Comunidades indígenas do México criam sua própria rede de telefonia móvel

Cansados do serviço de telefonia móvel ruim nas zonas rurais, comunidades indígenas de cinco estados do México decidiram criar sua própria rede móvel. O serviço oferece ligações e mensagens gratuitas dentro da rede.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Só existe tarifa para falar com usuários de empresas comerciais: 50 centavos de pesos mexicanos para números fixos; 80 centavos para chamadas para celular e 29 centavos para chamadas para os Estados Unidos. Esta última tarifa beneficia pessoas que têm parentes na ‘Terra do Tio Sam’.

A criação dessas redes foi possível graças a uma concessão estabelecida na reforma das telecomunicações no México, de Uso Social e sem fins lucrativos – o dinheiro arrecadado é investido na própria concessão.

Presentes em comunidades dos estados de Chiapas, Guerrero, Oaxaca, Puebla e Veracruz, as redes formam a associação de Telecomunicações Indígenas Comunitárias A.C. Atualmente, existem 18 redes indígenas em operação, que atendem 3500 usuários.

Como funciona?

A pessoa deve registrar o seu celular na rede e escolher um número novo. O registro tem um custo de 42 pesos. Deste valor, 15 pesos são destinados à manutenção e suporte técnico da rede; outros 15 ficam para a comunidade e servem para pagar gastos de operação, como energia elétrica e internet; dois pesos vão para um fundo de seguro compartilhado para dar apoio às redes em caso de acidentes ou intempéries e os 10 pesos restantes são para o usuário, que tem direito a chamadas e mensagens ilimitadas dentro da rede.

E a internet?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A meta é oferecer o serviço de internet móvel no início deste ano, para que os usuários possam utilizar aplicativos de mensagens, como WhatsApp e Telegram, entre outros.

Com informações do GCM

foto: desInformémonos

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,752FãsCurtir
1,764,126SeguidoresSeguir
8,645SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram