Equipe rival protege jogadora muçulmana para que ela arrume hijab durante partida

Empatia e fair play foram os protagonistas de uma partida válida pelo Campeonato Feminino de Clubes do Oeste Asiático. Após uma tentativa de drible de uma jogadora do Arab Orthodox Club, da Palestina, atletas do Shabab al Ordon, da Jordânia, cercaram a rival para protegê-la enquanto ela arrumava seu hijab.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O hijab é um símbolo de “privacidade, modéstia e moralidade”. Ele cobre cabelos, orelhas e o pescoço. As mulheres islâmicas sentem-se expostas e em pecado sem o ‘véu islâmico’, como também é conhecido. É por isso que a sensibilidade das jogadoras do Shabab al Ordon chamou tanta atenção.

Nas imagens, a atleta do Arab Orthodox, que está usando o hijab, dá um bonito drible e passa no meio de duas adversárias, até que uma terceira chega na cobertura e, numa dividida, a bola sai pela lateral. Ao sentir o véu cair, a jogadora se abaixa para tentar arrumá-lo.

jogadora muçulmana hijab

Hijab de volta ao seu devido lugar

Nesse momento, ao invés de prosseguirem jogando, as rivais do time adversário se aproximam e cercam a moça para ajudá-la. Outras duas atletas do Shabab correm para fechar o círculo, ocultando completamente a atleta dos olhos do público enquanto ela se arruma.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ao final, é possível ouvir alguns aplausos da arquibancada pela atitude de fair play.

Leia também:

O jogo foi válido pela penúltima rodada do Campeonato Feminino de Clubes do Oeste Asiático, no dia 9 de outubro, e confirmou o título antecipado do Shabab al Ordon, invicto no torneio.

Já o clube Arab Orthodox perdeu as quatro partidas do torneio e foi eliminado. As outras equipes que participaram da competição vinham de Bahrein, Líbano e Emirados Árabes.

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Amantes do Futebol Feminino (@amantesdofutebolfeminino) em

Compartilhe o post com seus amigos!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.
  • Envie sua história aqui.

Fonte: Observatório Racial Futebol/Fotos: Reprodução/Twitter

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,265,903SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Rick Chester destinará lucro da sua palestra para jovem humilhado por vender geladinho (MA)

“Os humilhados serão exaltados”, afirmou palestrante Rick Chesther em publicação, na qual anunciou também que fará uma surpresa para a família de Adão, o...

Após filho revelar ser gay, pastor homofóbico funda templo religioso que apoia a comunidade LGBT

A revelação do próprio filho de que ele era gay mudou para sempre a percepção do Reverendo Danny Cortez, da Igreja Batista New Heart...

Skol convida ilustradoras para recriarem pôsteres machistas da marca

Uma coisa não tem mais volta (ainda bem): marcas machistas não são mais toleradas ou absorvidas de forma velada e sem cobrança de um...

Marca convida consumidoras a elogiarem amigas e ganharem produtos de beleza

Não há quem não goste de receber elogios. Só não dizemos isso abertamente por medo de parecermos vaidosos ou arrogantes, mas, no fundo, toda...

Após ser impedida de se matricular na USP, jovem ganha estágio e imersão nos EUA

A jovem Elisa Flemer, 17 anos, passou para engenharia civil na USP (Universidade de São Paulo) com a 5ª melhor nota entre os candidatos...

Instagram