Após 27 anos, jovem descobre que é filha biológica do homem que chamou de padrasto desde criança

Faz cerca de quatro meses que a modelo Diana Geniath, de 27 anos, descobriu que o homem a quem chamava de padrasto desde criança é na verdade seu pai biológico.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A jovem nasceu no Tocantins, mas decidiu se mudar e recomeçar a vida em João Pessoa, capital paraibana.

Após 27 anos, jovem descobre que é filha biológica do homem que chamou de padrasto desde criança

Em entrevista ao G1, ela contou que o casamento de sua mãe foi bastante conturbado. Foram 6 anos de relacionamento com o homem a quem a modelo chamava de “pai afetivo” após descobrir não ter vínculo de sangue com ele.

Como o casamento passava por crises e términos constantes, a mãe de Diana decidiu dar um fim na relação com o marido. Na época ela vivia numa área rural e se envolveu com um motorista que conheceu nas proximidades de sua casa.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O namoro foi passageiro e não demorou muito para ela voltar com o antigo marido. E advinha? Não deu certo (de novo) e eles terminaram em definitivo. Pouco tempo depois, a mãe de Diana descobriu estar grávida, mas tinha certeza que a filha era do homem com quem era casada há anos.

Eis que depois de se separar, ela reencontrou aquele motorista e eles voltaram a namorar. Sem criar problemas, o homem aceitou cuidar da filha que acreditava ser do ex-marido da atual esposa. E foi assim pelos 27 anos seguintes!

A verdade só veio à tona após um sonho de Diana, que ela interpretou como um aviso. “Uma mulher me contava que eu não era filha do meu pai, e sim de uma experiência alienígena”, contou ela, aos risos.

O pai à esquerda e Diana à direita.

A modelo contou o sonho estranho à mãe e ao, então, padrasto. Enquanto todos achavam graça da história, o padrasto disse: “e se o alienígena for eu?”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Logo, a semente da dúvida ficou plantada na mente de Diana, até ela resolver fazer um teste de DNA. Foi aí que ela descobriu, em choque, que era 99,9% compatível geneticamente com o homem. “Meu mundo caiu, tudo passou a fazer sentido, nossas semelhanças que a gente ignorava”, relatou Diana.

A descoberta foi acompanhada de um processo de aceitação, e a jovem precisou de terapia. “Senti muita raiva, nem pela questão material apenas, mas por não ter me sentido pertencida a vida inteira. Senti muita tristeza”, desabafou Diana, acrescentando que lamenta não ter tido uma relação tão próxima com o “padrasto” quanto sua irmã mais nova, teve.

Apesar de tudo, a modelo aceitou o pedido de perdão da mãe, e diz que sempre a entendeu. Ela atribui a confusão à falta de educação sexual da época, que fez a mãe não achar que poderia ter engravidado de alguém que não fosse o próprio marido.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após a descoberta, em agosto, e do processo de aceitação, Diana se reuniu com a mãe e o agora pai biológico e viajou até Brasília para conhecer a família dele, com quem quase não tinha contato.

“Estava emocionada por conhecer minha avó, fui muito bem recebida e me senti amada. Sinto que foi uma página importante, agora conheço de onde vim, me sinto pertencente”, afirmou.

Ao final, Diana afirma se sentir mais leve com o ocorrido e que agradece ao aviso que recebeu em sonho. Mesmo morando em estados diferentes, sua relação com todos é muito boa e só tende a ficar melhor daqui pra frente!

Assista ao vivo os ganhadores do Prêmio Razões para Acreditar, dia 07/12 às 18h! Ative as notificações clicando aqui.

Fonte: Correio Braziliense
Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
4,253,471SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após gravidez de risco aluna da UFPA defende TCC em sua casa

Um dos momentos mais marcantes na vida de um jovem é quando ele é aprovado no vestibular e inicia esta nova fase da vida....

Jovem de 27 anos adota senhorinha de 70 que morou 60 em um hospital

Muito mais do que uma linda história de adoção!

Alpinista cria projeto para limpar o Monte Everest e retira mais de 8 toneladas de lixo

Sabe aquela história de 'seja a mudança que você quer ver no mundo'? A francesa Marion Chaygneaud-Dupuy, de 39 anos, é a maior prova...

Adeus ao canudo de plástico: conheça o canudo comestível com sabor de fruta

Três alunos da faculdade de Química da ETEC Amim Jundi, em Osvaldo Cruz, no interior paulista, desenvolveram um canudo que além de biodegradável, é também...

Queniano transforma lixão em jardim público: ‘As pessoas merecem uma área verde e limpa’

Um terreno baldio utilizado por mais de 10 anos como local de despejo de lixo em Nairóbi, no Quênia, foi completamente transformado pela ação...

Instagram