Injúria racial contra imigrante é combatida com acolhimento no Paraná

Atos de racismo contra imigrantes africanos, infelizmente, têm se tornado comuns no País, como se já não bastasse o preconceito sofrido pelos negros nascidos aqui. Mas existem brasileiros que não toleram o racismo e querem mostrar para o mundo a imagem de um país melhor.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Em Londrina, no Paraná, o senegalês Ngale Ndiave foi alvo de injúria racial ao ser atingido com uma banana jogada por uma moradora de um prédio localizado em frente ao seu ponto de trabalho no centro da cidade.

Indignada com esse episódio lamentável, uma senhora que passava pelo local deu um exemplo de cidadania, fez o que todo brasileiro deveria fazer: pediu desculpas ao rapaz e disse que nem todos os brasileiros – ainda bem! – são racistas como a mulher que atirou a banana nele. Confira o vídeo:

Na descrição do vídeo diz:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Rapaz ambulante senegalês Ngale Ndiaye, havia sido ofendido enquanto trabalhava no centro da cidade de Londrina, Paraná. Uma moradora de um prédio localizado em frente ao ponto dele o atingiu com uma banana e o chamou de ‘macaco’, ‘preto’ e ‘ladrão’.

Essa senhora fez o que todo Brasileiro deveria fazer ao ver algo desse tipo acontecendo. Pediu desculpa, explicou que nem todos somos iguais e pediu um abraço. Porque abraço é muito bom!

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,769,066SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

‘Funcionários’ de supermercado na África do Sul fazem emocionante homenagem a Mandela

O coro musical Soweto Gospel Choir, da África do Sul, preparou um flash mob em homenagem ao ex-presidente Nelson Mandela. Vestidos como funcionários de...

Ele escapou da morte só com as duas patas dianteiras, sobreviveu e ganhou três cadeiras de rodas

Abandonado e com poucas chances de sobreviver, o gatinho Cassady lutou bravamente pela vida durante as nove semanas que passou na floresta de British,...

Senhora de 104 anos é a artista de rua mais antiga do mundo

Enquanto muitos nem imaginam chegar aos 100, Grace Brett não só chegou aos 104, como está cheia de energia e disposição. Com seis netos e 14 bisnetos,...

Pode doar! Plataforma online ajuda a identificar ONGs confiáveis para doação

Você fica inseguro na hora de fazer doações para ONGs, sem saber ao certo se elas são confiáveis? Se sim, a doebem pode te...

Instagram