Instituto BRF completa 10 anos de atuação com mais de meio milhão de pessoas impactadas

0
457

Um legado de histórias que alimentam transformações! Em 2022, o Instituto BRF comemora 10 anos de atuação com mais de meio milhão de pessoas impactadas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde a sua criação, o braço social da BRF – uma das maiores companhias de alimentos do mundo – contabiliza mais de 32.000 horas de trabalho voluntário e realizou mais de 2 mil ações sociais em 70 cidades pelo país. Em 2020 e 2021, a companhia direcionou R$ 100 milhões no combate à pandemia, no Brasil e também no exterior.

Alinhado ao Plano de Sustentabilidade da multinacional, o Instituto BRF desenvolve e apoia iniciativas de combate à fome. Por meio de sua atuação, a BRF também se aproxima de dois de seus Compromissos de Sustentabilidade, que estão conectados com a Agenda 2030 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS, estipulada pela ONU.

“O Instituto nasceu do Programa de Voluntariado, com o objetivo de proporcionar uma vida melhor para as comunidades. É uma história que vem sendo construída e, a cada ano, desenvolvemos mais projetos que consolidam nosso papel como agente transformador nas comunidades. Com um olhar amplo em todas as suas iniciativas, visamos efeitos a longo prazo nas populações mais vulneráveis dentro do contexto social nos territórios onde estamos presentes” comenta Grazielle Parenti, vice-presidente global de Relações Institucionais e Sustentabilidade da BRF e presidente do Instituto BRF.

mulher planta muda de pimenta
Foto: Instituto BRF

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Instituto BRF desenvolve e apoia iniciativas em dois temas principais, a alimentação e a educação, que englobam assuntos como segurança alimentar, inovação, empreendedorismo, empregabilidade e especialmente inclusão. Um dos seus maiores compromissos é levar educação para combater o desperdício de alimentos, que tem desdobramentos sociais, econômicos e ambientais. Por isso, buscam ter parceiros que atuam nas suas frentes de trabalho.

Investindo em educação e inovação, o Instituto BRF quer promover medidas de redução do desperdício de alimentos, com a conscientização de 1,5 milhão de pessoas globalmente e R$ 400 milhões investidos no desenvolvimento das comunidades nas quais atua.

A frente de trabalho em Educação foi lançada no último ano, quando o Instituto BRF firmou parcerias com organizações como: UNICEF e Instituto Ayrton Senna (IAS), entendendo como fundamental agir no déficit educacional gerado pela pandemia da Covid-19. Nesta frente são priorizados projetos de empregabilidade, empreendedorismo e incentivo à inclusão econômica.

Com o IAS, por exemplo, a companhia investiu neste ano R$ 5 milhões no projeto, iniciado no Rio Grande do Sul, que busca garantir um processo de alfabetização, associado ao desenvolvimento socioemocional das crianças. A parceria se soma às muitas ações já realizadas desde 2020, de modo a combater os efeitos da crise sanitária global e integrar a nova frente de atuação do Instituto BRF, com foco em educação e empregabilidade, contribuindo com soluções para desafios como desemprego e a evasão escolar.

estudantes de projeto apoiado pelo instituto brf
Foto: Instituto BRF

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Já com o Unicef, o IBRF contribui para que crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social tenham acesso à conectividade, higiene e apoio social. A iniciativa soma R$ 4,5 milhões em doações e estima beneficiar mais de 15 mil pessoas, incluindo pais, professores e escolas, nos territórios onde a companhia está presente no Brasil. Também compreende a criação de um espaço de acolhimento e educação para crianças imigrantes chegando ao país, em Roraima.

Combate à insegurança alimentar

A principal frente de atuação do IBRF já engloba diversas parcerias e projetos. Em conjunto com a Fundação José Luiz Egydio Setúbal (FJLES), fomentou-se a pesquisa científica em torno das causas do desperdício de alimentos, com soluções no tema dentro do âmbito do investimento social. “Dessa forma, é possível contribuir para o aprimoramento e a visão estratégia de ações de inovação social, tendo em vista lidar com os desafios da fome e da vulnerabilidade social no Brasil”, diz Bárbara Azevedo, gerente do Instituto BRF.

alunos de curso de reaproveitamento de alimentos do instituto brf
Foto: Instituto BRF

Outra iniciativa foi o patrocínio à plataforma Comida Invisível, que conecta pessoas e empresas que têm alimentos para doar às organizações que recebem esses alimentos, ampliando o impacto positivo em prol da redução do desperdício. A parceria se estendeu ainda ao lançamento da plataforma Comida Invisível Educa, que reúne treinamentos de Boas Práticas de Alimentação voltados para as ONGs e para os restaurantes que realizam doações por meio da plataforma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Instituto BRF também é parceiro da Gastromotiva no projeto Cozinhas Solidárias. Além de incentivar o uso do alimento como ferramenta de transformação social e proporcionar refeições para quem tem fome, a iniciativa reforça a importância do combate ao desperdício de comida e oferece formação profissional, educação alimentar e nutricional, além de promover o empreendedorismo, a geração de renda e o desenvolvimento territorial. O IBRF apoia doze cozinhas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Salvador, além de contribuir com a doação mensal de 5 toneladas de proteínas que abastecem 36 cozinhas nas quatro cidades. Até o fim de 2021, foram doadas mais de 150 mil refeições e a parceria deve se expandir em 2022.

Outras iniciativas

Ao longo de sua história o IBRF realizou diferentes iniciativas para levar vida melhor às comunidades com presença da empresa. Em sua fundação, em 2012, o IBRF foi marcado pelo Programa Comunidade Ativa, que contribuiu com diversos projetos sociais em 8 cidades no Brasil. De 2013 em diante, o Instituto foi ampliando cada vez mais sua atuação incentivando o voluntariado entre os colaboradores no Brasil, que já somam mais de12mil horas de trabalho, e no exterior, com ações na África do Sul, Áustria, Chile, Turquia e Emirados Árabes Unidos.

voluntários do instituto brf seguram faixa de programa de voluntariado
Foto: Instituto BRF

Em 2015 o IBRF criou o Fundo de Ajuda Humanitária, que arrecadou quase R$ 1 milhão com a contribuição de colaboradores e da BRF para ajudar famílias do Oeste catarinense afetadas por desastres climáticos e ainda hoje atua na assistência emergencial neste tema. Outro destaque da história do Instituto BRF é o Projeto Sentidos e Sabores, realizado em mais de 20 cidades no País, que ofereceu formação para os voluntários promoverem ações sobre alimentação e aproveitamento integral de alimentos.

Além disso, o IBRF investiu no esporte como ferramenta de transformação social. Em 2020, foram apoiados os projetos Brasileirinhos e Gerando Mais Que Futebol, que, juntos, levaram aulas e oportunidades para mais de 450 crianças e jovens em comunidades.

Demais, não é mesmo? É responsabilidade social na ordem do dia!

Conheça um pouco mais sobre algumas dessas iniciativas clicando aqui.

Instituto BRF completa 10 anos de atuação com mais de meio milhão de pessoas impactadas 3

 

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.