Jovem lidera campanha virtual e faz o Google alterar definição de síndrome de Down: ‘Não é doença’

A mobilização de uma jovem de 22 anos nas redes sociais chegou aos ouvidos do Google, que convenceu a empresa a modificar o resultado das pesquisas para o termo “síndrome de Down”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Antes da campanha de Vitória Mesquita, de Brasília (DF), a busca classificava a trissomia do cromossomo 21 como “doença” e, agora, mostra ela como “condição genética” (que é o certo!).

Tudo isso foi possível graças ao engajamento de milhares de pessoas através da hashtag #atualizagoogle. Para a jovem, essa mudança, por mais singela que seja, fará toda a diferença daqui pra frente.

 

Ver essa foto no Instagram

 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Uma publicação compartilhada por VITÓRIA MESQUITA | T21 (@hey.viti)

“Imagine um jovem que fazia pesquisa sobre a condição de um colega de classe com Down e lê que ele é uma pessoa doente e com distúrbio? Ou mesmo uma mãe à espera de uma criança com síndrome de Down imaginar que terá um filho doente e que a culpa seria dela? As informações, como estavam na plataforma, levavam algumas pessoas a pensarem dessa forma”, descreveu a influencer. “Além de criar um estereótipo falso, ainda gerava capacitismo, ao fazer com que a sociedade veja essas pessoas como menos capazes.

Em resposta à campanha, o Google explicou que as informações que constam nas buscas são extraídas de plataformas da área médica e que alterou seus parâmetros de busca.

“Quero ensinar e contar mais sobre a minha vida”

Meses atrás, Vitória, em parceria com a irmã, a comunicóloga Luiza Mesquita, 26 anos, criou uma conta no Instagram que já possui mais de 16 mil seguidores.

“Criei este blog junto com minha irmã porque quero ensinar e contar mais sobre a minha vida”, diz Vitória. “Só quero fazer o melhor para todos. Assim, as pessoas podem lutar contra o preconceito, contra o capacitismo, contra o bullying”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo Luiza, a ideia surge para estimular a criatividade e autoestima da irmã durante esse período difícil de pandemia. Ao mesmo tempo, desmistifica a síndrome de Down de forma leve e profissional.

Antes da campanha de Vitória.

Depois da campanha #atualizagoogle.

Com a vitória da mobilização, o senador Romário, que é pai de uma menina com Sown, parabenizou os envolvidos na mudança. Nos últimos anos, projetos relativos à condição genética são pauta constante na agenda política do senador.

“A mudança do termo é uma imensa vitória, especialmente quando se trata do maior site de buscas do mundo. O Google, hoje, funciona como uma porta de entrada para o conhecimento. Usar o termo correto é fundamental para não desinformar as pessoas ou reforçar estereótipos negativos”, disse Romário ao portal Metrópoles.

Confira a resposta completa do Google:

“O conteúdo dos nossos painéis de informações sobre saúde vêm de parceiros com os quais trabalhamos em todo o mundo, incluindo o Hospital Israelita Albert Einstein no Brasil. Esse conteúdo foi revisado e atualizado pelo nosso parceiro e agora está refletido na busca. A qualquer momento, nossos usuários podem relatar informações incorretas ou desatualizadas e enviar seus comentários aqui, o que nos ajuda a melhorar os resultados no futuro.”

Luta continua

Na visão de Vitória, ainda há longo um caminho a ser percorrido para se alcançar a igualdade no Distrito Federal. As principais dificuldades enfrentadas são a ausência de oportunidades no mercado de trabalho e a falta de conhecimento, que impede que pessoas com síndrome de Down sejam consideradas como indivíduos com características e capacidades únicas.

Veja também:

Fonte: O Povo
Fotos: Reprodução / Instagram: @hey.viti

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,827,226SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Isto é o que acontece nas escolas da Holanda entre 8 e 8:30

Neste vídeo em timelapse é possível ver o horário de chegada de alunos na cidade de Den Bosch, na Holanda, entre 08h e 08h30. Trata-se...

Esse pai teve a melhor atitude quando sua filha disse que carrinho é coisa de menino

Pode até parecer que não, mas quando somos crianças muitas coisas nos marcam para sempre. Não somente os acontecimentos, mas as coisas que ouvimos....

Mãe ‘desperta’ do coma para amamentar filha de 2 anos

Apesar de ainda não estar plenamente consciente, sua incrível reação animou a família, que mantém esperanças de que ela vá para casa em breve.

Faxineiro ‘gente fina’ ganha viagem de férias de estudantes

Estava mesmo na hora de dar um presente especial para alguém que é legal com todo mundo e que é querido por todo mundo.

Gêmeas separadas há dois anos se reencontram após serem adotadas por um casal na BA

Ana e Júlio são de Feira de Santana (BA), estão casados há 10 anos e a história da família deles dá um enredo de...

Instagram