Líder indígena que luta para salvar a Amazônia está entre as 100 pessoas mais influentes de 2020

Nemonte Nenquimo é um nome forte! A líder indígena equatoriana e também presidente do Conselho Coordenador da nacionalidade Waorani de Pastaza (Conconawep), faz coro forte quando o assunto é Amazônia. E ela foi citada na lista das pessoas mais influentes de 2020!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

líder indígena está entre as pessoas mais influentes
Foto: reprodução

Defesa da Amazônia

Nemonte levou a voz dos indígenas que vivem na Amazônia para o mundo. Os grupos indígenas se sentem bastante representados pela líder e dizem ter orgulho dela. “Uma honra pela luta de todos os povos indígenas da Amazônia e em defesa de nossos direitos, de nossos territórios”.

Mesmo que seja uma batalha difícil, foi Nemonte quem conseguiu atenção para a situação dos indígenas da região amazônica. Ela foi elogiada, inclusive, pelo ator Leonardo DiCaprio:

Nemonte está vivendo sua batalha e conversar com ela significa testemunhar uma rara clareza de propósito. Lembro-me de uma vez que ela me disse que não iria desistir. Que continuaria a lutar. Que continuaria a defender a floresta que ama das indústrias e companhias de petróleo que a devorariam. Ela manteve sua palavra e continua a ser a voz e defensora de sua comunidade. A causa de Nemonte é a nossa causa. Tive a sorte de tê-la conhecido e ainda mais feliz por ter aprendido com ela”, disse o ator.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

líder indígena está entre as pessoas mais influentes
Foto: reprodução

Luta

A principal luta de Nemonte é contra a perfuração, mineração e desmatamento da Amazônia. Ela pretende proteger 180.000 acres de floresta virgem no nordeste do Equador.

Quando eu era criança, meu pai costumava me dizer que meu avô amava muito a floresta. Esse amor foi passado para mim. A selva me deu liberdade, força. Fiquei chocada quando vi com meus próprios olhos o impacto das empresas petrolíferas no território. Eles não sabiam das consequências do derramamento de óleo em rios, conheço casos de crianças que morreram por causa disso”, explicou a líder indígena.

E assim como Nemonte luta pela Amazônia, os indígenas da tribo Guató lutam pelo Pantanal. Só que eles sofreram muito com as queimadas e precisam de ajuda. Você pode mudar um pouco essa realidade. Conheça essa história!

E foi toda essa bravura e consciência, que o nome de Nemonte foi parar na lista da Time das 100 pessoas mais influentes de 2020. Um verdadeiro exemplo!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Não estou sozinha, não tenho medo de morrer, mas se eu morrer é para o bem do futuro”.

Fonte: GreenMe

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,993,160SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Professora adota meditação nas aulas e auxilia no controle emocional dos alunos

Ao identificar que os alunos estavam emocionalmente desestabilizados por conta da pressão e estresse da rotina escolar, a professora de química, Janaína Silva, da...

Microsoft desenvolve app que identifica espécies de flores através de uma foto

Você é daquelas pessoas que nos caminhos do dia a dia nota uma bela flor, para, admira e sorri? Então esta novidade da Microsoft vai te...

Fotógrafo retrata realidade secreta de grupo nômade com leis baseadas no amor

Conheçam o Rainbow Gathering, um grupo de nômades que vivem com os preceitos hippies de amor, harmonia, paz, liberdade e cuidado com o planeta. Uma...

Colher inovadora diminui o tremor das mãos de pacientes com Parkinson

Enquanto muitos de nós andam fascinados (ou chateados) com as novidades tecnológicas que estão presentes nos últimos smartphones que chegam ao mercado, outros desesperam...

Homem compra avião para salvar cães e gatos da eutanásia

O ex-soldado norte-americano Paul Steklenski comprou um avião para salvar cães e gatos da eutanásia. Ele já salvou mais de 700 bichinhos da morte decretada.

Instagram