Instituto distribui flores e estima gestos de afeto pelas ruas de POA

Quem transitou pelas ruas de Porto Alegre na primeira semana de Junho, se deparou com uma ação inusitada. Duas mil violetas foram deixadas em bancos, paradas de ônibus, entrada de lojas ou simplesmente no meio da calçada. A flor, um dos símbolos maristas, foi distribuída para comemorar o dia do fundador do Instituto Marista, São Marcelino Champagnat, comemorado em 6 de Junho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No entanto, mais do que embelezar e alegrar o dia de quem encontrou essas violetas, ela trazia um compromisso: transformar o dia de alguém. Aquele que recebia a flor deveria passá-la adiante, marcar presença na vida de alguém e, quem sabe, despertar um sorriso. O resultado foram milhares de sorrisos, abraços e momentos de emoção:

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=hAYvbXHnXtM”]

violeta violeta2 violeta3 violeta4

 

Champagnat e as violetas

Marcelino Champagnat foi um camponês que, há quase 200 anos, no interior da França, sonhou em transformar o mundo através da educação. Ele fundou a instituição que hoje está em 82 países e beneficia mais de 650 mil crianças, jovens e adultos. No Rio Grande do Sul, esse mesmo ideal se mantém vivo em Colégios, Unidades Sociais, na Universidade (a PUCRS) e no Hospital São Lucas. São 5 mil crianças, jovens e adultos atendidos gratuitamente, além de 45 mil estudantes da Educação Básica ao Ensino Superior.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde aquela época, a violeta é utilizada como um símbolo para representar o jeito de ser de Marcelino Champagnat:simples, humilde, discreto e, ao mesmo tempo, marcante. Pela grandiosidade de sua obra, o 6 de junho é comemorado ao redor do mundo, estimulando pessoas a conhecer e acreditar em seus ideais e modo de vida.

Relacionados

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

987,714FãsCurtir
1,763,678SeguidoresSeguir
8,639SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem cria escola de lona para alunos carentes em Tocantins e internautas criam vaquinha

Com alguns tecidos, plásticos e madeiras que encontra no lixão, jovem construiu a sua escolinha de reforço. Mas quando chove, ele perde tudo.

Pitbull resgatado de “rinha” não para de sorrir no novo lar

Publicamos no final do ano passado o resgate de 33 pitbulls de uma “rinha” em Itu (SP). O estado dos cães era muito triste. Hoje,...

Menino vende desenhos no portão de casa para ajudar a família e comprar telas

Kayque coloca seus desenhos à venda no portão de casa por R$1,50 para conseguir dinheiro para as telas e para ajudar a família.

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Ortobom doa 500 colchões para vítimas de chuva em Raposos (MG)

A Região Metropolitana de Belo Horizonte foi a mais afetada pelas fortes chuvas que caíram em Minas Gerais nas últimas semanas. Um exemplo é...

Instagram