Ilha no Japão recicla e reutiliza 80% dos resíduos que produz

Desde 2003, os moradores de Kamikatsu, Japão, adotaram sem dúvida o programa de reciclagem de resíduos sólidos mais rigoroso do mundo.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Kamikatsu é um vilarejo de 2.000 habitantes situado em uma região relativamente isolada do Japão. Em 2001, o poder público local decidiu diminuir as taxas de incineração dos resíduos domésticos na cidade por meio da implantação do programa Zero Waste Academy.

Os moradores da cidade passaram a separar seus resíduos em 34 tipos diferentes, que são levados a um posto de coleta pelos próprios cidadãos, em vez de serem recolhidos de maneira tradicional (apenas idosos sem carro estão isentos desta responsabilidade).

Como as casas estão localizadas em terreno montanhoso e a grandes distâncias umas das outras, a coleta com caminhões seria economicamente inviável. Além disso, há subsídios para a compra de material para compostagem, que é estimulada pela prefeitura. No próprio centro de coleta há uma feira de trocas e artesanato feito a partir daquilo que é trazido.

Cronograma do programa de resíduos

• 2001: Começa um programa de reciclagem na cidade que divide os materiais recicláveis em 34 tipos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

• 2003: Declaração da adoção de um programa “Zero Waste” na cidade

• 2005: Criação da “Zero Waste Academy” na cidade, como instituição de pesquisa e troca de idéias para encontrar soluções para a questão dos resíduos

• 2006: A “Zero Waste Academy” de Kamikatsu bate a marca de 3.000 visitantes

Resultados

• Foi criada a “Zero Waste Academy”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

• Três outras cidades japonesas anunciaram os mesmos objetivos que Kamikatsu, tomando-a como exemplo: Minamata, Oki e Hayama. A taxa de reciclagem da cidade, que era de 55% em 2000, agora gira em torno de 80%, sem levar em conta a compostagem doméstica.

Dê uma olhada:

facebook

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

GD8201644@Sonae-Fujii-of-the-Ze-320

Masaru Goto, 73, stacks up crushed aluminum cans as part of his daily chores at the waste disposal site in central Kamikatsu Town in Shikoku, Japan on July 22, 2008. The town, whose residents number just over 2,000 people, has implemented a waste recycling policy that aims at eliminating waste entirely within the next 12 years and employs retired local residents to care for the waste disposal center. Photographer: Robert Gilhooly

A container is assigned for plastic tops at the waste disposal site in central Kamikatsu Town in Shikoku, Japan on July 22, 2008. The town, whose residents number just over 2,000 people, has implemented a waste recycling policy that aims at eliminating waste entirely within the next 12 years and employs retired local residents to care for the waste disposal center. Photographer: Robert Gilhooly

JAPAN-ZERO-WASTE-6049

Masaru Goto, 73, sweeps up as part of his daily chores at the waste disposal site in central Kamikatsu Town in Shikoku, Japan on July 22, 2008. The town, whose residents number just over 2,000 people, has implemented a waste recycling policy that aims at eliminating waste entirely within the next 12 years and employs retired local residents to care for the waste disposal center. Photographer: Robert Gilhooly

Sonae Fujii of the Zero Waste Academy in Kamikatsu stands next to containers filled with waste ready for recycling at the Hibigaya Waste Station in central KamikatsuTown in Shikoku, Japan on July 22, 2008. Photographer: Robert Gilhooly

A resident disposes of cardboard boxes at the waste disposal site in central Kamikatsu Town in Shikoku, Japan. The town, whose residents number just over 2,000 people, has implemented a waste recycling policy that aims at eliminating waste entirely within the next 12 years and employs retired local residents to care for the waste disposal center. Waste must be divided up into 34 categories. Photographer: Robert Gilhooly

Com informações de iBahia.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,640,029SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Anônima paga refeição de 25 bombeiros como agradecimento pelo trabalho deles

Os bombeiros lamentaram por não conseguir agradecer a mulher.

Após superar câncer, empresária cria cerveja para pacientes em quimioterapia

Indivíduos diagnosticados com câncer podem recorrer ao processo de quimioterapia em busca da eliminação da doença. No entanto, o tratamento é considerado bastante invasivo e...

Depois de tirar 2ª via de RG, desempregado descobre verbas do FGTS e que tem o direito a aposentadoria

O pedreiro "Genaro", como é mais conhecido em Campinas (SP), tirou a segunda vida de seu RG, e com isso foi até uma agência...

Menina faz campanha para confeccionar perucas para mulheres com câncer

A menina estava preocupada com a falta de confiança e baixa autoestima de mulheres que sofrem com a doença.

Cliente usa gatinho para fazer pedido de forma inusitada e história viraliza

Criatividade. Foi isso que motivou Leonardo a criar um jeito um tanto quanto inusitado para realizar um pedido em um restaurante. A ideia era...

Instagram