Islândia dá lição de solidariedade ao mundo e abre as portas para refugiados

O mundo está acompanhando de perto o drama e a tragédia dos refugiados. Tentando escapar de zonas de guerra, eles abandonam tudo apenas na busca de paz e sobrevivência.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Mas nem sempre essas pessoas encontram abrigo, muitos países fecharam suas portas ou apenas fingem que não está acontecendo. Porém, a Islândia fez diferente e deu uma grande lição de solidariedade ao mundo.

A escritora Bryndis Bjorgvinsdottir resolveu criar um grupo no Facebook pedindo que o governo aumente a cota de refugiados que pretende receber anualmente, que hoje é de apenas 50.

Mais de 12 mil islandeses, sendo que o país tem pouco mais de 300 mil habitantes, ofereceram suas casas para receber refugiados.

“Os refugiados são nossos futuros maridos e mulheres, melhores amigos ou almas gêmeas. Eles são os bateristas da banda dos nossos filhos, nosso futuro colega, a Miss Islândia 2022, o carpinteiro que finalmente vai terminar o banheiro, o atendente da cafeteria, o bombeiro, o gênio da informática ou o apresentador de televisão”, escreveu ela em uma carta aberta ao ministro do Bem Estar Social, Eygló Harðar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Além de moradia, através do grupo, os habitantes se organizaram para oferecer também comida, roupas e ensino: “Sou uma mãe solteira com um filho de seis anos de idade. Podemos adotar uma criança necessitada. Eu sou professora e poderia ensiná-la a falar, escrever e ler, além de ajudá-la a se ajustar à sociedade islandesa. Temos roupas, cama, brinquedos e tudo o que uma criança precisa. Eu, é claro, poderia pagar pela passagem aérea”, escreveu Hekla Stefansdottir.

O primeiro ministro do país, Sigmundur Davíð Gunnlaugsson, afirmou que está ciente da crescente pressão popular, e disse que vai deliberar junto com uma comissão especial montada para isso como “a Islândia pode contribuir o máximo possível”.

Segundo dados do governo ao jornal The Independent, a Islândia, considerado o país mais pacífico do mundo, recebeu 1.117 imigrantes em 2014.

Fonte: Brasil Post

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM






Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,993,160SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Fã-clube do BTS celebra 6 anos da estreia com doação de sangue a crianças com câncer

Para comemorar os seis anos de formação do grupo de K-pop BTS, um fã-clube se juntou para realizar 641 doações de sangue à Fundação de...

Porteiro vira sucesso após gesto de gentileza em escola em Sinop, no Mato Grosso

Nos deixamos levar pela grande leveza e alegria desse senhorzinho que todos os dias aparece super disposto a cumprimentar todas as pessoas que passam...

Fantasiado de Homem-Aranha, rapaz conforta crianças em hospitais da Itália

Histórias de super-heróis estão por toda a parte: das revistinhas ao cinema. No entanto, poucas vezes paramos para pensar que, na verdade, eles estão...

Após 12 anos escondendo vitiligo, modelo brasiliense se torna exemplo de autoaceitação

Por 12 anos a modelo de Brasília, Larissa Sampaio, de 18 anos, escondeu seu vitiligo. Eram camadas super reforçadas de corretivo e base, deixando...

Idosa de 93 anos confecciona casacos para crianças com câncer acolhidas em fundação de MG

Desde o início do mês, Dona Maria Beatriz, 93 anos, vem confeccionando casacos para crianças da Fundação Sara, uma ONG de Belo Horizonte (MG)...

Instagram