Jovem com Down vence câncer e ‘vira’ policial de delegacia em GO

Desde criança, Lucas Tadeus de Morais, 23 anos, é apaixonado por segurança.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Após superar um câncer na virilha, o jovem, que tem síndrome de Down, acompanha como voluntário o dia a dia dos policiais da Delegacia de Proteção ao Idoso, à Pessoa com Deficiência, ao Consumidor e Trânsito de Anápolis (GO), sendo muito querido pelos policiais.

Quem cuida da delegacia é Manoel Vanderic, que conheceu Lucas três anos atrás. Na ocasião, a mãe do rapaz pediu ao delegado para tirar uma foto com ele porque o filho “era muito fã de policiais” e seu sonho era se tornar um.

Eles continuaram conversando depois disso. Até que Manoel convidou Lucas para ir à delegacia acompanhar a rotina dos policiais.

“Há umas três semanas ela me mandou uma mensagem por meio de uma rede social contando que ele havia acabado de finalizar um tratamento contra o câncer e perguntou se a proposta ainda estava de pé. Eu disse que sim, e ele veio no outro dia”, contou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jovem com Down vence câncer e 'vira' policial de delegacia

A presença de Lucas transforma o ambiente da delegacia: leve, alegre e empático, o rapaz passa as tardes ajudando nos atendimentos ao público e nas funções administrativas.

“A presença dele é muito positiva. Humanizou muito o ambiente. […] Foi muito além do que eu esperava, não só com o público externo, mas com o interno. As pessoas ficam mais simpáticas, muito mais tranquilas.”

“Ele está sempre rindo. Se vê alguém triste, ele logo sente e tenta ajudar. Toda empresa, todo órgão deveria ter funcionários assim”, disse o delegado.

A mudança também é sentida pelo agente Laudares. “Ele tem um histórico de superação de doença recente. Vendo ele lá, sempre alegre depois de toda dificuldade da vida dele, faz com que a gente reflita. Percebemos que a gente esquece de ser grato”, contou.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jovem com Down vence câncer e 'vira' policial de delegacia

A empresária Luce Anne Pereira, 43 anos, mãe de Lucas, conta que o fascínio do filho pelos policiais começou quando ele era pequeno. Orgulhosa, ela fica muito feliz em vê-lo trabalhando na área que tanto ama.

“Ele está muito feliz. Na concepção dele, ele acredita que conseguiu ser o policial e eu sou muito grata pela oportunidade que ele está tendo”, afirmou.

Em abril do ano passado, Lucas foi diagnosticado com um câncer na virilha, sendo submetido a uma cirurgia e fazendo um tratamento quimioterápico em Barretos (SP).

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Jovem com Down vence câncer e 'vira' policial de delegacia

“Foi muito difícil, ele sofreu muito, só quem viveu que sabe. Mas o hospital é só amor e isso ajudou muito. Por exemplo, ele foi vestido de Hulk na primeira sessão de quimioterapia e todo mundo entrou no jogo, pediram autógrafo. […] Lucas teve muito isso de dar valor à vida e não força à doença”, completou.

O câncer está em remissão (fim). Empolgada com recuperação do filho, Luce procurou o delegado e perguntou se Lucas poderia acompanhar o dia a dia da delegacia.

A resposta foi maravilhosa: “Quando ele começa?”.

“O Lucas é muito criativo, muito educado, inteligente, isso é dele. Desde quando ele nasceu faz muito sucesso aonde vai. Ainda mais depois de tudo que ele passou, ele merece tudo isso e muito mais, ser muito feliz, fazer o que ele quiser”, concluiu.

Compartilhe o post com seus amigos!

  • Siga o Razões no Instagram aqui.
  • Inscreva-se em nosso canal no Youtube aqui.
  • Curta o Razões no Facebook aqui.

Fonte: G1/Fotos: Arquivo pessoal

Quer ver a sua pauta no Razões? Clique aqui e seja um colaborador do maior site de boas notícias do Brasil.

CanaisPatrocínios
Marcas que nos apoiam

MARCAS QUE NOS APOIAM


Quer receber boas notícias todas as manhãs?

1,102,320FãsCurtir
3,286,141SeguidoresSeguir
25,464SeguidoresSeguir
11,200InscritosInscrever

+ Lidas

Após humilhação, confeiteira têm vendas de bolo triplicada e agradece internautas

A confeiteira Ângela estava começando seu negócio de bolos quando foi humilhada por uma cliente que reclamou da taxa de entrega de R$ 2,00. Mas...

Enfermeira adota bebê prematura que nunca foi visitada em hospital

Nascida prematura, com apenas 29 semanas (7 meses), pesando apenas 500 gramas e sofrendo com a síndrome de abstinência neonatal - ocorrida quando um bebê...

Jovem com paralisia aprende se maquiar sozinha e inspira web com lindos tutoriais [VÍDEO]

A Bia ama maquiagens. Um vídeo dela chegou até nós e nos emocionamos bastante. Essa jovem, de 18 anos, nasceu com paralisia cerebral e...

“Notícia negativa é perda de tempo. Vamos falar de fatos que têm relevância!” – Ivete Sangalo

No último domingo, 21 de junho, Ivete Sangalo mais uma vez mostrou que tem maturidade emocional para tratar de assuntos delicados. A cantora deu uma...

Cadeirante que faz entregas em SP sonha ter cadeira motorizada e internautas criam vaquinha

Conheçam o Luciano Oliveira, 44 anos, cadeirante que ficou conhecido por trabalhar como entregador de comida por aplicativo.

Instagram

Jovem com Down vence câncer e 'vira' policial de delegacia em GO 2