Internautas organizam piquenique para professora após alunos darem “bolo” nela

Infelizmente, no Brasil, os professores, principalmente da rede pública, são desrespeitados e desvalorizados. A começar pela baixa remuneração, seguido pela falta de respeito de muitos alunos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com tantos motivos para desistir da profissão, só nos resta aplaudir esses profissionais e exigir o respeito que eles merecem.  Mas, o desrespeito é proporcional ao apoio e à solidariedade que a professora Rosana Carvalho, da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro, recebeu dos internautas após seus alunos darem um “bolo” nela.

Divulgação

Rosana organizou um piquenique com seus alunos, mas, ao chegar no local e horário combinados, notou que nenhum aluno tinha comparecido. Um banho de água fria na ideia dela dele tornar a relação entre professor e aluno mais harmoniosa. Na volta para casa, Rosana fez um desabafo, na sua conta no Facebook. Como se não bastasse, uma de suas alunas fez graça do fato no Twitter, ao invés de se justificar ou pedir desculpas.

Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas, o desfecho desse acontecimento triste não poderia ser mais maravilhoso! Milhares de internautas encheram a caixa de mensagens da professora com palavras de afeto e apoio. E ainda organizaram um evento no Facebook, que promete ser um super piquenique, no dia 15 de novembro, a partir das 10h, na Quinta da Boa Vista. Até o fechamento desta matéria, quase 3 mil pessoas confirmaram presença e mais de 4 mil demonstraram interesse.

Divulgação

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A professora soube do evento – aliás, sua presença está mais do que confirmada -, agradeceu as mensagens que recebeu e pediu para que seus pupilos não sejam julgados:

“Agradeço as manifestações de carinho e apreço pela figura do professor (nesse caso, por mim) e peço que não julguem a menina que teve a infelicidade de fazer a postagem. Ela não é má pessoa e tem um bom relacionamento comigo; foi uma brincadeira da qual ela já se arrependeu. Acho que todos nós devemos repensar a nossa relação virtual com o outro: ela pode causar danos irreversíveis. O lado bom do que aconteceu foi o carinho, o respeito e as palavras de solidariedade que recebi de todos os cantos do Brasil. Isso prova que o mundo não está perdido e que embora os governantes não reconheçam o valor de um professor, a sociedade ainda o abraça. Muito obrigada!”, concluiu a professora.”

Com informações do Awebic / Foto de capa: Rosana Carvalho

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,857,801SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Projeto quebra tabus sobre menstruação e gera renda para mulheres de comunidades rurais do Piauí

A menstruação ainda é um tabu em muitos lugares. A fim de combater os estigmas em torno do tema em comunidades na Zona Rural...

Startup que aluga roupas para grávidas promove o consumo consciente

Há vários sites de aluguéis de roupas e acessórios, mas você já viu algum especializado em roupas para grávidas? A startup brasileira Bump Box nasceu com...

Dos 18 projetos mais sustentáveis do mundo dois deles encontram-se no Brasil e um deles dentro de sua maior metrópole: São Paulo

O Parque da Cidade recebeu o selo de Alta Qualidade Ambiental. Este selo é entregue pela Climate Positive Development Program desenvolvido em parceria com...

Após vaquinha, mãe que capina terreno para sustentar 6 filhos reforma casa e sai do aluguel

Genteee, lembra da Marciane? Mãe de seis filhos e desempregada há cinco anos, ela faz o que pode para colocar comida na mesa. Capina terreno,...

Instagram