de viver livre de dívidas. Nesta mensagem, tratei com a dor que a dívida realmente provoca nas pessoas e prejudica a qualidade de vida de diferentes maneiras”.

As famílias ajudadas pela Igreja também receberam aulas sobre gestão financeira e a partir de agora poderão viver com a paz de quem não tem nenhuma dívida para quitar. Vanable disse que começou a prestar atenção e viu que muitas famílias no estado do Alabama estão com problemas financeiros, então além de sua igreja oferecer aulas, ele achou que poderia fazer algo a mais, os ajudando a “sair do buraco”: “Nós sentimos o chamado para erradicar essas dívidas, porque queremos dar as pessoas um novo começo e ajuda-las a sair deste buraco”.

Recentemente, o Alabama aprovou uma lei que permite que os credores possam quitar suas dívidas nos bancos, com taxas mais baixas. É importante salientar que o pastor não estava em busca de uma solução de curto prazo, pois foi à procura das famílias que estavam endividadas há bastante tempo e entendeu que elas precisavam de conselhos e aulas de educação financeira. Após quitarem suas dívidas, essas pessoas participaram de workshops de finanças, para que de fato, possam nunca mais contrair dívidas e passar os ensinamentos aos seus filhos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No Brasil, um pastor evangélico resolveu investir o dinheiro dos dízimos e ofertas de uma maneira totalmente diferente, com ajuda dos fiéis ele construiu dezenas de casas populares para famílias carentes.

Com informações de AOL

Foto: divulgação Worship Center Christian Church

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,844,630SeguidoresSeguir
24,858SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Pesquisadores da UnB desenvolvem tecnologia que ajuda paraplégicos a pedalar

É muito gratificante ver como 2020 trouxe pesquisas maravilhosas e que promovem mais acessibilidade às pessoas com deficiência. Dessa vez, um grupo de pesquisadores da...

Mãe e filho de 4 anos distribuem refeições veganas para moradores de rua de NY

Os moradores de rua de Nova York estão um pouco mais aquecidos mesmo diante do rigoroso  inverno atual, tudo isso porque uma mãe e...

Doritos Rainbow bate meta de R$100 mil arrecadados para a Casa 1 dias antes do prazo

A campanha “Mais Cores. Mais Diversidade.“Mais Empoderamento”, da parceria entre Doritos Rainbow e a ONG Casa 1 já bateu a meta de R$ 100...

Noiva com câncer terminal faz vaquinha para se casar: “Ele nunca saiu do meu lado”

As pessoas se solidarizaram e ajudaram a bater a meta inicial da vaquinha.

Ela mostra que pessoas com deficiência não tem “cara”, mas sonhos e conquistas

Taís gosta de ver o céu estrelado, de estar com a família, com os amigos, de dar risada, de bater um papo. Ela cursa Pedagogia e a deficiência não a define.

Instagram

Igreja usa o dízimo para quitar dívidas de 48 famílias de sua congregação 3