Imunoterapia cura mulher com câncer metastático

Graças à uma imunoterapia inovadora, desenvolvida pelo Instituto Nacional do Câncer dos EUA, não há mais rastros do câncer no corpo de Judy Perkins, que tinha 49 anos quando foi submetida ao tratamento, garantem os médicos na revista Nature Medicine.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

De acordo com o site LAVANGUARDIA, o tratamento consistiu em extrair linfócitos – células de defesa do organismo – de um dos tumores da paciente. A quantidade era pequena para frear o avanço do câncer, então, os médicos multiplicaram os linfócitos em laboratório para obter uma quantidade suficiente.

Os médicos fizeram uma transfusão de 82 milhões de linfócitos – chamados de linfócitos infiltrantes de tumor, TIL, na sigla em inglês – na paciente para que eles atacassem os tumores.

Alena Gos, que trabalha há sete anos na equipe do Instituto Nacional do Câncer dos EUA, disse que o procedimento “é importante porque demonstra que esta estratégia pode ser eficaz para os chamados tumores frios”, quer dizer, tumores que têm poucas mutações e que eram considerados resistentes à imunoterapia que já existe.

Perkins, que hoje tem 52 anos, faz parte de um ensaio clínico em que serão tratados 200 pacientes até o ano de 2024. É importante lembrar que nem todas as pessoas submetidas ao tratamento responderam da mesma maneira.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“É um tratamento que oferece uma alternativa a pacientes que não tem nenhuma alternativa, mas ainda não está pronto para ser aplicado em grande escala.”

A chave está na seleção dos linfócitos que são cultivados em laboratório para atacar o câncer. Eles são escolhidos pela sua capacidade de reconhecer proteínas específicas das células cancerígenas.

Como essas proteínas são resultado de mutações genéticas específicas de cada tumor, são diferentes para cada paciente. Ou seja, é necessário desenvolver uma imunoterapia específica para cada paciente.

Outros tumores que os médicos esperam conseguir tratar com esse procedimento, além do câncer de mama, são os de ovário, pâncreas e colorretal.

Foto de capa © P. Ink/Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,500,572SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Garoto de 8 anos constrói centro de doação de alimentos na Inglaterra

A mãe do pequeno Ronnie Hazlie, 8 anos, disse que ele “não conseguia acreditar que algumas pessoas não têm comida”. Ciente de que muitas pessoas...

Estudantes transformam área “inútil” de orfanato em uma incrível biblioteca aberta

Situa-se na Tailândia a Safe Haven Library, uma biblioteca diferente. Ela nasceu da criatividade e esforço de 15 voluntários, estudantes de arquitetura da Universidade de...

Campanha traz vídeo tocante sobre o que fazer ao descobrir que seu amigo é gay

Muitas marcas parecem ter entendido e aprendido de vez que campanha boa é aquela que se conecta com seu público, que busca tornar o...

Homem acha R$ 500 na rua e deposita na conta do seu verdadeiro dono

Quando encontramos dinheiro na rua, costumamos pensar “achado não é roubado”. Mas, não é bem assim. Veja o que diz o Art. 169 do...

Instagram