Irmã ajuda irmão gay a realizar o sonho dele e do seu marido de ser pai

O casal David e Brendan sempre quis ter um filho. Eles tentaram adotar uma criança, mas os obstáculos que foram aparecendo no processo de adoção desanimaram o casal, assim como a tentativa de conseguir uma barriga de aluguel.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Quando começamos a procurar isso [a adoção e depois a mãe de aluguel], o sistema parecia surgir com cada vez mais exigências por sermos um casal homoafetivo. Pensei de verdade que jamais iríamos conseguir”, conta Brendam.

Foi nesse momento de desilusão que a irmã de Brendan apareceu se oferecendo para dar à luz ao filho do casal. “Algumas pessoas acham estranho eu dar à luz um filho do meu irmão, mas para mim é uma benção”, diz David Ashlee, mãe de três crianças.

David e Brendan só precisaram encontrar uma doadora de óvulos para implantar o embrião no útero de Ashlee. Ela ficou grávida já na primeira tentativa.

“Perguntavam para mim se eu seria capaz de entregar meu bebê ao nascer, mas isso nunca me preocupou. Sou a tia, e não a mãe dele”, enfatiza Ashlee.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O bebê de David e Brendam nasceu em junho e ganhou o nome de Raylee.

Veja as fotos da família:

irma-barriga-aluguel-close-3

irma-barriga-aluguel-close-4

irma-barriga-aluguel-close-5

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

irma-barriga-aluguel-close-6

Com informações do SóNotíciaBoa / Fotos: Reprodução

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,829,971SeguidoresSeguir
24,599SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Jovem de 16 anos cria solução para a seca na África do Sul com casca de laranja e abacate

Oito das nove províncias da África do Sul estão em estado de calamidade. Milhares de comunidades e milhões de famílias enfrentam a escassez de...

Mãe doa 450 litros de leite materno para ajudar outras mulheres

A americana Tabitha Frost produz mais leite do que sua filha necessita.

Crianças de 5 anos formam conselho deliberativo de escola pública em São Paulo

Elas fazem parte de um conselho deliberativo, chamado “Conselho da Criança”, que tem mudado a rotina e as decisões na gestão da escola. A primeira reivindicação dos pequenos foi o fim da obrigatoriedade do soninho após o horário de almoço.

Revista sem fins lucrativos lança campanha de assinaturas para se sustentar pela rede de leitores

PISEAGRAMA é uma revista sobre espaços públicos: existentes, urgentes e imaginários. Desde a sua fundação em 2010, foram publicadas dez edições da revista, dedicadas...

Projeto desenvolvido por mãe de alunos estimula o respeito ao próximo, gratidão e positividade em escola de SP

Ação ocorre na instituição que os filhos frequentam e já conta com a participação de 100 crianças

Instagram

Irmã ajuda irmão gay a realizar o sonho dele e do seu marido de ser pai 3