A incrível história da africana que conquistou o mundo em diversas áreas

3
6167

Existem pessoas únicas, que vieram ao mundo para fazer uma grande diferença na vida das pessoas, e a Princesa Elizabeth of Toro é uma delas, ela nasceu em Uganda em 1936 e sua história tornou-se um símbolo de seu país ao longo de décadas. Ela encontra-se viva e sua trajetória de vida é tão incrível, tendo em vista que pouquíssimas mulheres conseguiram o que ela conquistou, atuar em diversas áreas de forma tão efetiva e primorosa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela atuou como advogada, modelo, atriz, Ministra das Relações Exteriores e Embaixadora da ONU, abaixo uma lista com alguns de seus grandes feitos separados por área:

Educação:

– Ela está entre 3 únicas mulheres africanas a cursar Direito na universidade de Cambridge nos anos 50/60 (era a única aluna negra da sala de aula).
– Foi a primeira advogada feminina de Uganda.
– Foi considerada a mulher mais bela de Uganda.

bagayaaddressc.jpg3

Top Model:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

– No final dos anos 60, ela se torna uma top model de sucesso (por acaso), e passa a viver em Nova York, Milão, Londres e Paris, estampando editoriais de moda de publicações como Vogue, Ebony e Happer’s Bazzar.
– Foi a primeira negra a ser capa da revista Harper’s Bazzar em 1969.
– A Vogue britânica dedicou uma matéria de 4 páginas a ela, chamando-a A Rainha Sheba.
– Era amiga pessoal da ex-primeira dama dos EUA Jacqueline Kennedy Onassis, foi esta que impulsionou sua carreira como modelo em terras americanas.
– Foi através da moda, que Elizabeth of Toro divulgou Uganda para o mundo.
– Nessa época, ela faz aulas de arte-dramática e atua em alguns filmes rodados na Nigéria.
bagaaya3MX-2600N_20100929_130846_018 MX-2600N_20100929_130846_019SKMBT_C20310093009422 SKMBT_C20310101907502 (1) tumblr_lhp2gsX6Hg1qfu6z3 tumblr_lmsg69YZU71qd1yv1o1_500 (1).jpg big

 

Política:

– No início dos anos 70, o ditador Idi Amin Dada toma o poder em Uganda e a convida para ser ministra das relações exteriores, sendo a primeira mulher assumir o cargo.
– Ela faz um trabalho impressionante na política, ofuscando o ego do ditador.
– Ao recusar o convite para ser uma das esposas de Idi Amin, ela é demitida do cargo pouco tempo depois por meio de um comunicado na TV, não satisfeito…o ditador planejou assassiná-la, mas felizmente ela foi avisada previamente e foge de Uganda para o Quênia atravessando a fronteira a pé pela selva, se passando por uma nativa qualquer, até conseguir chegar em segurança no outro país e procurar exílio nos EUA.
Henry A. Kissinger Chatting with Elizabeth Bagaaya

Biografia:

– Em 1983, ela lança sua primeira autobiografia que se tornou um best-seller, a segunda
bio viria em 1989.
1_400

Cinema:

– Em 1984, ela atua no filme americano de aventura “Sheena”, que lhe deu notoriedade como atriz, no
filme ela fazia a líder de uma tribo africana.

2452442,+o1+WccR+B9JbIcFbmdfslmDoAvGErCyx7rO+mnzcoRdMf3pUgk7xLDXZ8tKvlDi1H1IAfmPU7pckuW_8sNCwg== 4844400129_71a837ffd7sheena23

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Embaixadora da ONU:

– Em 1986 ela é nomeada embaixadora da ONU de Uganda para os EUA, tendo conseguido o primeiro encontro entre um presidente norte-americano e um africano em 1987, fato este que melhorou a relação entre os dois países.
– Em 1988, ela renuncia ao cargo devido as pressões do mesmo e a morte do marido em um acidente aéreo.
– Em 1989, ela participa do programa da Oprah Winfrey.
– Nos anos 90, ela atua como diplomata e se dedica a causas humanitárias.
x41131_0189892_071801_4

Atualmente, aos 78 anos e ainda bela e atuante, ela dedica-se a projetos de caridade em Uganda. Ela reside em Fort Portal, no reino de Toro em Uganda! Existe expectativas que a sua vida se torne um filme ou documentário mas nada até o presente momento aconteceu.

Texto especialmente feito por André Araújo, exclusivamente para o RPA.

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

3 COMENTÁRIOS

Comments are closed.