Empresário mais rico da Índia transforma suas fábricas em usinas de oxigênio e distribui cilindros pelo país

Com o sistema de saúde indiano em colapso, o homem mais rico do país decidiu fazer sua parte.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mukesh Ambani é dono da Reliance Industries, uma das maiores petroquímicas da Índia, mas desde o início da pandemia decidiu interromper o funcionamento de suas fábricas para fornecer oxigênio gratuito a um décimo dos pacientes com Covid-19 em seu país.

homem mais rico Índia
Foto: RIL HITS RS 9 TRILLION MA

Ele compreendeu que só conseguiremos vencer esta pandemia se dermos as mãos e desde então, uma das principais empresas do país passou a trabalhar 24 horas por dia para levar oxigênio gratuito às pessoas necessitadas, tornando-se a maior fornecedora do país e abastecendo a Índia com mais de 55 ml toneladas métricas de oxigênio líquido.

fábrica na Índia
Foto: Unsplash

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em comunicado recente à imprensa, Ambani explicou que o complexo petroquímico de Jamnagar, assim como outras instalações, estão produzindo mais de 1000 TM de oxigênio líquido por dia – o que representa mais de 11% da produção total da Índia.

O número corresponde a 1 em cada 10 pacientes que precisam de tratamento no país. “Nada é mais importante do que salvar todas as vidas enquanto a Índia luta contra uma nova onda da pandemia COVID-19”, disse.

cilindros oxigênio
Foto: RPC Foz do Iguaçu

Quando questionado, ele esclareceu que o processo de conversão de suas fábricas não foi difícil para os engenheiros, uma vez que a instalação principal já havia sido projetada para o refino e oxigênio de grau petroquímico.

“Estou orgulhoso de nossos engenheiros em Jamnagar que trabalharam incansavelmente, com um grande senso de urgência patriótica, para enfrentar este novo desafio. Eles estiveram à altura da ocasião e entregaram quando a Índia mais precisa”, declarou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Solidariedade em prol de Manaus

Aqui no Brasil também não foram poucas as iniciativas como esta. Enquanto a Ambev transformou a fábrica da cervejaria Colorado, em Ribeirão Preto (SP), em uma usina de oxigênio para abastecer leitos de UTI na cidade de São Paulo, a cervejaria Heineken decidiu doar R$ 4,5 milhões, que seriam investidos no Rock in Rio 2021 para a construção de usinas de oxigênio em hospitais do Brasil.

Isso sem contar a nossa campanha SOS Manaus, que com o valor arrecadado em vaquinha da VOAA levou à capital uma miniusina de oxigênio, instalada no hospital filantrópico Beneficência Portuguesa e que deu todo o suporte aos pacientes com Covid-19.

É juntos que venceremos! 👏

Fonte: Good News Network

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Quer ver mais uma história inspiradora? Dá o play!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,751,664SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovens da Rocinha vão produzir aplicativo de mobilidade para a comunidade

Jovens de 16 a 24 anos irão desenvolver um aplicativo de mobilidade urbana para a comunidade.

Menino de 5 anos sonha em ser gari e ganha uma festa surpresa maravilhosa

Se tudo der certo, o sonho de Eduardo de Campos, 5 anos, é ser coletor de lixo! O pequeno mora no bairro de Tatuquara, um dos...

A incrível história de superação do surfista cego Derek Rabelo

Acaba de sair o trailer do documentário Além da Visão, que conta a emocionante e inspiradora história de vida do surfista cego Derek Rabelo. O...

Conheça Nika, uma bebê haitiana com hidrocefalia salva da morte por uma voluntária

Foram dois anos de muita luta para que a menina não tivesse um destino trágico!

Obra de Tarsila do Amaral supera Monet e se torna mais vista do Masp em 20 anos

Pintora, desenhista, tradutora, artista plástica... Ela foi de tudo um pouco e revolucionou os movimentos culturais, escolas e estilos que permearam as artes e...

Instagram