Iniciativa: Crianças limpam praia na Baia de Guanabara

Os número são alarmantes, cerca de 8 milhões de toneladas de lixo plástico são lançadas todos os anos nos oceanos. Nós já chegamos a mostrar algumas iniciativas pioneiras para tentar minimizar esse problema, como essa aqui.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Esses resíduos, além de impactar drasticamente a vida marinha, tiram da sociedade os espaços para o esporte. Para mudar este cenário, a Parley for the Oceans (entidade global voltada à causa dos oceanos que já falamos aqui) e o Projeto Grael (ONG dos irmãos Lars e Torben Grael, que trabalha a educação por meio do esporte) lançam a iniciativa Parley Ocean School no Rio de Janeiro.

O projeto é uma escola itinerante que tem objetivo de conscientizar sobre o problema da poluição dos oceanos e, mais do que isso, engajar jovens, crianças e adultos em ações e hábitos para reverter esse cenário. Ela circulará até setembro por escolas públicas e pontos turísticos do Rio e de Niterói, apresentando vídeos e conteúdos explicativos. A expectativa é impactar pelo menos 5 mil pessoas.

O lançamento aconteceu semana passada na Praia de Icaraí, em Niterói, em um evento que reuniu mais de 100 crianças. Elas participaram de uma oficina interativa e educativa sobre o lixo nos oceanos. Durante a ação também ajudaram a limpar a praia, colaborando para a coleta seletiva de Niterói. No final de julho, elas terão a oportunidade de praticar atividades físicas com materiais esportivos produzidos através de resíduos reciclados, fruto de uma parceria com a WiseWaste, empresa especializada em criar soluções em Logística Reversa.

“O problema do plástico nos oceanos é global: o lixo que para aqui na Baia de Guanabara vai para outras praias também, outros mares.  Por isso é importante unir esforços e integrar experiências, como as da Parley, do Projeto Grael e da adidas. E multiplicar as soluções pelas crianças, que tem o poder de transformação”, afirma Thiago Marques, coordenador de Meio Ambiente do Projeto Grael.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O evento contou com a presença do iatista Torben Grael, que comentou sobre o papel das crianças para mudar essa realidade: “Se nós ensinamos desde cedo que a sustentabilidade é um assunto que deve ser levado a sério, a preservação se torna algo natural e conseguimos reverter o problema”.

20160714104221_IMG_2601a 20160714104418_IMG_2604a 20160714104452_IMG_2609[4]a 20160714111920_IMG_2691a 20160714111929_IMG_2692a

Lixo plástico transformado em tênis – Por meio da Ocean Plastic Program (Evitar, Interceptar e Redesenhar), a Parley for the Oceans tem o objetivo de acabar com a poluição nos oceanos. Entre suas ações, a organização tem uma parceria com a adidas, para transformar os resíduos plásticos em calçados e vestuários esportivos.

Neste programa, a adidas e a Parley for the Oceans desenvolveram um tênis de corrida produzido com resíduos plásticos retirados das áreas costeiras das Maldivas e redes de pesca ilegal. O protótipo, apresentado em 2015, (e que mostramos aqui) já se transformou em realidade: ainda no segundo semestre o tênis passará a ser comercializado.

20160714093734_IMG_2457 20160714093931_IMG_2458

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fotos: Divulgação

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,572,983SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Neymar grava mensagem e emociona menino que luta contra câncer raro

Vocês conhecem a lenda do Rei Arthur? Que quando jovem, conseguiu arrancar uma poderosa espada de uma pedra, tornando-se um guerreiro invencível? Pois bem,...

Casal trans dá à luz um filho em Porto Alegre

“Eu gerei o Gregório, mas sou o pai. A mãe é a Helena. Vamos explicar isso para ele quando crescer”. É dessa maneira, bastante...

Professora insere danças africanas em escola pública do Rio e transforma comunidade

Na Escola Municipal Anísio Spínola Teixeira, em Duque de Caxias - Rio de Janeiro, uma professora resolveu investir em novas práticas para transformar realidades. Dadas as...

Homem solteiro e gay adota um bebê que foi abandonado em hospital

E quem disse que há forma definida de família? O Pablo Fracchia, de 37 anos, vem mostrando que para ser pai, é preciso apenas...

Pequenos negócios criam redes de solidariedade para seguir funcionando durante pandemia

Criar redes de solidariedade pode ser a dica que pequenos comerciantes precisam para manter seus negócios de pé durante a pandemia do coronavírus. Dois...

Instagram