Estudante faz linda amizade com menina com síndrome de Down rejeitada na escola

Todos os dias após a aula, no turno da manhã, Yasmin via uma aluna esperando sua aula começar, no turno da tarde. Ela sempre quis se aproximar e puxar conversa, mas era reticente com a ideia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Neste ano, com o início das aulas, Yasmin descobriu que aquela menina passou a estudar de manhã também. Certo dia, tomou coragem e foi conversar com ela. Ao se aproximar, percebeu que a jovem não se sentiu muito à vontade, mas fez de tudo para mudar isso.

“Comecei a conversar com a Helena e ela foi aos poucos se soltando. Então perguntei se ela tinha amigos e ela disse que não, pois todos se afastavam, inclusive as pessoas da sala dela e ela se sentia muito só“, escreveu Yasmin Massone em um post no Facebook.

Helena tem 16 anos, mora em São Paulo (SP) e tem síndrome de Down.

jovem faz amizade menina com síndrome de down rejeitada colegas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Amizade

Ao ouvir o relato de Helena, Yasmin conta que seu coração “apertou forte” e ela disse que agora Helena teria uma amiga.

“Ela não ficou muito convencida. Disse que era super diferente de mim porque tinha Down e começou a falar coisas ‘boas’ como da minha unha, do meu cabelo, da minha roupa etc. Eu disse que isso não era verdade, que ela era igual a mim, aliás, que ela era uma pessoa mega especial“, conta Yasmin.

“Comecei então a falar das qualidades dela, falei de Deus, falei o quanto as pessoas são egoístas e o quanto pensam somente em si próprias. Mostrei a realidade do mundo mas também falei sobre o amor de Deus e o quanto eu gostaria de ter ela por perto!”, continuou.

Desabafo

Elas passaram um bom tempo conversando. Helena ficou tão feliz em poder desabafar, conversar e ser ouvida que chorou muito. “Óbvio que chorei junto”, disse Yasmin. “[Ganhei] um abraço como ninguém nunca me deu”, diz, após o papo.

No dia seguinte, Yasmin ficou com Helena no intervalo. E aquele momento gostoso de diálogo e fraternidade se repetiu.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“[Conversamos] bastante, dei toda atenção e carinho que eu tinha para oferecer e ela se sentiu incrível”, relata. “Mas nem sempre tudo fica bem, essas crianças precisam de um cuidado especial pois uma hora ela está super bem, te abraçando, mas outra ela está falando que não quer conversar mais e sai correndo, então você tem que deixar ela ter o momento dela e ter muita paciência”, completa.

Uma apoiando a outra

Na última sexta (7), Helena espontaneamente foi até Yasmin para conversar. “Ela me contou como se sentia só e não aceita pela sociedade. Esse foi o motivo do choro no dia anterior, eu como sou mole chorei e abracei ela. Eu não estava em um dia bom, várias coisas haviam acontecido e eu só precisava de um abração”, diz Yasmin.

Naquele dia, elas ficaram ali quietinhas, abraçadas, apoiando uma a outra. “Foi o melhor abraço que eu ganhei na minha vida […] Essas crianças tem um amor e um carinho tão grande. É uma inocência muito grande”.

O sonho de Helena é ser modelo e ficar famosa na internet – e Yasmin acredita muito nela!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“[Temos] muito a aprender com eles, de verdade. O amor é uma linguagem universal e eles a falam e entendem com propriedade”, afirma Yasmin. “Respeito, compreensão, tolerância, igualdade, inclusão são o mínimo […] Sou grata por ter a Helena na minha vida! […]”, concluiu

Yasmin compartilhou esse relato no seu perfil do Facebook na última sexta-feira (7). O post viralizou, acumulando mais de 36 mil reações e 14 mil compartilhamentos em quatro dias.

Confira na íntegra abaixo:

Repercussão

Na segunda (10), Yasmin publicou dois stories comentando a enorme repercussão da sua história. Confira:

jovem faz amizade menina com síndrome de down rejeitada colegas

[Nota da Redação]

A cada bebê que traz ao mundo, o médico Calixto Hueb presenteia a mãe com uma arvorezinha para que a criança cresça com ela. É um primeiro presente à família do recém-nascido e também uma contribuição valiosa do médico para a preservação do meio ambiente. Vem conhecer mais essa história, dá play no vídeo abaixo:

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fotos: Reprodução/Facebook Yasmin Massone

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,266,727SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Projeto leva palavras de gentileza a desconhecidos em locais públicos

Pequenas ações que tenham como objetivo mudar o mundo. Ações desinteressadas, que façam alguém sorrir, sentir-se melhor, emocionar-se, etc. Qualquer coisa que mude o...

Aos 96 anos, italiano se torna o mais velho do país a se formar em universidade

Giuseppe Paterno é um aposentado de 96 anos e poderia passar seus dias tranquilos, em casa, com a família. Mas ele tinha um sonho...

Pedagoga cega supera limites e consegue exercer profissão de professora no sertão de Pernambuco

Sirlene Xavier é uma mulher como todas as outras, com a diferença que ela possui um desafio maior do que o normal para realizar...

Pai adapta bicicleta para filho com paralisia cerebral sentir o prazer de pedalar

Gabriel Couto Rocha, o Biel, como é mais conhecido, tem paralisia cerebral e por isso tem algumas limitações motoras. Mas nada que o impeça...

Hospital atende último pedido de dinamarquês: um cigarro e taça de vinho vendo o pôr do sol

Os médicos disseram a este homem dinamarquês que ele tinha apenas dias – talvez horas – de vida antes de morrer por conta de um hemorragia...

Instagram

Estudante faz linda amizade com menina com síndrome de Down rejeitada na escola 4