Contra desperdício, islandeses banem caixinhas de papelão para pastas de dente

Ao comprar uma pasta de dente, a primeira coisa que fazemos após abrir a embalagem é jogar a caixinha de papelão ou plástico no lixo. Mas será que é realmente necessário que a pasta de dente venha dentro de uma caixa, uma vez que o próprio produto já seja envolvido em plástico? A Islândia entende que não.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Lá, 90% de todos os tubos de pasta dental são vendidos sem caixa. A caixa de papelão tem uma função exclusivamente estética, mantida há décadas, nunca reimaginada. Apesar do material ser reciclável, não há razão para continuar investindo (e desperdiçando!) água e energia em sua fabricação.

Leia também: Aplicativo ‘Comida Invisível” combate desperdício de alimentos via geolocalização

Na Islândia, as coisas são diferentes porque o governo e a população pressionaram as empresas a mudarem sua lógica de fabricação. Evita-se o desperdício e valoriza-se o consumo consciente.

Esse debate veio à tona depois que o ativista chileno Alan Rodrich criou um abaixo-assinado no site Change.org, cujo objetivo é pressionar as grandes marcas de pastas dentais a abandonarem as caixinhas na venda das pastas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mais (boas) novidades na Islândia

O abaixo-assinado ganhou assinantes e adeptos do mundo todo, que desejam replicar essa cultura positiva dos islandeses.

Mas não para por aí: a Islândia quer a partir do próximo ano proibir o uso e venda de plásticos descartáveis, os chamados “plásticos de uso único”, e impedir sua circulação em lojas e mercearias do país. Uma lei foi aprovada e sancionada no Parlamento, regulamentando o fim desses agentes poluentes.

No início deste ano, os islandeses também baniram para sempre o uso de talheres, pratos e copos do tipo descartáveis (essencialmente de plástico), além de canudos, sacolas e cosméticos produzidos com micropartículas plásticas.

Leia também: Estudantes do Paraná criam sistema de baixo custo para evitar desperdício de água

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O objetivo do governo é estimular o hábito da utilização de sacolas reutilizáveis entre a população – tanto consumidores quanto comerciantes.

Um projeto de lei discutido pelo gabinete da primeira-ministra progressista Katrín Jakobsdóttir é adotar junto às prefeituras e condados um dispositivo de coleta de materiais recicláveis e o fomento mais abrangente de políticas sustentáveis e pró-meio ambiente nos próximos anos.

Você conhece o VOAA? VOAA significa vaquinha online com amor e afeto. E é do Razões! Se existe uma história triste, lutamos para transformar em final feliz. Acesse e nos ajude a mudar histórias.

Fonte: Iceland Mag/Foto: Reprodução/YouTube

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,784,743SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Uma carta de 2008 sobre como encarei o bullying que sofria na escola

Por Nylo Bimbati 03 de maio de 2008... Um dos meus maiores problemas em ir à escola não era e nem é a grande preguiça de...

Garçom resolve servir comida aos moradores de rua como se fossem clientes de um restaurante

Mostramos aqui no RPA há alguns dias, um homem que deu um bilhete de loteria 'premiado' a um morador de rua, lembram? Isso transformou...

Pesquisadores desenvolvem anticorpo que neutraliza Covid-19 e suas variantes

Enquanto existir Ciência, haverá esperança na batalha contra a Covid-19. Além da vacina, o espírito de que sairemos desta espiral de vidas perdidas é...

A Grande Muralha Verde da África: 8.000 km de árvores que prometem salvar o planeta do aquecimento global

Pesquisas já mostraram que, para conter o aquecimento global seria preciso plantar cerca de 1,2 trilhão de novas árvores. Se este objetivo parece difícil...

Que tal viajar o mundo ajudando pessoas e animais?

Querendo dar outro rumo para vida? Que tal viajar o mundo ajudando outras pessoas ou animais? Essa é a proposta do projeto Para Onde?, criado pela portuguesa Inês Ferrão, um...

Instagram