Jovem com paralisia cerebral passa no exame da OAB

Sempre vai ter quem nos diga que algo é impossível e sempre vai ter quem nos prove que nada supera o esforço e dedicação para se alcançar um sonho.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Desde seu nascimento, em 14 de setembro de 1991, a pernambucana Melissa Campello desafia prognósticos, tendo médicos ditos que ela viveria como um “vegetal”.

Após um parto difícil e prematuro ao lado de sua irmã gêmea, Mel viveu ano após ano e venceu o bullying, a falta de acessibilidade para cadeirante e os comentários preconceituosos sobre sua paralisia cerebral.

Mas a maior conquista dela estava por vir. Este ano ela passou na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) com uma nota de 8.6 no 18° Exame de Ordem Unificado.

“Achei a prova fácil. Durante o teste, ainda podia usar mais uma hora, mas acabei antes”, explicou em entrevista ao Só Notícia Boa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Durante o curso – Mel formou-se em direito pela Faculdade Guararapes no ano passado – ela chegou a escutar de professores: “Você já fez muito concluindo o curso de direito”, como se a aprovação na OAB fosse algo inalcançável.

Como Mel não consegue escrever, ela utiliza um computador que a escuta e trasncreve o que fala. No dia da prova uma fiscal fez esse papel. “A ajuda de minha professora Schanmkypou Bezerra foi fundamental”, disse.

“Minha filha é uma gladiadora, uma guerreira, fortaleza, exemplo de coragem para muita gente que fica inventando desculpas para não seguir crescendo”, elogia a mãe.

menina-paralisia-oab-close

Fonte: Só Notícia Boa

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM




Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,843,411SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Ação presenteia crianças com deficiência com andadores de PVC para poderem entrar no mar

Sol, verão, praia… O momento pede um banho de mar, mas entrar na água não é tão simples assim para algumas pessoas. Pensando na inclusãodaqueles...

Cafeteira sustentável portátil funciona sem energia elétrica, filtro ou cápsulas

A cultura cafeeira está nas raízes brasileiras desde o período colonial. O café quentinho acompanha o dia a dia de muita gente, mas já...

Família reencontra cachorro 10 anos após o seu sumiço em Curitiba (PR)

Há dez anos, Snoopy, um filhote vira-lata, fugiu de casa para jamais retornar. Hoje um cachorro idoso, ele foi reencontrado por sua família na...

Leitãozinho aprende a andar com “cadeira-de-rodas”

Já mostramos aqui no Razões, uma cadelinha que voltou a andar graças a uma engenhoca feita por uma pessoa boa de coração, (não viu?...

Avó de 63 anos aprende a ler com as aulas remotas do neto na pandemia

As aulas remotas do neto de 7 anos ajudaram Marlene Hinckel, 63, a ler suas primeiras palavras. Em 2019, Marlene, que mora em Florianópolis...

Instagram