Inspirada na mãe, menina de 4 anos vende bolo para comprar boneca

Nós, adultos, trabalhamos muito para comprar aquele smartphone, sapato ou pagar aquela viagem que tanto sonhamos, certo? Mas e as crianças? Será que elas compreendem esta lógica? A pequena Maria Fernanda Leal Jordão, de 4 anos, parece ter entendido perfeitamente e decidiu, inspirada na mãe, vender bolos para poder comprar uma boneca.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

maria fernanda preparando bolo
Foto: arquivo pessoal

A vontade surgiu depois de Maria Fernanda assistir um vídeo na internet e ficar com vontade de comprar uma boneca de 200 reais. Filha de mãe confeiteira, ela se perguntou: “Por que eu também não posso assar uns bolos e comprar minha boneca com meu próprio dinheiro?”. 😂

O mais fofo é que a ideia surgiu dela mesma, já que o pedido que ela fez à mãe, não era a boneca em si, mas sim usar sua cozinha para trabalhar. “Ela sempre me acompanha na cozinha, adora me ajudar, é curiosa, mas dessa vez eu que ajudei. Ela que decidiu os sabores e liderou as ações na cozinha”, disse a mãe Fernanda de Oliveira Leal.

maria fernanda de frente para a batedeira
Foto: arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os sabores escolhidos pela garotinha foram chocolate e coco, uma das grandes paixões nacionais! Segundo a mãe, ela que usou a batedeira por uma questão de segurança, mas o resto Maria Fernanda fez sozinha: “Eu só fiz sozinha coisas como mexer na batedeira e a parte que precisou mexer no fogão, o resto, tipo escolher os ingredientes, mexê-los, colocar na forma, rechear, foi tudo ela”, explica.

Hora de vender

Depois de prontos, a garotinha cortou as fatias de bolo, as embrulhou em papel alumínio e colocou todo o seu espírito empreendedor em prática! Por conta da pandemia, ela não pôde oferecer de casa em casa, muito menos montar uma barraquinha, mas acabou optando pelo whatsapp.

maria fernanda com os bolos no papel alumínio
Foto: arquivo pessoal

Depois de enviar um áudio a todos os conhecidos, todos os pedaços foram vendidos em apenas um dia! Até o preço foi ela que escolheu: 4 reais o pedaço. “Pelo tamanho é um preço um pouco abaixo do mercado, mas não quis interferir nisso. Se ela achou que é justo, vai ser R$ 4″, completa a mãe orgulhosa.

Depois de prontos, a menina contou com a ajuda do pai para fazer as entregas, já outros  “clientes” foram buscar na casa da família.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Generosidade

Generosa por natureza, com 4 anos de vida Maria Fernanda nos ensina o verdadeiro significado da palavra empatia. De acordo com sua mãe, a garotinha sempre pede para fazer bolos e entregar às pessoas em situação de rua.

“Eu incentivei porque achei bonitinho, sempre que quiser fazer algo parecido, vou deixar, mas ela é um criança livre, faz porque gosta mesmo”, conta.

Dá pra aguentar tamanha fofura? 🥰

maria fernanda entregando os bolos
Foto: arquivo pessoal

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Fonte: Campo Grande News

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,637,823SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Agricultor francês substitui pesticidas por galinhas em plantação e controle de pragas surpreende!

Não use pesticidas, as galinhas fazem um serviço tão bom quanto e a saúde das pessoas agradece. Esse conselho bem que poderia sair da...

Detentos do sistema prisional produzem máscaras de proteção em Joaçaba (SC)

Em Joaçaba (SC), detentos do Presídio Regional que estavam impedidos de trabalhar em decorrência do decreto estadual para prevenção do novo coronavírus, voltaram às...

Após realizar sonho de meninos, torcedor ajuda família da favela Vila União (SP)

Não é só futebol, minha gente! Essa emocionante história teve início num campo de futebol, quando o torcedor levou os meninos da favela da Vila União para verem um jogo do Corinthians.

Criança de 5 anos que perdeu pai para Covid e levou currículo na empresa onde ele trabalhava, ganha vaquinha

Quando seu pai faleceu de Covid-19, o pequeno Murilo, 5, se sentiu na responsabilidade de ser o “homem da casa''. Com a ajuda da...

Vídeo mostra que quando lutamos para alimentar apenas nós mesmos, todo mundo passa fome

A rede de ajuda humanitária católica Caritas, lançou uma campanha que se chama One Human Family, Food for All (Uma familia humana - Comida para...

Instagram