Com impressão 3D, brasileiro cria próteses infantis que resgatam a autoestima das crianças

Nascer sem ou eventualmente perder algum membro do corpo ao longo da vida é complicado para pessoas de qualquer idade. Mas sempre há uma maneira de tornar a situação melhor. Em São Paulo, o engenheiro mecatrônico e empreendedor Thiago Jucá usa a impressão 3D para criar próteses temáticas infantis que resgatam a autoestima e a autonomia das crianças.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fazendo uso de personagens como O Homem de Ferro e a boneca Barbie, Thiago incorpora elementos e cores para fabricar próteses personalizadas em plástico ABS, feitas na impressora 3D. Isso resulta não só em um utensílio lúdico mas também de baixo custo, com valor final entre R$ 800 e R$ 1.500, números bem inferiores às importadas e feitas em outros materiais, que podem chegar a R$ 370 mil.

Com impressão 3D, brasileiro cria próteses infantis que resgatam a autoestima das crianças

O jovem de 26 anos começou a produção em outubro de 2016 e atualmente atende não só a garotada, mas também adolescentes e adultos. Além de criar próteses por encomenda, também acaba ajudando famílias que não têm recursos financeiros para comprá-las. É o caso de Vanclever Machado Vila Nova dos Santos, o Pepi, que mora em Minas Gerais. Aos 13 anos, não só ganhou uma prótese inspirada no Homem de Ferro como também o insight para o início da Protesis, startup de Thiago.

Por morarem em cidades diferentes, todo o processo de produção foi feito à distância, através de fotografias do braço de Pepi. “A gente nunca tinha conseguido a próteses por falta de recursos financeiros. Depois que ele ganhou a prótese percebemos o quanto ele tinha dificuldade em algumas coisas e tudo ficou mais simples”, declarou a mãe, Dorca Rodrigues Machado, ao UOL. O garoto afirmou que a sensação de ter o braço foi algo que sempre quis. “Quando ganhei, me emocionei. Agora é muito mais fácil pegar um copo de água e outras coisas”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com impressão 3D, brasileiro cria próteses infantis que resgatam a autoestima das crianças

Impressão 3D mais acessível

Além dele, a capixaba Isabelly Francini da Silva Teixeira, de 7 anos, também mudou sua vida por causa da doação feita por Thiago e com ajuda da impressão 3D. Depois de perder a mão num acidente, escreveu uma carta ao Papai Noel pedindo ajuda. Numa ação do Correios, o engenheiro soube da história, desenvolveu uma prótese inspirada na Barbie, se vestiu de bom velhinho e entregou-a para a menina, que ficou feliz da vida e já não sente mais vergonha de sair de casa.

Com impressão 3D, brasileiro cria próteses infantis que resgatam a autoestima das crianças

Todas essas ações só podem ser feitas com o dinheiro arrecadado através de financiamento coletivo. Quem puder doar para fazer mais crianças e adolescentes felizes, basta acessar o site da empresa. Já aos que precisam e podem pagar, basta encomendar uma prótese – para dedos, braço, antebraço ou mão – também pela internet.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com impressão 3D, brasileiro cria próteses infantis que resgatam a autoestima das crianças

Com impressão 3D, brasileiro cria próteses infantis que resgatam a autoestima das crianças

Máquina de impressão 3D

Fotos: divulgação/Thiago Jucá

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,499,046SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Táxis coloridos alegram as ruas de Mumbai dando chance para jovens designers mostrarem seu trabalho

Mumbai tem 20 milhões de pessoas aglomeradas e para atender a demanda de locomoção eles contam com impressionantes 50.000 táxis. Recentemente, cinco destes automóveis receberam uma...

Após perder salão na pandemia, homem usa criatividade e constrói barbearia com caixa de pallets

A pandemia do novo coronavírus fechou uma série de negócios, mas não impediu que Flávio Carvalho, 42 anos, usasse toda sua criatividade para se...

Muralista Kobra transforma ônibus em galeria e faz exposição pela periferia de SP

Eduardo Kobra é reconhecido internacionalmente, já pintou murais em 40 países, e agora volta para o lugar onde tudo começou com uma exposição itinerante.

ONG “Entre Rodas e Batom” faz vídeo e nos mostra que tudo é uma questão de olhar

Achei bem legal o vídeo da ONG "Entre Rodas e Batom" pois nos traz a conscientização de uma maneira diferente de como vemos a deficiência....

Neozelandeses entregam voluntariamente suas armas após massacre

Dez dias após o ataque terrorista a tiros que vitimou 50 pessoas em Christchurch, muitos donos de armas de fogo têm entregado, voluntariamente, seus...

Instagram