Irmãos atravessam os EUA de bicicleta em prol da luta contra a fome

A idéia de fazer uma viagem cansativa de 6 mil quilômetros de bicicleta, com noites dormindo debaixo de mesas de piquenique e acordando as 4 da manhã, pode parecer triste para a maioria das pessoas. Mas para os irmãos Gagnon, foi uma aventura que mal podiam esperar, pois ela teria o foco de ajudar uma causa que eles acreditam: a luta para acabar com a fome das crianças em Detroit.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Os ciclistas amadores Jon Gagnon de 22 anos e Chris de 24 anos de Ferndale, Michigan, no dia 3 de setembro pedalaram em uma viagem de bicicleta de costa a costa, de 45 dias, terminando em Washington no dia 17 de outubro.

Antes de começarem, eles lançaram uma campanha de doação que já levantou mais de US $17.000 para a instituição No Kid Hungry, Sem Crianças com Fome. Jon se familiarizou com a NKH, enquanto trabalhava de voluntário em um programa de verão do AmeriCorps. Hoje ele é empregado da GroundWerx.CI, uma organização sem fins lucrativos de Detroit que trabalha em parceria com a NKH.

fome-ciclismo-2 fome-ciclismo-3

Foto: Cortesia de Chris e Jon Gagnon

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Durante sua aventura de bicicleta, os irmãos Gagnon viram fome em todo o país. Muitas vezes, nas comunidades rurais que passavam, elas tinham apenas uma pequena loja. Jon ligava o que ele viu ao cenário de comida em Detroit, que embora tenha dezenas de lojas de mantimentos, o acesso a alimentos saudáveis ainda é uma dificuldade.

Isso se reflete em um uma rede nacional de bancos de alimentos que serve 46,5 milhões de americanos anualmente. A organização pesquisou as pessoas que procuravam sua ajuda e constataram que 79% das famílias relataram a compra da comida mais barata possível para alimentar suas famílias, seja esta saudável ou não. Sem contar que 67% da população de Detroit ainda escolhem entre comida e transporte, o que mostra que o transporte público também é uma barreira.

Um dos desafios mais estressantes durante a aventura aconteceu no sul de Utah, onde encontraram um viajante que mostrou a eles um atalho. No dia seguinte, tentaram pegar o atalho recomendado, mas acabaram se perdendo e ainda acabaram por andar a pé no deserto por mais de 35 quilômetros. O caminho de terra batida tornou impossível o uso da bicicleta.

fome-ciclismo-4 fome-ciclismo-5

Foto: Cortesia de Chris e Jon Gagnon

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Certo momento eles finalmente desistiram e começaram o caminhando de volta com o pôr do sol. A caminhada de retorno durou mais de quatro horas. Sem água, com fome e mal conseguindo ficar em pé, eles eventualmente chegaram a um lugar com serviço de celular e chamaram os guardas do parque para ajudar.

fome-ciclismo-6

Foto: Cortesia de Chris e Jon Gagnon

“Nossa aventura pelo deserto é um bom lembrete da importância da luta contra a fome na juventude do nosso país. Estar com fome não só faz seu estômago roncar. Drena sua energia, rouba seu foco e faz com que as ações mais simples tornem-se impossíveis.”

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM



Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
2,839,477SeguidoresSeguir
24,786SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Com vaquinha, enfermeiro que dormia em terraço reforma sua casa e ajuda famílias carentes

E o Ildo, gente, que depois de tanto sufoco, conseguiu reformar a casinha que ele mora com a mãe, as irmãs e as sobrinhas...

Motorista de ônibus na Alemanha emociona com discurso gentil para imigrantes

Sven Latteyer fez o discurso de improviso enquanto dirigia ao redor da cidade de Erlangen, com cerca de 15 jovens estrangeiros, alguns da África, a bordo, segundo o...

Pai pedala 35 km para agendar exames do filho com doença sem cura

O pequeno Fábio foi diagnosticado aos cinco meses de vida com uma doença sem cura. Família tem passado dificuldades para o tratamento do filho.

Designer holandês cria geladeira que funciona sem energia elétrica

A geladeira é um dos eletrodomésticos que mais consomem energia elétrica. O consumidor paga um preço salgado para manter seus alimentos frescos. Já pensou...

Mickey de Porto Alegre recebe doações após mobilização nas redes sociais

Clóvis Adriano Pires trabalha há oito anos usando fantasias de personagens de desenhos animados e cobrando R$ 0,50 das pessoas por fotos tiradas ao...

Instagram

Irmãos atravessam os EUA de bicicleta em prol da luta contra a fome 4