Gêmeas sobrevivem a grave incêndio e família conta com apoio de vaquinha para tratamento

Em 2014, as gêmeas Kauane e Cassiane, hoje com 9 anos, sofreram queimaduras de terceiro grau após um grave incêndio causado acidentalmente pelo irmão mais velho, na época com 11 anos, em Natal (RN). Kauane teve 90% do corpo queimado. As meninas já passaram por mais de 10 cirurgias.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Criamos uma vaquinha para garantir aos irmãos todo o acompanhamento psicológico que eles necessitam, já que eles não conseguiram pelo SUS. Clique aqui e faça uma doação! Aceitamos Pix, sem valor mínimo.

Necessidade de acompanhamento psicológico

Kauane, Cassiane e o irmão mais velho Gabriel, hoje com 17 anos, precisam de apoio psicológico urgente.

Gabriel tem traumas (regrediu, há pouco tempo fazia as necessidades na roupa), tentou suicidar-se e se sente culpado pelo o que aconteceu até hoje. As gêmeas não estão frequentando a escola, sofrem bullying e já foram até chamadas de “monstros”.

A vaquinha também vai garantir aos irmãos pomadas especiais para a pele, cremes hidratantes, protetor solar e alimentação. Faça uma contribuição agora clicando aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

vaquinha voaa gêmeas sobreviventes incêndio apoio psicológico

Cirurgia das gêmeas

A cirurgia das meninas, a família conseguiu através do projeto AMICO que mobilizou médicos para ajudá-las. Os procedimentos estão sendo feitos no Rio de Janeiro e cobrem todos os custos. Em setembro, Kauane passará por mais uma.

Vamos dar esse suporte a família? As crianças precisam muito da nossa ajuda! Acesse agora o site da vaquinha e faça uma doação.

vaquinha voaa gêmeas sobreviventes incêndio apoio psicológico

Pai das meninas culpa o enteado até hoje

A mãe, a dona Ana, 41 anos, se separou do pai das meninas no começo desse ano, após ele afirmar que não colocaria comida em casa enquanto o enteado Gabriel vivesse lá.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Dona Ana pegou os filhos e foi morar sozinha de aluguel em uma casa. Sem ajuda do ex-marido, com mais um filho de 11 anos, Felipe, e vivendo apenas de um benefício da Kauane, ela tem contado com doações.

Vamos juntos transformar a vida desta família? Faça já uma doação para a vaquinha! É rápido e fácil. Aceitamos Pix, sem valor mínimo. De pouquinho em pouquinho bateremos a meta!

vaquinha voaa gêmeas sobreviventes incêndio apoio psicológico

Como tudo aconteceu

Em 2014, quando as gêmeas estavam com 2 anos e meio, a mãe deixou elas rapidamente em casa com o irmão mais velho, Gabriel, para ir até uma loja trocar sandálias que havia comprado para as meninas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

vaquinha voaa gêmeas sobreviventes incêndio apoio psicológico

Gabriel estava brincando com um tipo de fogo de artifício chamado na região de “cobrinha” (é um fogo leve que corre pelo chão).

Ele acendeu e não viu que o fogo entrou no quarto de suas irmãs e foi parar debaixo da cama. Nesse momento, ele foi tomar banho, quando o seu irmão Felipe, na época com 5 anos, bateu na porta avisando do fogo.

Mãe sofreu queimaduras de terceiro grau tentando salvar as meninas

Quando Ana chegou em casa, viu a casa em chamas. Gabriel e Felipe estavam do lado de fora da casa, e quando ela perguntou pelas meninas, eles contaram que estavam dentro da casa ainda.

Não se importando com o fogo que já estava alto, Ana entrou para tentar salvá-las.

Ela conseguiu pegar a Cassiane, quando viu que não conseguiria voltar e salvar a outra por causa do fogo e da fumaça, começou a gritar pedindo socorro. Um vizinho então veio e salvou Kauane pelo telhado. Mãe e filhas sofreram queimaduras de terceiro grau.

Situação financeira

A família mora em uma casa alugada onde pagam 300 reais de aluguel, estão vivendo de doações e do benefício de Kauane (Cassiane não recebe). As vezes também pegam latinhas para vender.

Recentemente, a mãe ganhou um carrinho de cachorro quente, para tentar ter uma renda. Mas as vendas ainda estão bem fracas, vendendo apenas 1 ou 2 por dia. Ela não consegue trabalhar em emprego fixo, por ter que cuidar das meninas.

vaquinha voaa gêmeas sobreviventes incêndio apoio psicológico

Quem ajuda a família é o Fausto, 34 anos, que conhece elas há mais de 4 anos. Ele também trabalha com projetos sociais e ajuda a família sempre que pode com cestas básicas.

As meninas necessitam de pomadas para a pele, cremes hidratantes e também de protetor solar fator de 50 para cima. Elas quase não saem de casa porque não podem se expor ao sol pela fragilidade de suas peles: quando se expõem abrem feridas.

A vaquinha é para ajudar a família no tratamento das meninas e no tratamento psicológico de Gabriel. E se arrecadar um bom valor, talvez a gente consiga providenciar uma casa própria para eles. Vamos ajudá-los? Acesse agora o site da vaquinha.

Fotos: VOAA

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,780,571SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Projeto convida pessoas que sofreram bullying a quebrarem o silêncio e contarem suas histórias

(Post enviado pela leitora Gabriella Azevedo) Me chamo Gabriella Azevedo, tenho 25 anos, sou natural de Brasília mas moro a um tempo no Nordeste (Maceió)....

Ele parou de fumar e agora usa o dinheiro para viajar e fazer melhorias em casa

Infelizmente o cigarro ainda é um vício presente na vida de muitas pessoas, mas sempre tem aquelas que conseguem dar a volta por cima...

Cientistas brasileiros criam vacina contra dependência de cocaína e crack

Inicialmente, a vacina criada por pesquisadores da UFMG será utilizada na prevenção do abuso de cocaína por crianças e adolescentes e na luta contra o crack.

Jovem desempregado poupa dinheiro do auxílio e, compra e reforma casinha com as próprias mãos

Mais de 7 milhões de brasileiros não têm onde morar, segundo a FGV. Sérgio era uma dessas pessoas, até que ele recebeu o dinheiro...

Instagram