Internet se une para pagar estudos de jovem que teve recursos cortados pelos pais por ter namorado negro

Allie Dowdle é uma jovem branca, de 18 anos, que vive em Memphis, nos EUA. Ela namora um jovem negro, Michael, também de 18 anos. A família dela não aceita o seu relacionamento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

No Natal passado, seus pais lhe deram um ultimato: caso não terminasse o namoro com Michael, ela perderia o dinheiro para pagar a faculdade, além do carro e do telefone.

Mas, Allie não se curvou para o preconceito de sua família, que acha inconcebível pessoas de diferentes etnias se amarem. Ela criou uma campanha de financiamento coletivo para terminar os estudos e combater o racismo.  Sua meta era conseguir 10 mil dólares, mas ela já conseguiu mais de 30 mil. Na página da campanha, Allie conta que começou a namorar há dois anos, e que foi forçada a terminar porque o namorado é negro.

“Nunca vou esquecer os gritos que os meus pais deram demonstrando o quão decepcionados estavam comigo. Falando sobre como eu poderia ter coisa melhor na vida. Eu não sabia o que fazer, e não consegui entender como alguém podia ser visto como inferior por causa da cor da pele”, contou Allie.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ela se encontrava com Michael às escondidas até que decidiu assumir o namoro no Natal. Mas, a reação dos pais foi a pior possível, ela conta.

“A resposta (dos pais) foi muito mais drástica do que eu poderia imaginar. Como tenho 18 anos, eles decidiram não apoiar mais o meu futuro, retirando todos os meus recursos, incluindo a minha poupança pessoal, o meu carro, o meu telefone, e o dinheiro para os meus estudos. Deixando-me sozinha para pagar a faculdade.”

Allie conta ainda que está procurando um emprego, mas que ainda vive na casa dos pais, pois não tem para onde ir. “Tudo isso porque amo outro ser humano, como me ensinaram a fazer. Como poderia o meu amor por outra pessoa estar errado por causa da sua cor de pele?”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Recentemente, o pai dela, Bill Dowdle disse em entrevista ao New York Daily News não ser racista, que sua família namorar um negro não era a sua “preferência”, apenas. Ele afirmou que a decisão de tirar o dinheiro da filha para pagar a faculdade não foi motivada pelo fato do namorado ser negro, mas porque ela estava mimada demais…

Veja também: Teste de imagens com profissionais de RH mostra que racismo institucional existe SIM

Com informações do Hypeness / Fotos: Reprodução

[Nota da Redação]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Acreditamos que, para um futuro melhor, precisamos de uma relação melhor com o nosso dinheiro. Por isso, criamos em parceria com o Warren essa carteira DOBRA linda, para você se motivar a cuidar ainda melhor da sua grana. Os 100 primeiros a se cadastrarem no site do Warren (clique aqui) com o cupom “razões para acreditar” e investirem a partir de R$ 100 até 30/09, vão levar para casa essa belezura de carteiraPartiu ir atrás dos nossos sonhos?”

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

Relacionados

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

995,772FãsCurtir
1,921,710SeguidoresSeguir
9,388SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Magazine Luiza doa 1.000 colchões e travesseiros para moradores de rua em Belém (PA)

Desde o último sábado (21), o Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, passou a receber centenas de pessoas em situação de rua da Região Metropolitana...

Após ver família comendo restos do lixo, homem abre restaurante para servir pessoas carentes

O dono de um restaurante em Vila Velha (ES) abriu seu estabelecimento para atender gratuitamente pessoas em situação de rua durante a pandemia de...

Angelina Jolie doa R$ 5 milhões para manter merenda de alunos durante quarentena

A atriz Angelina Jolie, 44 anos, doou US$ 1 milhão (R$ 5,2 milhões) para manter a distribuição de merendas escolares para crianças de baixa...

Idosa de 87 anos confecciona máscaras de proteção para distribuir gratuitamente no MA

Sem conseguir encontrar máscaras de proteção, a professora, bióloga e engenheira civil Renatha Costa uniu forças com sua avó, dona Bernarda, 87 anos, para...

Idoso de 80 anos constrói trenzinho para cães que resgatou das ruas

Um idoso de 80 anos passa seu tempo livre operando o que provavelmente pode ser o trem mais divertido do mundo! O senhor Eugene Bostick...

Instagram