Debaixo de uma lona, nasceu instituição que há 26 anos transforma a vida de jovens de comunidade no RJ

Um certo dia, Selma estava em sua casa em Campo Grande (RJ), quando caiu um temporal! Vizinha de uma comunidade carente do bairro Comari, ela identificou a triste situação das famílias debaixo da chuva. Um muro separava a Selma de vizinhos que viviam uma realidade bem diferente da sua. Depois que colocou os pés na comunidade, nunca mais saiu. Com uma lona de paraquedas, sem energia, sem móveis, só com a vontade ajudar, ela começou a dar reforço escolar para as crianças, nascendo nesse momento o Neac (Núcleo Especial de Atenção a Criança).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Hoje, após 26 anos, o espaço atende em torno de 112 crianças, inclusive, tem fila de espera de mais ou menos 30 crianças e funciona como contra turno escolar. As crianças vão para a escola de manhã ou à tarde, e no Neac fazem balé, jazz, capoeira, esportes (futebol, vôlei, basquete), inglês, informática educativa (trabalha junto com a oficina de apoio pedagógico lúdico).

Projetistas Periféricos: Ajude a educar jovens da periferia, contribua!

Temos três irmãos que estão desde pequenos no projeto e hoje são bailarinos profissionais. Temos 11 funcionários e dois voluntários”, explicou Selma.

debaixo-lona paraquedas nasce instituicao transformando jovens comunidade carente
Foto: Globo/Cesar Alves

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

debaixo-lona paraquedas nasce instituicao transformando jovens comunidade carente
Foto: Globo/Cesar Alves

A boa notícia é que o projeto aumentará o seu atendimento. Ele foi selecionada entre as 91 instituições selecionadas para serem contempladas pelo Criança Esperança! Que demais!

O Razões e o Educa Mais Brasil te ajudam a conseguir bolsa de estudo para cursos técnicos e profissionalizantes, cursos de idiomas, entre outras, clique aqui

“Eu sou completamente apaixonada por essas crianças. Eu movo o mundo por elas. Tenho crianças que chegam aqui só para se alimentar. Do paraquedas ao Criança Esperança caminhamos bastante”, comemorou.

A história

Depois do espaço feito de lona de paraquedas, passou para um barracão de madeira que as crianças ajudaram a pintar. Até houve também um mutirão dos pais para a construção das primeiras salas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“O Neac tem uma história singular. Aqui foi uma ocupação de terras com o apoio do MST. Era um terreno inapropriado com 328 famílias vindo de diferentes lugares do Rio”, contou Selma.

debaixo-lona paraquedas nasce instituicao transformando jovens comunidade carente
Foto: Núcleo Especial de Atenção a Criança

instituicao transformando jovens comunidade carente
Foto: Núcleo Especial de Atenção a Criança

debaixo-lona paraquedas nasce instituicao transformando jovens comunidade carente
Selma Pacheco. Foto: Globo/Cesar Alves

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

debaixo-lona paraquedas nasce instituicao transformando jovens comunidade carente
Foto: Globo/Cesar Alves

Selma relatou também ao Razões que a evasão escolar era altíssima na época: 95%. Então começaram com reforço escolar e encaminhamento escolar. Em parceria com o CIEP Anita Malfatti, que fica ao lado, conseguiram diminuir os índices de evasão escolar. E é o projeto que mais ganhou o prêmio Itaú Unicef. Segundo eles, é o projeto mais premiado do Brasil!

Eu não tinha um centavo mas a vontade de ajudar era muito grande. A gente lutou. A gente tem uma história de luta muito grande”, disse.

Projetistas Periféricos: Ajude a educar jovens da periferia, contribua!

Projeto que transforma lixo em educação

Entre os grandes projetos da instituição, destaca-se o “Projeto Transformação – transformando lixo em educação”. Criado em 2002, o projeto tem um mercadinho ecológico, que recebe garrafa pet e latinha de alumínio e troca por uma moeda chamada eco real, usada pela comunidade. Nesse mercadinho, tem brinquedo, alimento, material pedagógico. E com a venda do material reciclável, a instituição tem se sustentado.

“É um projeto de educação ambiental na comunidade toda que foi reconhecido como uma tecnologia social brasileira pela fundação Banco Brasil. No início o mercadinho só tinha bola de gude. A troca acontece duas vezes no mês. Quando a obra estiver pronta, vai voltar a funcionar em horário comercial”, explicou Selma.

debaixo-lona paraquedas nasce instituicao transformando jovens comunidade carente
Foto: Globo/Cesar Alves

Crianças feitas de sonhos!

Neste lindo ensaio, o fotógrafo Victor Pollak capta a essência e a autenticidade das crianças assistidas pelo projeto.

debaixo-lona paraquedas nasce instituicao transformando jovens comunidade carente
Ana Victória tem 13 anos e sonha ser médica

debaixo-lona paraquedas nasce instituicao transformando jovens comunidade carente
Thalison sonha ser bombeiro <3

debaixo-lona paraquedas nasce instituicao transformando jovens comunidade carente
A Sthefany quer ser bailarina!

Que projeto transformador, Selma! Maior prova de que aos poucos, as coisas melhoram e os resultados aparecem!!

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

pai filha cantinho bambu prêmios programa tv

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,644,123SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

52 ideias de boas ações para colocar em prática ainda essa semana

Nós todos queremos fazer o bem, seja para nós, nossos entes queridos, o planeta, ou a sociedade em geral. E ideias de boas ações...

Advogada boliviana faz casas de garrafas PET para pessoas em extrema pobreza

Inspirada na ideia de criar casas a partir da reutilização de materiais, mais especificamente, de garrafas PET, para pessoas em situação de extrema pobreza, a...

Nenhum convidado aparece, então mãe faz postagem e salva festa da filha de 8 anos

Você já passou pela situação de planejar uma festa e no dia, ficar apreensivo com medo de ninguém aparecer? Pois foi exatamente isso que...

Professora inclui aluno cego com materiais 100% táteis e viraliza nas redes sociais

A professora de Geografia Fabiana Rocha criou para Nathan gráficos com diversas texturas, pirâmides etárias de Lego, mapas com divisões em linhas e grãos, entre outros materiais táteis para incluir o aluno nas suas aulas.

Empatia engaja empresas de mobilidade e tecnologia no voluntariado

Conversamos com a Cabify e a Matera, empresa especializada em desenvolvimento de tecnologia para o mercado financeiro, sobre suas ações de voluntariado.

Instagram