Políticos na França irão dormir na rua em apoio a sem-tetos que enfrentam onda de frio

Já há quase duas semanas que a Europa está sofrendo com uma frente fria que vem da Sibéria e que foi apelidada de “Fera do Leste”. As temperaturas baixíssimas estão causando fortes nevascas e matando algumas pessoas em situação de rua. Com o objetivo de alertar sobre a vida destas pessoas que moram nas ruas, alguns funcionários públicos e políticos franceses passaram a noite do dia 28 de fevereiro na rua.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ação solidária foi ideia da assessora da prefeita de Etampes, na região parisiense, Mama Sy, que disse que “É insuportável ver as pessoas vivendo e dormindo fora”, em entrevista à rádio France. Até agora mais de 60 pessoas já morreram por causa desta frente fria congelante. Na semana passada, a França viveu seus dias mais frios desde 2005, sendo que as temperaturas chegaram a marcar até menos 11 graus em Lyon e menos 9, em Paris.

Mas o frio foi na Europa inteira, já que no Reino Unido as estradas, transportes públicos e aeroportos foram fechados. Na Irlanda, até a bolsa de valores foi fechada na semana passada e na Inglaterra, o exército foi às ruas, para ajudar a amenizar as consequências de um dos piores fenômenos climáticos vistos em 30 anos.

É difícil imaginar como é ter que dormir nas ruas com um frio intenso como esse. Se sair de casa já é difícil, imagina passar a noite inteira sofrendo as consequências de um frio intenso? A campanha foi apelidada de #ninguém fora e abaixo você pode ver algumas postagens originais, como estas feitas pelo jornalista Etienne Jacob, do jornal francês, Le Figaro:

Boa noite a todos. Esta noite, cinquenta representantes eleitos vão dormir na rua, em Paris, na Estação de Austerlitz. Com esta ação, eles irão tentar algum avanço na situação dos sem-teto…

Enquanto eles devem ser cerca de cinquenta pessoas que dormem na rua, alguns representantes se reúnem com membros de uma associação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O importante não é saber se vamos ou não dormir nas ruas. O importante é de compreender que isto é inviável.

Ações como estas são importantíssimas, não somente para conscientizar a população de que existem pessoas que precisam de ajuda, principalmente em momentos como estes, mas também para mostrar que todo mundo é igual e todo mundo merece ter um teto para dormir, uma roupa para vestir e comida para se alimentar. Existe muita diferença social no mundo e é essencial que as pessoas saibam reconhecer que quando mais nos igualarmos, mais ela diminuirá.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com informações de Le Figaro

Foto: reprodução Twitter / Etienne Jacob

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM








Políticos na França irão dormir na rua em apoio a sem-tetos que enfrentam onda de frio 4

Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
5,144,250SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ela se tornou a 1ª “Angel” com Down da Victoria’s Secret: “Chorei ao receber a ligação”

Por décadas, os grandes designers e estúdios de moda optaram por modelos que seguiam padrões estéticos muito específicos, atraentes aos olhos da maioria e...

Projeto de Lei do Romário torna crime a famosa carteirada

Confesso que o Romário tem sido uma das ótimas surpresas no cenário político atual. Ele tem se mostrado extremamente engajado em diversas causas, uma...

Amigos mobilizam cidade inteira para reformar casa de mãe e filha em extrema pobreza: “Nós abracemos elas”

O isolamento dessa família é tão grande que parece que elas vivem no século passado. Na cidade de Raposos (MG), na Serra da Gandarela,...

TV Cultura lançará série em libras no Dia Nacional do Surdo

A série "Crisálida" entra na grade da TV Cultura no dia 26 de setembro, Dia Nacional do Surdo. Veja o trailer!

Instagram

Políticos na França irão dormir na rua em apoio a sem-tetos que enfrentam onda de frio 5